Novidades

[News]Kiko Soares lança single inédito em dueto com Beth Carvalho

KIKO SOARES LANÇA SINGLE INÉDITO

EM DUETO COM BETH CARVALHO

 


O cantor, compositor e percussionista Kiko Soares chega bem acompanhado neste seu primeiro single, que lança nesta semana em que se comemora o dia do samba: Beth Carvalho divide com ele os vocais de “Pagode do Trem”, um samba de partido-alto inédito, dele e de Ivon Soares, em homenagem ao dia do nacional do samba. Ouça aqui https://youtu.be/PolkKGFw9r8 e veja o vídeo lyric: https://www.youtube.com/watch?v=FAbPMqVLv9E&feature=youtu.be

 


Esta gravação tão especial com Beth, inédita até agora, vem de sua amizade com ela há anos e participação em seus shows. “Beth Carvalho era a generosidade em pessoa. Cantar com a madrinha, foi, além de uma grande honra, um grande aprendizado. Beth é uma Deusa. É imortal!”, afirma Kiko.

 


E a produção musical não deixa por menos: é assinada pelo produtor musical e músico Carlinhos 7 Cordas, assim como o arranjo do maestro Ivan Paulo. Os músicos também são de um time feras: Carlinhos 7 Cordas (violão de 7 cordas), Wallace Peres (violão de 6 cordas), Henrique Garcia (cavaquinho base e solo), Beloba (tantã), Felipe D'angola (surdo e percussão geral), Gegê D'angola (percussão geral) e Analimar Ventapane, Maíra Freitas e Marilane Nascimento nos vocais.

 

Este ano não teremos o famoso Trem do Samba no Rio de Janeiro, mas comemorações estarão aí, sejam online ou com lançamento de músicas.  E a letra de “Pagode do Trem” traz versos em sua louvação: Dia Dois de Dezembro/Tem pagode no trem/É o dia nacional do samba/E todo mundo vem/Pra comemorar /E se banhar na luz/Que ilumina os sambistas/Da Central a Oswaldo Cruz“.

 

Kiko já gravou outros sambas autorais, quando participava do Grupo Andança, e também já tocou e cantou, além de Beth Carvalho, com Alcione, Arlindo Cruz, Lecy Brandão, Roberto Ribeiro, Sombrinha, Mauro Diniz, Reinaldo, Dominguinhos do Estácio e Jorginho do Império. E se apresentou em várias casas da noite carioca como Teatro Rival, João Caetano, Asa Branca, Circo Voador, Carioca da Gema, Estrela da Lapa, Estudantina, Bola Preta, CCBB Lagoa e Tijuca, além de outras em São Paulo, Minas Gerais, Recife e Olinda.

 

Remanescente de uma família de várias gerações de músicos, neto e filho de maestros (João Soares e Nogair, respectivamente) Kiko descobriu a musicalidade e o talento para o palco ainda menino, quando já começava a cantar e tocar com seu pai e irmãos mais velhos em shows e em bailes de carnaval. Lá pelos quatorze anos, já se apresentava como cantor e compositor participando, inclusive, de vários festivais estudantis de música popular brasileira. Com músicas de sua autoria foi o grande vencedor em diversos desses festivais. Depois de passar por vários grupos de samba (alguns formados por ele mesmo – Grupo Amizade Forte e Grupo Andança) Kiko Soares resolveu partir para uma carreira-solo para explorar ainda mais o universo do samba.

 

Este single aponta que foi uma boa escolha. 

PR//Debs

Nenhum comentário