18 novembro 2017

[News] Stranger Things | Mais mortes acontecerão?




Ao contrário de Barb, onde a perdemos no 3 episódio da Primeira temporada, com Bob foi diferente, carismático, participativo e apaixonado, ele teve tempo de cativar os fãs, o que tornou sua morte, algo ainda mais triste.

E ao que tudo indica, se depender dos irmãos Duffer, teremos mais mortes na 3ª temporada, que já esta sendo produzida. Em entrevista a revista Variety, os Duffers revelaram que estão tentando descobrir, quem será a próxima vítima:

"Eu não sei [quem será]", explicou Matt Duffer. "Nós temos algumas idéias, mas tudo está cedo demais. Todas as nossas idéias provavelmente mudarão dentro de um mês ou dois. Eles sempre fazem. Eles sempre evoluem"

Quem vocês acham que pode ser?

As duas temporadas de Stranger Things estão disponíveis na pkataforma de Streaming Netflix.



Fonte: Variety 

Por Juliana Brito



17 novembro 2017

[News] Disney anuncia Nate Moore, produtor executivo de “Pantera Negra”, da Marvel Studios, para a Comic Con Experience 2017


 Pelo quarto ano consecutivo na CCXP, a Disney anuncia um convidado para a edição de 2017 do evento: Nate Moore, produtor que está trabalhando no novo filme da Marvel Studios, “Pantera Negra”, que estreia no Brasil no dia 15 de fevereiro de 2018.





Nate também trabalhou como produtor executivo com os diretores Joe e Anthony Russo em “Capitão América – Guerra Civil” e como coprodutor em “Capitão América – Soldado Invernal”, ambos da Marvel Studios.

No dia 9 de Dezembro, Moore irá apresentar ao público da CCXP os bastidores de “Pantera Negra”, um dos filmes mais esperados do próximo ano, além de abordar curiosidades de sua carreira. 
Nate Moore é vice-presidente de desenvolvimento e Produção da Marvel Studios e reporta diretamente para Kevin Feige, presidente do estúdio. Nesta posição, ele desenvolve roteiros para filmes com base nas propriedades editoriais da Marvel, além de ser fundamental para encontrar cineastas, elenco e equipe que irá trabalhar nos filmes. Moore também supervisiona a criação de storyboards e tem papel importante nas tomadas de decisões, desde o script até o design de produção e de figurinos.
Sinopse:  T’Challa que volta pra casa para a isolada e tecnologicamente avançada nação africana de Wakanda para se tornar rei, mas com o reaparecimento de um velho e poderoso inimigo, o valor de T’Challa como rei – e como Pantera Negra – é testado quando ele é levado a um conflito formidável que coloca o destino de Wakanda, e do mundo todo, em risco.

Por Juliana Brito


[Agenda] Estreias da semana (16/11)


Vem comigo que eu te guio pelos filmes que estrearam essa semana nas telonas!

- Liga da Justiça

Impulsionado pela restauração de sua fé na humanidade e inspirado pelo ato altruísta do Superman (Henry Cavill), Bruce Wayne (Ben Affleck) convoca sua nova aliada Diana Prince (Gal Gadot) para o combate contra um inimigo ainda maior, recém-despertado. Juntos, Batman e Mulher-Maravilha buscam e recrutam com agilidade um time de meta-humanos, mas mesmo com a formação da liga de heróis sem precedentes - Batman, Mulher-Maraviha, Aquaman (Jason Momoa), Cyborg (Ray Fisher) e Flash (Ezra Miller) -, poderá ser tarde demais para salvar o planeta de um catastrófico ataque.

- Uma Razão Para Viver

No ano de 1958, Robin Cavendish (Andrew Garfield), carismático e aventureiro comerciante britânico, sê ve de repente paralisado por poliomielite contraída em viagem de trabalho ao Quênia. Grávida do primeiro filho, sua esposa Diana Cavendish (Claire Foy) escuta dos médicos que ele jamais sairá da cama e não deverá viver muito mais tempo. Deprimido por não mover nada abaixo da cabeça, Robin inicialmente deseja morrer, mas o inabalável amor de Diana o faz olhar de outra maneira para a situação e desafiar os limites impostos. Baseado em fatos reais.

- Victoria & Abdul: O Confidente da Rainha

1887, cidade de Agra, na Índia. Dois jovens locais são escolhidos para viajar até Londres de forma a presentear a rainha Victoria (Judi Dench) com uma valiosa moeda local. Ao chegar, tanto Abdul (Ali Fazal) quanto Mohammed (Adeel Akhtar) estranham bastante os costumes da realeza britânica, sempre a postos para mimar a rainha. Ao entregar a moeda, Abdul quebra o protocolo e encara a monarca. Tamanha ousadia chama a atenção da rainha Victoria, que através de várias conversas não só passa a conhecê-lo melhor como também o transforma em seu conselheiro. Esta decisão não agrada nem um pouco a corte inglesa, que não entende como um humilde indiano pode ser detentor de tal honraria.

- Histórias de Amor Que Não Pertencem A Este Mundo

Depois de se separar de Flavio (Thomas Trabacchi), Claudia (Lucia Mascino) se vê como uma alma perdida aos 50 anos de idade e acha que a solução para seus problemas é reconquistar o ex-marido. O que ela não imagina é que Flavio já tem outros objetivos bem diferentes: seguir em frente e mudar de vida. Com isso, reconquistá-lo será uma batalha.

- Human Flow: Não Existe Lar Se Não Há Para Onde Ir

Ao longo de um ano, o diretor Ai Weiwei acompanhou crises de refugiados em 23 países, incluindo França, Grécia, Alemanha, Iraque, Afeganistão, México, Turquia, Bangladesh e Quênia. Ele retrata as causas que levam milhões de pessoas a abandonarem seus países de origem, como a guerra, a miséria e a perseguição política, refletindo sobre as dificuldades encontradas na busca por uma vida melhor.

- On Yoga: Arquitetura da Paz

Heitor Dhalia registra a busca de uma década do fotógrafo Michael O'Neill por conhecer melhor os principais gurus e mestres de yoga em atividade, incluindo encontros com pensadores, médicos e iogues e passagens pelo Festival Internacional de Yoga, em Rishikesh, e o Mela Festival Kumbha, em Haridwar.

- A Trama

É verão em La Ciotat, na França. Antoine (Matthieu Lucci) aceita participar de uma integradora oficina de escrita, onde alguns jovens deverão desenvolver um romance policial sob a tutoria de Olivia Dejazet (Marina Foïs), famosa romancista. Agressivo e provocador, ele apresenta um polêmico texto e logo passa a ser odiado pelo diverso grupo, ao mesmo tempo em que é apoiado pela intrigada professora.

- Algo de Novo

Lucia (Paola Cortellesi) e Maria (Micaela Ramazzotti) são duas melhores amigas, que se conheceram desde sempre, mas são muito diferentes. Enquanto Lucia cansou dos homens, Maria, não consegue ficar sozinha. Uma noite, o "homem perfeito" aparece na cama de Maria: bonito, sensível, maduro e apaixonado. No entanto, o rapaz vira motivo de traz mal-entendidos e mentiras entre as amigas.

- Colo

Em Portugal, uma família de classe média passa por grave crise financeira. O pai perde o emprego e não consegue encontrar outro trabalho, a mãe consegue acha uma segunda ocupação para aumentar a renda, mas anda sempre cansada e mal para em casa. Enquanto se tornam estranhos uns aos outros, a filha adolescente, negligenciada por ambos e cheia de segredos, começa a se rebelar.

- Maria: Não Esqueça Que Eu Venho Dos Trópicos

Revisita a vida e obra de Maria Martins (1984-1973), uma escultora, gravurista, pintora, desenhista e escritora, conhecida principalmente pelo seu talento aproximado ao surrealismo. Através de entrevistas, o longa apresenta parte da trajetória de Maria desde seus estudos na Europa com Oscar Jespers, em Bruxelas, e sua relação amorosa e artística com Marcel Duchamp, quando foi erradicada nos EUA.

[News] Quarta Temporada de Vikings já está disponível

Nunca foi tão emocionante acompanhar batalhas e a luta pelo poder quanto na segunda parte da Quarta Temporada de Vikings, que já está disponível em Blu-Ray e DVD. Tenha em sua casa uma das séries mais aclamadas atualmente e deixe-se conquistar pela selvageria viking. 
Ragnar está de volta ainda mais selvagem e disposto a conquistar novas terras! 

Confira abaixo a sinopse:

Após o retorno de Ragnar a Kattegat aumentar a tensão entre seus filhos, ele e Ivar, o Desossado, partiram para lutar contra os saxões. Enquanto isso, uma profecia que uma mulher governará Kattegat aprofunda a disputa entre Aslaug e Lagertha. Com reviravoltas, emoção e efeitos espetaculares, esta série de tirar o fôlego continua. Vá nos bastidores para mais ação, mais luxúria e mais emoção com os extras dos 10 episódios.

Onde comprar:
  • DVD e Blu-Ray: Lojas Americanas, Saraiva, Livraria Cultura, FNAC, Submarino, entre outros.

Preços sugeridos: DVD – R$ 79,90
Blu-Ray– R$ 99,90

Não os perca de vista:

Ragnar Lothbrok (Travis Fimmel): O personagem principal da série e um dos mais conhecidos heróis nórdicos lendários. Conhecido como o flagelo da Inglaterra e da França. A série retrata Ragnar como um fazendeiro que alcança a fama por seus ataques bem-sucedidos na Inglaterra e, mais tarde, se torna um Rei escandinavo, com o apoio de sua família e colegas guerreiros.

Lagertha (Katheryn Winnick): Lagertha é uma feroz escudeira, que luta junto a seus companheiros vikings ama a batalha. Como seu ex-marido, Ragnar Lothbrok, ela também tem um forte senso de aventura, bem como uma ambição feroz e o desejo de governar.

Rollo (Clive Standen): Rollo é um guerreiro muito forte e feroz e um conquistador sanguinário que nunca recua de uma luta que, mesmo estando ferido, o poder e a habilidade de Rollo como guerreiro são temídos. No entanto, às vezes ele pode ser visto como um personagem solitário que só quer ser amado e admirado.

Bjorn (Alexander Ludwig): Björn foi criado com a típica conduta nórdica. Ele valoriza sua família e é dedicado a ambos os pais. Björn, quando jovem, desejava se tornar um guerreiro como seus pais; agora mais velho e experiente o suficiente, Björn está mais do que pronto para se provar em batalha.

Floki (Gustaf Skarsgård): Floki é um construtor de barcos e amigo mais íntimo de Ragnar Lothbrok.Comprometido em ajudar Ragnar a navegar para o oeste, ele projeta e constrói uma nova geração de barcos Viking para sua expedição pelo oceano. 

Conteúdos dos extras exclusivos: 

DVD
  • Comentários em áudio;
  • Cenas deletadas;
  • A rainha e a escudeira;
  • Vikings, Valhalla e o legado de Ragnar Lothbrok;

Blu-ray
  • Comentários em áudio do criador com Michael Hirst e Linus Roache em episódios selecionados;
  • A jornada de Bjorn Ironside;
  • Cenas deletadas;
  • A rainha e a escudeira;
  • Vikings, Valhalla e o legado de Ragnar Lothbrok
Por Juliana Brito




[News] Aniversário de Rachel de Queiroz

Se ainda estivesse viva (a autora faleceu em 2003, aos 92 anos de idade), Rachel de Queiroz estaria fazendo 107 anos hoje.
A primeira mulher a ingressar na Academia Brasileira de Letras nasceu em Fortaleza em 17 de novembro de 1910.
Ela morou com sua família no Rio e em Belém. Aos vinte anos de idade, publica seu primeiro e mais famoso romance, O quinze, sobre a seca da região Nordeste do país e a realidade dos retirantes nordestinos. A obra ganhou um prêmio da Fundação Graça Aranha e virou um best-seller. 
No ano de 1927, após publicar uma matéria no Jornal do Ceará usando o pseudônimo Rita de Queiroz,é convidada para trabalhar no jornal.Rachel começa a publicar diversas crônicas e trabalhar como repórter. Em 1932,se casa com o poeta José Auto da Cruz da Oliveira mas se divorciam em 1939. Seu segundo marido foi Oyama de Macedo, com quem foi ficou até ele falecer, em 1982. Sua segunda obra mais famosa, Memorial de Maria Moura, foi publicada no ano de 1992 e ganhou o Prêmio Camões. Nele, a autora volta ao tema do Nordeste e aborda outros como relações sociais. Aqui estão algumas de suas citações mais famosas:


  • Eu nunca fui uma moça bem-comportada. Pudera, nunca tive vocação pra alegria tímida, pra paixão sem orgasmos múltiplos ou pro amor mal resolvido sem soluços. Eu quero da vida o que ela tem de cru e de belo. Não estou aqui pra que gostem de mim. Estou aqui pra aprender a gostar de cada detalhe que tenho.”
  • ´´Fala-se muito na crueldade e na brutalidade do homem medievo. Mas o homem moderno será melhor?´´
  • ´´A gente nasce e morre só. E talvez por isso mesmo é que se precisa tanto de viver acompanhado.´´
  • Eu sou essa gente que se dói inteira porque não vive só na superfície das coisas.”
  • Quando se houverem acabado os soldados no mundo - quando reinar a paz absoluta - que fiquem pelo menos os fuzileiros como exemplo de tudo de belo e fascinante que eles foram.´´
  • Amar é comprazer-se no belo, numa aventura heróica e insuperável.´´ 
  • Porém recordo que como as folhas de verão, os bombeiros mudam e são substituidos pelas folhas novas.´´
  • A lembrança só dói quando fresca. Depois de curtida é um consolo.´´
  • Por que os doutores, tão ricos em remédios para o corpo ofendido, não arranjam algum remédio para um ferido coração?
  • ...da inocência da infância até à velhice extrema, continuará exatamente assim, só atribuindo interesse e grandeza àquilo que está a serviço da sua pessoa e da sua importância.´´
  • "A piedade supõe uma condição de superioridade e a gente só pode se compadecer de quem sofre mais do que nós.´´
  



[News] Assista ao NOVO trailer de Pantera Negra



Com data de estreia definida, Pantera Negra continua a receber novidades, e a mais recente foi a divulgação de um novo trailer:


T’Challa que, após a morte de seu pai, o Rei de Wakanda, volta pra casa para a isolada e tecnologicamente avançada nação africana para a sucessão ao trono e para ocupar o seu lugar de direito como rei. Mas com o reaparecimento de um velho e poderoso inimigo, o valor de T’Challa como rei – e como Pantera Negra – é testado quando ele é levado a um conflito formidável que coloca o destino de Wakanda, e do mundo todo, em risco. Confrontado pela traição e o perigo, o jovem rei precisar reunir seus aliados e liberar todo o poder do Pantera Negra para derrotar seus inimigos e assegurar a segurança de seu povo e de seu modo de viver.

Pantera Negra tem sua data de estreia para 15 de Fevereiro de 2018


Por Juliana Brito




[Resenha] Tartarugas Até Lá Embaixo

A história acompanha a jornada de Aza Holmes, uma menina de 16 anos que sai em busca de um bilionário misteriosamente desaparecido – quem encontrá-lo receberá uma polpuda recompensa em dinheiro – enquanto tenta lidar com o próprio transtorno obsessivo-compulsivo (TOC). Repleto de referências da vida do autor – entre elas, a tão marcada paixão pela cultura pop e o TOC, distúrbio mental que o afeta desde a infância –, Tartarugas até lá embaixo tem tudo o que fez de John Green um dos mais queridos autores contemporâneos. Um livro incrível, recheado de frases sublinháveis, que fala de amizades duradouras e reencontros inesperados, fan-fics de Star Wars e – por que não? – peculiares répteis neozelandeses.
O que eu achei?
John Green faz parte de uma gama não tão extensa assim de autores que eu teimo em desdenhar. Com o passar do tempo e dos afetos, seus livros me parecem mais distantes, como se a cada momento o fio que me liga àquela história estivesse sendo puxado de mim. Tenho consciência de que amo sua escrita; sua forma de expressar sentimentos, angústias e desejos me encantaram e continuarão encantando, porém uma coisa inerente a mim — ficcional, como diria Aza — me afasta de aceitá-lo plenamente em minha vida. Ele não é o único, claro, mas é aquele cujas palavras me inspiraram a finalmente pôr para fora esse sentimento. Dito isso, vamos ao que interessa:

Com a notícia do desaparecimento do bilionário Russel Picket, Aza Holmes (sim, numa referência ao lendário detetive que sofria do mesmo distúrbio que Aza), que na infância fora amiga do seu filho Davis, decide, junto de sua melhor amiga Daisy, investigar o sumiço do empresário, cuja recompensa por qualquer informação é de cem mil dólares. Para por as mãos nessa dinheirama, ela precisa se reaproximar de Davis e, no meio disso, lutar contra o TOC (Transtorno Obsessivo-Compulsivo), que lhe arrebata com pensamentos indiferentes à sua vontade e giram ao seu redor como numa espiral que nunca acaba, apenas se afunila infinitamente.

Tartarugas Até Lá Embaixo é, sem sombra de dúvidas, seu livro mais bem escrito. Suas metáforas, sempre tão profundas e vívidas, encontram seu ápice. Mesmo depois de tantos livros lidos e tantos estilos diferentes de autores experimentados, ainda me surpreende como ele consegue se expressar tão crua e profundamente numa linguagem tão simples e direta. Suas palavras criam muito mais do que um simples canal entre o autor e o leitor, criam uma conexão.

A imersão na cabeça de Aza é surreal, assustadora até. Ela não tem controle sob seus pensamentos. É como uma voz que desbanca a razão e a força a cometer atos autodestrutivos, como abrir uma mesma ferida incansavelmente e, quando ao extremo, ingerir álcool em gel para uma limpeza mais “profunda”. Se sua mente fosse um globo de neve, seu dono seria um menino atentado viciado em sacudi-lo sem parar. O modo como John aborda a doença mental de Aza (e, subsequentemente, a dele mesmo) e como estamos constantemente acompanhando a narrativa sob seu ponto de vista tão único é digno apenas de alguém que sabe do que está falando. É seu livro mais particular, mais intrusivo.

Característico de suas histórias, o humor (sensacional, diga-se de passagem) fica por conta de Daisy. Escritora de fanfics de Star Wars — especificamente de Chewie e Rey; tão improvável e tão incrível ao mesmo tempo —, ela traz um tom necessário para balancear a situação desesperadora da protagonista ao mesmo tempo em que contribui imensamente para sua jornada. Em dado momento, o relacionamento das duas sofre um abalo que me parecia irreparável, porém, juntas, conseguem tornar o elo que possuíam ainda mais poderoso.

De todos os relacionamentos já explorados por John, o de Aza e Davis, que se aprofunda mediante a conclusão iminente do sumiço o ricaço, talvez seja o mais verdadeiro. Enquanto Hazel e Gus e Gordo e Alaska são elementos que contribuem para a excentricidade sempre explorada em suas histórias, Aza e Davis possuem raízes mais profundas no chão. A bizarrice os rodeia, não os possui, de modo que a união dos dois é dada pela calmaria, pelo conforto que um sente na presença do outro; mesmo que a doença de Aza ponha-se como obstáculo sempre que possível.

Algo que amo em suas narrativas é como ele não se contém a fim de que todos o compreendam. Ele não subestima seu leitor. No meio de um mar de autores que olham para o YA como um gênero em vez de um nicho onde os personagens encontram-se numa determinada faixa etária, John Green traz para o público mais jovem tópicos que já deveriam estar sendo discutidos há muito tempo. Por mais que tentem abafá-lo, saúde mental é um assunto de importância tão relevante quanto uma ferida exposta; se não até mais, e os jovens tem todo o direito de saber.

Preciso admitir que quando John anunciou que talvez nunca mais publicasse outro livro depois do desespero causado por A Culpa É Das Estrelas, fui cético. Para mim mais parecia uma jogada de marketing para manter o público gritando incessantemente por alguma novidade; e uma parte de mim ainda acha isso, embora tenha consciência do quanto a ansiedade deve tê-lo abalado durante o processo de escrita desse livro. Como fã — mesmo que ingrato — eu esperava um bom livro, mas não estava pronto para o baque avassalador que foi essa leitura. Cheio de frases inspiradoras (eu estava com minha cartela de post-its cheia quando comecei e, no fim, tinha alcançado alerta vermelho), personagens que transbordam sentimento e muita sinceridade, Tartarugas Até Lá Embaixo agora torna-se meu novo livro favorito do John Green e umas melhores leituras desse ano.

[News] Jumanji - Novo trailer !


Na nova aventura Jumanji: Bem-vindo à selva, quatro adolescentes são sugados para o mundo de Jumanji. e enquanto ele não chega as telonas, vamos aguentando a ansiedade acompanhando os trailers, veja abaixo:


Quando quatro crianças do ensino médio descobrem um antigo jogo que eles nunca ouviram - Jumanji - eles são completamente atraídos para o cenário da selva, literalmente se tornando os avatares que escolheram: o jogador Spencer se torna um aventureiro musculoso (Dwayne Johnson ); O fã de futebol refrigerado perde (em suas palavras) "os dois pés superiores de seu corpo" e se torna um Einstein (Kevin Hart); A menina popular Bethany se torna uma professora de meia-idade (Jack Black); e Wallflower Martha se torna uma guerreira malvada (Karen Gillan). O que eles descobrem é que você não joga Jumanji - você precisa sobreviver em Jumanji. Para vencer o jogo e retornar ao mundo real, eles terão que seguir a aventura mais perigosa de suas vidas, descobrir o que Alan Parrish deixou há 20 anos e mudar a maneira como eles pensam sobre si mesmos - ou ficarão presos no jogo para sempre.
Dirigido por Jake Kasdan, as estrelas de cinema Dwayne Johnson, Kevin Hart, Karen Gillan, Jack Black, Rhys Darby, Morgan Turner, Tom Matheson, Bobby Cannavale e Nick Jonas.
Jumanji: Bem-vindo à selva  será lançado nos cinemas em 20 de dezembro de 2017.
Fonte: Heroic Hollywood
Escrito por Juliana Brito


16 novembro 2017

[Nerds & Geeks] Lobo da Estepe: Quem é o vilão do filme da Liga da Justiça?



    Embora o Lobo da Estepe tenha feito uma rápida aparição em Batman X Superman, poucas pessoas conhecem o personagem. Como ele é o vilão do primeiro filme da Liga da Justiça, vou apresentar vocês a um dos vilões mais antigos da DC:
O Lobo da Estepe (cujo nome em inglês em Steppenwolf)foi criado por Jack Kirby e fez sua primeira aparição no volume 17 da revista New Gods,parte da saga Quarto Mundo. publicada em março de 1972. Steppenwolf era o tio de Darkseid, o governante do planeta Apokolips, terra natal deles. Heggra, irmã de Steppenwolf, é a mãe do Darkseid. Alguns fatos sobre ele:
1) Ele é um comandante dos exércitos de Darkseid.

2)Ele incitou a guerra civil em Apokolips quando matou a esposa de Izaya, o Highfather (Pai Celestial), o líder dos Novos Deuses e fonte do poder da Fonte, a fonte vital de todo o universo. A esposa de Izaya era Avia, uma mulher nascida sob a tirania dos Velhos Deuses. Darkseid enviou o Lobo da Estepe até a Nova Gênese para matar Izaya, despertando a fúria do Pai Celestial.Como resultado, o Pai Celestial matou o Lobo, dando início à guerra entre os dois planetas. Algum tempo depois, Darkseid o ressuscitou e o colocou novamente em seu exército.

3)Na saga dos Novos 52, Steppenwolf ganhou algumas características novas: uma filha, a vilã meia-amazona Fúria. Ela se torna a última amazona do planeta Terra depois que o vilão Apocalipse invade na Terra 2.

  
Fúria

4) Ele já morreu algumas vezes. Além de ter sido morto por Izaya, o personagem Bizarro (uma versão maligna do Super-Homem) matou Steppenwolf depois da Terra ter sido recuperada após ter sido tomada pelo Apocalipse 

5) Essa não é a ´primeira aparição no universo cinematográfico da DC. No desenho do Super-Homem dos anos 90, ele faz uma participação especial no episódio ´´Apokolips Now´´ em que aparece liderando seus lacaios, os parademônios, servos de Darkseid em busca do Homem de Aço.Ele também aparece no desenho da Liga da Justiça, no episódio ´´Twilight´. Ele aparece voltando para seu planeta natal após uma invasão fracassada à Nova Gênese. O Lobo também está na série Os bravos e destemidos, do Batman, no episódio ´´Duelo de atravessar o dobro´´ em que é um dos campeões de Mongul, um conquistador alienígena na arena de gladiadores (como no filme Thor:Ragnarok). 
6) A primeira aparição cinematográfica foi no Batman X Superman, na cena pós-créditos deletada, que foi colocada no YouTube após a estréia do filme. Se quiser assistir a cena, veja esse vídeo:



       Aparentemente, ele estava mostrando as caixas maternas para Lex Luthor 

   


  7) Interpretado pelo ator irlandês Ciarán Hinds (que interpretou Aberforth Dumbledore em Harry Potter e as Relíquias da Morte) e já apareceu em filmes como Sangue Negro, A mulher de preto, Persuasão, entre outros.
8) Juntamente com seu chefe, Darkseid, eles invadiram vários planetas, incluindo Bylon 5, um planeta que o vilão tinha um interesse especial: casar com a princesa. Não por amor mas porque queria explorar os recursos naturais do planeta.

9) O Lobo da Estepe possui super-força, super-velocidade, super-inteligência, não envelhece e nem se degrada. Além disso, usa uma armadura indestrutível, feita de um material forjado nas chamas de Apokolips (quem mais se lembrou da Montanha da Perdição do Senhor dos Anéis\) e é um exímio lutador.

  10) Ele matou a Mulher-Maravilha 
   Durante a Terra 2, a Mulher- Maravilha é morta pelo Lobo da Estepe ao atravessar a amazona com uma espada. Pouquíssimos heróis foram capazes de realizar tal façanha. E, pasmem: no mesmo arco, ele ainda conseguiu convencer o Kal-El a se juntar ao Darkseid! Isso que eu chamo de poder de persuasão!

   Todas esses fatos nos fazem ver que o Lobo da Estepe é um osso duro de roer e que a Liga terá que trabalhar dobrado para derrotá-lo! Liga da Justiça já está nos cinemas de todo o país.






[News] DVD da primeira temporada de Westworld chega às lojas!



Você já questionou a natureza da sua realidade?
E a partir dessa premissa partimos para o universo de WESTWORLD!

Chega as lojas o DVD da primeira temporada dessa série simplesmente sensacional, que está conquistando o mundo. O sucesso Westworld já está disponível em Blu-ray e DVD. Em sua primeira temporada — O Labirinto — os fãs podem acompanhar a evolução das incríveis máquinas programadas pelo diretor executivo do parque, Dr. Robert Ford, que passam a questionar sua própria existência. Além disso, o parque, que serve de cenário para os desejos mais obscuros dos ricos e poderosos, parece guardar um grande segredo, mas até onde você estaria disposto a ir para decifrá-lo?

Confira abaixo a sinopse:

Westworld é um parque temático futurístico para adultos, dedicado à diversão dos ricos. Um espaço que reproduz o Velho Oeste, povoado por androides – os anfitriões –, programados pelo diretor executivo do parque, o Dr. Robert Ford (Anthony Hopkins), para acreditarem que são humanos e vivem no mundo real. Lá, os clientes – ou novatos – podem fazer o que quiserem, sem obedecer a regras ou leis. No entanto, quando uma atualização no sistema das máquinas dá errado, os seus comportamentos começam a sugerir uma nova ameaça, à medida que a consciência artificial dá origem à "evolução do pecado". Entre os residentes do parque, está Dolores Abernathy (Evan Rachel Wood), programada para ser a típica garota da fazenda, que está prestes a descobrir que toda a sua existência não passa de bem arquitetada mentira.

O mesmo estará disponibilizado em DVD e Blu-Ray: Lojas Americanas, Saraiva, Livraria Cultura, FNAC, Submarino, entre outros.

Preços: DVD – R$ 129,90
Blu-Ray– R$ 149,90

Ambas as versões possuem uma embalagem premium (digipack) e o Blu-Ray também conta com um livreto exclusivo da série – o Guia Corporativo da Delos para novos funcionários.

Não os perca de vista:

Dr. Ford (Anthony Hopkins): O diretor do parque Westworld. Os anfitriões são suas criações e o parque é um projeto visionário realizado.

O Homem de Preto (Ed Harris): Um hóspede com tendências violentas, o Homem de Preto está em uma misteriosa missão em busca de níveis ocultos do parque.

Dolores (Evan Rachel Wood): Um androide que prefere ver a beleza do mundo, a inicialmente ingênua Dolores passa os dias ao redor do rancho da família, sonhando com um futuro brilhante.

Bernard (Jeffrey Wright): Especialista chefe em programação e comportamento, Bernard usa suas habilidades e experiência para resolver os problemas técnicos e comportamentais dos anfitriões.

Teddy (James Marsden): Rápido no gatilho e com um passado sombrio, Teddy é um anfitrião misterioso que almeja uma vida simples.

Hector Escaton (Rodrigo Santoro): Um anfitrião típico bandido de velho oeste.

Conteúdos dos extras exclusivos: 

DVD
  • Sobre a Série
  • Um Convite ao Set
  • Bem Vindo a Westworld
  • O Grande Momento
  • Percebendo o Sonho
  • Imaginando o Título Principal
  • O Tom dos Acordes

Blu-ray
  • Sobre a Série
  • Um Convite ao Set
  • Bem Vindo a Westworld
  • Criando a Narrativa
  • O Grande Momento
  • Percebendo o Sonho
  • Imaginando o Título Principal
  • O Tom dos Acordes

Por Juliana Brito