25 setembro 2017

[News] Vingadores - Guerra Infinita | Vingadores 4



Eu já tô é louca por esse filme, pude conferir o Trailer que rolou lá na SDCC, em julho e confesso que a Hype por vingadores está altíssima, Mas enquanto o longa não chega, vamos acompanhando as notícias que só fazem alimentar ainda mais a nossa vontade!

E ao que tudo indica o primeiro trailer será divulgado no dia 29/09, segundo informações do site We Go This Covered, durante o lançamento de Inumanos nos EUA, porém a informação não foi oficializada pela Marvel Studios, e acreditamos que é mais provável que o lançamento seja feito durante a NYCC, que acontecerá dias depois.

Outra notícia é sobre Vingadores 4 (ainda sem título definido), e a portadora da mesma foi Gwyneth Paltrow, que em entrevista para a revista THR, confirmou o retorno Don Cheadle , o Máquina de combate:

“Eu fui para Atlanta para filmar Vingadores 4, então eu estou indo e voltando para isso, e isso é algo estranho. […] Mas honestamente, eu fui para o set e pensei ‘você senta aqui por duas horas tomando chá, Robert Downey Jr. e Don Cheadle estão me fazendo rir – porque eu desistiria disso?”

Vingadores - Guerra infinita tem sua data de estréia para 26 de Abril de 2018 no Brasil enquanto Vingadores 4, em Maio de 2019.

Escrito por Juliana Brito


[Resenha] It - A coisa



Sinopse: Durante as férias escolares de 1958, em Derry, pacata cidadezinha do Maine, Bill, Richie, Stan, Mike, Eddie, Ben e Beverly aprenderam o real sentido da amizade, do amor, da confiança e... do medo. O mais profundo e tenebroso medo. Naquele verão, eles enfrentaram pela primeira vez a Coisa, um ser sobrenatural e maligno que deixou terríveis marcas de sangue em Derry. Quase trinta anos depois, os amigos voltam a se encontrar. Uma nova onda de terror tomou a pequena cidade. Mike Hanlon, o único que permanece em Derry, dá o sinal. Precisam unir forças novamente. A Coisa volta a atacar e eles devem cumprir a promessa selada com sangue que fizeram quando crianças. Só eles têm a chave do enigma. Só eles sabem o que se esconde nas entranhas de Derry. O tempo é curto, mas somente eles podem vencer a Coisa. Em 'It - A Coisa', clássico de Stephen King em nova edição, os amigos irão até o fim, mesmo que isso signifique ultrapassar os próprios limites.

O que eu achei: 



Em 2014 ganhei IT de amigo oculto, sempre quis esse livro, pois havia em mim a necessidade de conhecer a obra que inspirou o filme que tanto amava. Logo iniciei minha leitura, porém a escrita de Stephen King, me parecia um tanto arrastada e isso sempre acabava me desmotivando, aliado claro, as 1102 páginas que acompanhavam; esse looping se repetiu por pelo menos umas 2 vezes mais.
No final de julho, incentivada agora, pelo lançamento do Reebot, eu e uma amiga reiniciamos a leitura, mas agora em dupla para que não houvesse mais desistências, e sim foi a melhor coisa que eu fiz! 

Como falei acima, uma característica muito importante sobre IT é a necessidade que "King" tem de narrar tudo, com mínimos detalhes, isso me incomodou bastante, pois eram detalhes que não influenciavam em absolutamente NADA no contexto da história.

It se passa em uma cidadezinha chamada Derry, onde em outubro de 1957, Georgie sai para brincar com um barquinho de papel, feito pelo seu Irmão Bill, após um grande temporal; e acaba sendo uma das vítimas, do grande mistério que ronda os desaparecimento das crianças que acomete a cidade.

O Livro se passa em dois momentos, adultos e com flashbacks de quando crianças, além de alguns interlúdios que contam os grandes derramamentos de sangue já presenciados em Derry, pelos antigos moradores.

Diferentemente do filme, o livro começa com os personagens já adultos, Bill, Ben, Beverly, Ricchie, Eddie e Stan com suas vidas, e profissões definidas. Mike, é o bibliotecário da cidade e tem investigado a história dos misteriosos desaparecimentos, e grandes eventos com grandes números de mortos ao longo dos anos. Se passaram 27 anos desde que estiveram frente a frente com "a coisa" pela primeira vez, e os sumiços e mortes voltaram a assombrar Derry, e Mike se vê obrigado a contatar seus amigos e convoca-los de volta a cidade, mas porquê?
Isso é o que todos precisarão lembrar. Memórias à tona, após os telefonemas... Para alguns grandes consequências, para outros um recomeço; O que eles não sabiam, é que "a coisa",  que eles enfrentaram no verão de 1958, estava mais forte e preparada para o retorno dos "Otários", afinal ela havia planejado tudo isso.

Os capítulos seguintes, se intercalam entre a vida atual (adulta), e as memórias de Derry quando crianças, mesmo que ainda "enevoadas": Bullying (Henry Bowers e sua gang), superproteção, abuso sexual, exclusão paternal, solidão, MEDO... eles lembraram... De como o clube dos otários, liderados por Bill "gago", era o refúgio deles e como eles se uniram pela vontade de destruir o que matou Georgie, e tantas outras crianças, era ela, a coisa, que se nutre dos medos, e que usa a forma de palhaço para se aproximar.
Eles lutaram.

Essas memórias são de extrema importância para entendermos o contexto da história e o que levou a cada um a embarcar nessa "luta" juntamente com Bill, bem como  para sabermos como "a coisa", Bob Gray ou Pennywise - o palhaço dançarino, surgiu. Já para os otários, as lembranças mostrarão principalmente como derrotar o mal.

O fator esquecimento, foi o que mais mexeu comigo, o fato da coisa manipular toda a cidade, para que em determinados momentos ninguém percebesse a existência deles, para mim foi sensacional, e mostra claramente o quão conectada a Derry, "a coisa" está.

It me prendeu tanto, que eu não conseguia parar de ler, mesmo nos poucos minutos que me eram disponíveis para tal, estava lá eu com meu "tijolo" na mão, e posso dizer que fui arrebatada, AMOR, AMIZADE e COMPANHEIRISMO... Definem.

Muitos devem estar se perguntando pós resenha: "E a cena da "Orgia", aconteceu mesmo?"
Eu respondo: Sim, aconteceu... e diferente do que pensam, não é bizarra, mas cada um interpreta da forma que preferir, no contexto a cena é totalmente necessária e compreensível, mesmo sendo crianças, tem um significado, além da conexão entre eles, a transição existente na puberdade.

Stephen King, demorou 4 anos para escrever a obra, uma obra que realmente mexe com seu emocional, uma história de escolhas, de amizade e do bem contra o mal,  e que todo amante de literatura e de terror deveria ler.




Modelos de capas de IT

Escrito por Juliana Brito






24 setembro 2017

[News] Trailer oficial de Maze Runner - Cura mortal!



Acaba de sair o Trailer oficial de Maze Runner Cura Mortal, e estamos no Chão.... confere ai:

Trailer: 




Cura mortal chega aos cinemas em Fevereiro de 2018, e desta vez Thomas (Dylan O´Brian) terá a missão de encontrar a cura para uma doença mortal chamada Fulgor, e durante essa busca descobre os terríveis planos de C.R.U.E.L, planos estes que podem trazer graves consequências para a humanidade, restando a Thomas a decisão de se entregar ao C.R.U.E.L e confiar na promessa que aquele será o último experimento. 







Mal podemos esperar o Próximo filme da franquia!!



Escrito por Juliana Brito






[Entrevista] Roberta Del Carlo


1. Quais são seus livros?
No momento estou com dois livros na Amazon, os dois são romances com temas envolventes um chama-se Dolorosa Paixão (que acredito que seja o mais clichê do mundo dos romances que é quando o chefe perde-se de amor por uma jovem mulher, que vem a ser a sua mais nova secretária) e o outro, que saiu pela Ed. Percurso no ano de 2015 é o Um amor de Aluguel ( que tem um enredo um pouco mais forte, pois trata-se de uma mulher na beira dos cinquentas anos que um dia se vê apaixonada por um rapaz, que a profissão dele é um garoto de programa, apesar de parecer que o livro é hot ou que seja escandaloso, o livro mostra ao contrário, o enredo tem sentimentos aflorados e descobertas incríveis e conflitos internos).
Também tenho participação em nove antologias, entre elas pela Ed.Illuminare, Ed. Aped e projeto independente chamado Romances em Contos que podem ser encontrados Amazon.

2. Se estivesse começando agora a sua carreira como escritora, mudaria alguma coisa?
Com certeza, uma delas seria ter controlado mais a ansiedade para arriscar uma publicação editorial, observaria mais o mercado e direcionar melhor o público alvo. Mas, tem coisas que a gente tem que passar para aprender.

3. Dos livros que escreveu, tem algum que seja a seu favorito?
Eu já publiquei mesmo que de forma não comercial como, por exemplo, no Wattpad que ainda é uma fonte inesgotável de aprendizado e contato direto com os leitores e tenho grande carinho por todos os enredos que já publiquei, mas ainda sim tenho um carinho enorme pelo Um Amor de Aluguel que tenho retorno até hoje do enredo e também do livro Jogos de Máscara (Às vezes penso em publicar de forma comercial) que foi a minha estreia no Wattpad e através dele conheci pessoas maravilhosas.

4. Com quantos anos despertou seu interesse pela leitura?

Creio que desde sempre, mas aflorou mesmo aos onze anos por conta da biblioteca escolar que eu tinha acesso e fui conhecendo livros, autores e grandes histórias com isso foi abrindo algo na minha mente ou no coração. Tanto que o meu primeiro conto publiquei aos 16 anos que chama-se Lembranças de um antigo amor. Mas com certeza devo tudo a escola, meus pais e uma tia que tinha uma estante cheia de livros.

5.Qual livro que você leu e não gostou, mas todos gostam?
Estilhaça-me de Tahereh Mafi
Saga De repente – Susan Fox

6. Se pudesse escrever um livro com três autores nacionais, quem seriam e por quê?
Lya Luft pois acho os seus textos tão leve e direto, que é o que sinto falta nos meus então aprenderia muito ao seu lado.
João Ubaldo Ribeiro (que não está entre nós) pois seus textos regionais são cativantes e até aqueles mais picantes tem uma pitada de humor muito boa. Creio que aprenderia muito com ele que parecia escrever sem pressa mas com uma verdade que falta hoje.
Maria Adelaide Amaral por seus livros infanto-juvenis, peças de teatro e os biográficos e as claro as novelas. Tenho uma admiração por tudo que ela faz no mundo literário.


7. Dos livros que escreveu, qual é o seu favorito? Conte-nos um pouco sobre ele, sem dar spoiler, cuidado hein...

Bom, já falei dos publicados então vou contar dos contos. Na edição Romance em contos com o tema Natal e o Bebe chegou! (das quais participo) lá tem personagens que são os meus mais velhos e espero poder contar o antes e o depois deles um dia, em um novo projeto e contar sobre todos que vivem em torno deles, pois nos contos resumi tudo no casal, mas na verdade é uma turma toda cheias de histórias, segredos e reviravoltas. Quem quiser dá um conferida os e-books estão na Amazon.

8. Gosta de trabalhar em silêncio absoluto ou prefere ouvir música enquanto trabalha?
Preciso dos dois, a música ajuda a compor os personagens quando estão sendo escritos, porém quando releio preciso do silêncio.

Se pudesse tomar café com um autor, pode ser qualquer um mesmo, quem seria? e Por quê?
Sidney Sheldon, pois aquela mente era brilhante, na verdade ainda é já que sua obra está imortalizada.

9. Qual seu processo de escrita?
A ideia chega de mansinho, vou anotando tudo como um roteiro então vem o ambiente, os nomes e os conflitos, então pesquiso que não é tão fácil assim e logo penso no nome do livro e até na capa. Depois que está tudo anotado e pronto para começar então começo a escrever, mas mesmo assim sempre preciso de um bom olhar clinico para não me deixar estender ou ter grandes erros.

10. Deixe um recado pros leitores do blog.

Primeiro agradeço o espaço do blog, e dizer que foi maravilhoso a conversa e o convite aqui. E para o pessoal do blog, digo que se gostam de romances venham conhecer a minha página no Facebook pois está tudo lá, tudo o que faço, escrevo sempre está registrado lá. Link: https://www.facebook.com/autorarobertadelcarlo/
E também quero dizer que se você, leitor desse blog tem algum sonho e agora está passando por algum momento não satisfatório, então: Pare. Respire e continue.
Toda luta é árdua e se tem muito amor então valerá ser vivida, desbravada e um dia contada.
E mais uma vez obrigada e aguardo por vocês.



Agora um De frente com Maisa: curiosidades sobre você.
1. Amar ou ser amada?
Os dois é bom
2. Doce ou salgado?
Salgado.
3. Se pudesse viajar agora, para onde iria?
Gostaria de ir para a praia.
4. Um sonho de consumo?
Comer de tudo sem engordar
5. Um desejo que você já realizou?
Publicar um livro.
6. Um sonho de consumo?
Publicar outro, ainda melhor que o anterior.
7. Autor preferido?
Minha lista é imensa e não quero deixar ninguém de fora.
8. Sua comida favorita?
Pizza
9. Frio ou calor?
Calor.
10.Roberta por Roberta, quem é você?
Uma jovem mulher cheia de sonhos e enredos para contar, e que tenta equilibrar tudo da melhor forma possível os objetivos da vida adulta, a vida familiar e os sonhos que não tem limites. E que vai sempre continuar tentando, remando e nadando até ver o seu dia chegar.

[News] Sabrina aprendiz de feiticeira vai voltar!


Eu tô chocada em LA, com issoooooooooooo....... Sabrina a aprendiz de feiticeira vai ganhar um reboot, e eu já estou surtando!

Com a chegada da série produzida pela CW, Riverdale, muitos se perguntaram se ela voltaria. 
Sim, Sabrina faz parte do universo dos quadrinhos de Archie.



Segundo o produtor da série Riverdale, Roberto Aguirré-Sacasa à Entertainment Weekly, "Há absolutamente um universo onde Sabrina aparece em Riverdale e afirmo que ela tem uma grande chance de aparecer na série".

E agora, depois de tanta insistência dos fãs a série derivada de Riverdale, focada em Sabrina foi anunciada, na Entertainment Weekly,  como "em desenvolvimento" pela CW e Warner Bros.

O projeto se chamará: " The Chilling adventures of Sabrina", em português "As aventuras assombrosas de Sabrina", está prevista para 2018/2019 e será focada no lado sombrio da personagem, que terá que se dividir entre a sua vida mágica enfrentando as forças do mal e seu cotidiano. O produtor será  Roberto Aguirré-Sacasa, o mesmo de Riverdale.

Eu amava a série, quando era adolescente e mal posso esperar por esse Remake, e você curtiu a novidade?


Escrito por Juliana Brito



23 setembro 2017

[News] Stranger Things e a trama da próxima temporada.



Com a aproximação do lançamento de sua segunda temporada, as notícias sobre Stranger things não param de aparecer, e desta vez os portadores, foram os próprios criadores, os irmãos Duffer.






Em entrevista para o site Heroic Hollywood, os produtores revelaram que a história trará muitas aventuras e grandes momentos para os seus personagens:



Ross: “A coisa boa é que nós não temos uma criança desaparecendo nos primeiros 10 minutos, então todos não estão pilhados para tentar salvar seus amigos. Isso nos permite explorar mais desses personagens em sua vida normal, e nos divertir mais com eles. Mas uma vez que as coisas dão errado, nós aumentamos as escalas rapidamente, e as coisas ficam bem loucas mais para o final.”
Matt“Nós somos caras dos filmes, e desde o começo nós pensamos nessa nova fase mais como uma sequência do que uma 2ª temporada. Por isso é Stranger Things 2. Está se baseando em muitas das ideias que estabelecemos na 1ª temporada, mas estamos introduzindo novas ameaças, novos desafios e a ideia é resolver isso mais para o final da temporada.”


Vale ressaltar que a segunda temporada tem sua data de estréia para 27/10 e que nessa temporada contaremos com novos personagens na trama: 
Sean Astin(Os GooniesO Senhor dos Anéis), Paul Reiser (Whiplash)Linnea Berthelsen (Teenland), Dacre Montgomery (Power Rangers), Sadie Sink (American OdysseyThe Americans) e Will Chase (Nashville).

Stranger Things é uma das minhas séries preferidas e eu mal posso esperar pela estréia, ansiosos?

Trailer: 

Escrita por Juliana Brito




[News] A Fantástica Fábrica de chocolate ganhará um novo filme



Fãs de "A Fantástica fábrica de chocolate" aqui?!
Então fiquem ligados, pois segundo a revista , a Warner comprou os direitos do livro que inspirou o clássico, então, mais um reboot está pra sair do forno, e ao que tudo indica, já tem até produtor, o consagrado, por Harry Potter e Animais Fantásticos, David Heynman.


O novo filme focará na origem do Willy Wonka e no surgimento da sua fábrica; outra coisa que pode vir a acontecer é o fato das crianças, presentes no clássico, não estarem neste, porém não é descartado o aparecimento em franquias futuras.

Ryan Gosling, manifestou interesse em interpretar Willy Wonka, será que seria uma boa escolha?





E enquanto o Remake não chega, vai rolar um musical incrível em homenagem aos 46 anos da história, ele se chamará "Willy Wonka & The Chocolate Factory In Concert at the Hollywood Bowl: A live-to-filme Celebration"; e contará com Finn Wolfhard no papel de Charlie, o ganhador do bilhete dourado.

Queria aqui no Brasil, não vou mentir.... e você?




Escrito por Juliana Brito


22 setembro 2017

[Música] Johnny Hooker + Liniker + Almério no Rock in Rio



Então, eu não estava planejando fazer matéria sobre o Rock in Rio - até porque eu não fui nem vou dia nenhuma! Mas é impossível manter-se quieto, indiferente e impassível ao show do Johnny Hooker no Palco Sunset, no último Domingo (17), com as participações de Linikier e os Caramelows, e de Almério.

Numa mistura de repertórios, Johnny Hooker chegou já chutando as portas e derrubando tudo com a faixa Intro, do seu novo álbum, Coração (2017), seguida de Touro, uma de suas faixas mais forte. Corpo Fechado vei logo em seguida, com participação virtual de Gabi Amarantos. Alma Sebosa veio logo na sequência, e com uma pegada mais pesada na guitarra chegou Amor Marginal.

Logo chega Liniker com seus hits, dueto com Hooker e depois, Almério... mas eu não vou falar das músicas. Não diretamente. O show foi além disso; foi além do entreterimento. Do inicio ao fim, o trio mandou uma mensagem clara, sem medo, sem medidas, a plenos pulmões para quem quisesse ouvir - e também para quem não quisesse! AMAR SEM TEMER.

O show foi um manifesto de amor, aceitação e respeito mútuo, absolutamente emocionante do início ao fim; uma performance política, uma manifestação de força contra a opressão e o preconceito. Foi impossível não se arrepiar com esse show - isso eu assistindo pela TV, imagina estando lá! A união entre artistas e público foi tão grande; a conexão foi tão forte que era quase palpável. Nascia, naquele palco, de uma vez por todas, vozes poderosas que guiarão essa geração na luta por aceitação e respeito, seja por cor da pele, credo ou sexualidade. Um show de orgulhos: de ser quem somos e de ter artistas desse porte nessa luta diária.

Se você não assistiu, procure por todos os sites que puder e assista! Valerá cada segundo.



[Resenha] Amor Súbito

"A regra número um do sargento do BOPE Carlos Mendes Novaes era nunca se envolver profundamente com uma mulher. Elas só eram passatempos dispensáveis após uma noite de sexo, sem o direito sequer de dormir ao seu lado. Afinal, para que um compromisso se ele podia ter várias mulheres ao seu prazer? Para Clara Albuquerque Torres, só há um objetivo em mente: terminar a faculdade de engenharia e provar ao seu pai, que fora negligente durante toda sua vida, toda a sua capacidade de conquistar seus objetivos. E, para isso, não deixaria ninguém distraí-la de suas metas, principalmente um determinado sargento sedutor... Ele tinha uma regra e queria todas. Ela tinha um objetivo e não queria ninguém. Mas um encontro entre os dois faz nascer um súbito desejo, colocando em xeque a determinação de ambos. Uma história recheada de desejos, enganos, distância, dor e muito amor se inicia... O que você seria capaz de fazer por amor???"

O que eu achei?
Amor súbito é o segundo livro da série de Cristina Melo, e se você já leu a resenha de A missão agora é amar, sabe que uma das coisas que mais me encantou na escrita da autora foi o realismo que ela dá a história e na composição das personagens, fiquei encantada e muito animada para ler o próximo livro, então vocês imaginam a minha surpresa ao encontrar uma mocinha que além de muito real, também tem uma característica em comum comigo: fazemos o mesmo curso na faculdade, Engenharia Civil. Pode parecer um simples fato, mas a questão é que mulheres nas áreas de exatas não são muito representadas na literatura contemporânea, mesmo com toda a força do movimento feminista, então este detalhe fez e faz toda diferença pra mim e o livro já começou conquistando um grande espaço no meu coração.

Clara é irmã de Gustavo, protagonista do primeiro livro, e ao contrário do convencional a história de Clara e Carlos, sargento do BOPE, começa bem antes da de Carlos e Lívia, e as histórias se encontram, é claro, já que no primeiro livro a autora já faz menção aos personagens, o que torna a história ainda mais interessante, enquanto lemos uma história sabemos que tem outra acontecendo ali e é bem igual a vida mesmo, várias histórias se acontecendo e se fundindo. AMEI!

Carlos literalmente esbarra com a Clara em um restaurante e garante um banho de macarrão nos dois, que até tentam sentir raiva um do outro, mas ao se olharem a conexão é imediata, pena que todo esse clima bizarro e romântico ao mesmo tempo fosse quebrada por uma ligação no telefone nele, que Clara entende por ser a esposa dele, então corre pro banheiro e foge dele. Mas ninguém pode fugir do destino, ela não consegue tira-lo da mente, e ao sair para se distrair, acaba por encontrar o motivo de sua fuga, e dessa vez não consegue resistir e termina na casa dele.

Ela só não contava em o bonitão não ser casado, muito pelo contrário Carlos é um perfeito mulherengo, e pra piorar ainda mais a situação Gustavo é simplesmente o superior de Carlos no batalhão, então Clara decide que não quer um relacionamento, enquanto ele o dito mulherengo fica completamente enfeitiçado e só sossega quando passa a chama-la de namorada, mas o passado de Carlos acaba gerando muitas incertezas no futuro e uma armação pode colocar tudo a perder, quando a dor é grande demais, fugir pode parecer a única solução, porém quando o amor é verdadeiro, os outros não importam muito menos o tempo, ele sobrevive a tudo e vai dar um jeito de vencer no final.

Uma história leve sobre um amor intenso e sofrido, afinal temos a mania de achar que quando tudo acontece rápido é porque é errado e acabamos fugindo da nossa própria felicidade, e isso “Amor súbito” mostra muito bem. E mais uma vez Cristina Melo vem trazendo uma trama real com personagens reais que fazem cada tom do romance ser encantador, apaixonante e inesquecível para os leitores.

[News] 20 anos de Homogenic


Se eu sou fissurado em Björk? Sim, sou, e muito! Muito mesmo! Então por isso falarei muito dela aqui. Na verdade não dela, mas de seu terceiro álbum de estúdio, o hinário Homogenic, que hoje comemora seus vinte anos de pura perfeição!

Nesta obra-prima da música, Björk dá seus primeiros passos no experimentalismo musical, misturando suas referências e experiências de álbuns passados - a união do eletrônico ao clássico - com o uso de vocais rasgados, trip-hop e letras íntimas, criando a guerreira que vemos personificada na capa do álbum: a gueixa vestindo um Alexander McQueen (muita classe), com seu longo pescoço e olhos biônicos.

Eu demorei um pouco para digerir o que Homogenic representa, principalmente por seus elementos eletro-beat, que não me agradam muito. Mas como Björk vai além de som, hoje esse é álbum figura como um dos meus favoritos da vida. Cheio de simbolismo, o álbum nos mostra o amadurecimento de uma mulher - a transição da jovem para a adulta e como sua visão e reação ao mundo muda com isso. Uma trajetória de "quem estou me tornando" bem diantes dos nossos olhos!... ou ouvidos, pra fazer mais sentido.

Os clipes são um show a parte, e a própria artista disse que esse álbum mais próximo de sua essência islandesa. Em uma entrevista para Oor na mesma época do lançamento, ela disse:

"Eu olho para isso com um documento. E o título do álbum indica que ele vem de mais ou menos uma direção: direto do coração, porque lar é onde está o coração."

"Minha ideia era chamar o álbum de Homogenic, que é sobre eu ser de um lugar, mas ao mesmo tempo de outros dez diferentes."

Então, se você não conhece a artista, eis um ótimo álbum para iniciar sua jornada nesse mundo cheio de conceitos, que irá mexer com todos os seus sentidos e te fará ter uma compreensão completamente nova do que é e pode ser "música". E me digam o que acharam quando ouvirem.



21 setembro 2017

[Nerds & Geeks] Especial Stephen King


No dia do aniversário de 70 anos do mestre do terror, Stephen King, decidi fazer um especial sobre a carreira de um dos maiores escritores de todos os tempos. 

Stephen nasceu no dia 21 de setembro de 1947 em Portland, no estado do Maine. Sua mãe, Nellie Pillsbury, trabalhava como cuidadora de pessoas com doenças mentais e seu pai, Donald Edwin King, era um mercador de produtos marítimos. Quando Stephen tinha apenas 2 anos, seu pai saiu com o pretexto de comprar um pacote de cigarros e nunca mais foi visto. Nellie teve que criar Stephen e seu irmão mais velho David sozinha e logo voltaram para a cidade natal dela, também no Maine, para cuidar dos pais dela, que já eram idosos.


Desde a adolescência Stephen devorava histórias em quadrinhos e filmes de terror e ficção científica. Seus primeiros contos foram publicados em uma revista publicada junto com seu amigo Chris Chelsey, People, places and things, em 1960, quando ele tinha apenas 13 anos.  Apenas dez exemplares foram feitas e pelo que se sabe, a única que ainda existe encontra-se em posse do autor.


Seu primeiro livro, Carrie, a estranha, sobre uma garota com poderes telecinéticos que sofre bullying na escola e é criada por uma mãe super religiosa. Até que um dia resolve se vingar das humilhações sofridas na escola e de sua progenitora por não deixá-la ter uma adolescência comum.  Foi adaptado para o cinema 3 vezes: em 1976 (a mais famosa) com Sissy Spacek no papel principal e dirigido por Brian De Palma. A segunda é de 2002, com Angela Bettis como Carrie e é a versão mais fiel ao livro. A última, lançada em 2013, tem Chloe Grace Moretz como Carrie e Julianne Moore como Margaret, a mãe.Essa foi a adaptação mais fraca, de acordo com a crítica (e devo dizer que concordo).


Os anos 70 e 80 são marcados por obras épicas como O Iluminado, A dança da morte, A zona morte, Cemitério Maldito (em que o filme de 1989 é baseado) Trocas macabras, A longa marca, À espera de um milagre (adaptado para o cinema em 1999, com Tom Hanks), a primeira coletânea de contos Sombras da Noite, alguns escritos sob o pseudônimo de Richard Bachman, Fúria, A longa marcha, A autoestrada e O concorrente, a série A torre negra, Conta comigo (em que o filme de 1986 com Joaquin Phoenix é baseado) e Um sonho de liberdade (filme de 1994 com Morgan Freeman)Tripulação de esqueletos, Saco de ossos, A casa negra (escrito com Peter Straub), Rose Madder,Insônia O talismã, Os olhos do dragão e Salem são alguns dos mais famosos.



Algumas das edições brasileiras 

Outras obras que ganharam adaptação para as telonas, sejam filmes ou séries de TV, foram Sob a redoma, Colheita Maldita, Christine, Cujo, A hora do lobisomem, Miséria, Dolores Clairbone, A maldição do cigano, O apanhador de sonhos, 1408, Montado na bala,Sede de vingança, Creepshow 1 e 2 e A good marriage. Em 2007, fizeram um filme de O Nevoeiro e esse ano a Netflix  produziu uma série baseada na mesma história.A minisérie de It de 1990 estrelando Tim Curry como o Pennywise (cuja primeira tradução brasileira foi Parcimonioso) traumatizou a infância de muita gente.


Stephen lançou a trilogia Senhora Mercedes, composta pelos livros Senhora Mercedes, Achados e perdidos, Achados e perdidos e O último turno, que virou minisérie esse ano com Brendan Gleeson.


Ele lançou em 2014, Doutor Sono,a continuação de O iluminado, em que vemos um Daniel Torrance adulto que volta ao hotel Overlook para descobrir mais sobre as aparições do primeiro livro.


Outro título que foi lançado há pouco tempo e está na minha lista para ler é a coletânea de contos Bazar dos sonhos ruins.



                Coleção das edições originais americanas

Ele é casado com Tabitha King desde 1971 e ambos vivem em Bangor, no Maine. O casal tem 3 filhos: Naomi, Owen e Joseph. Joseph seguiu os passos do pai e virou escritor. Suas obras são lançadas sob a alcunha de Joe Hill. Li o ótimo A estrada da noite em 2009, recomendo e esse ano foi lançado Mestre das chamas, lançado aqui pela Editora Arqueiro. Uma curiosidade: o conto de Hill, Horns (traduzido como Amaldiçoado aqui) inspirou o filme com Daniel Radcliffe.


Nesse ano, o autor lançará duas obras: Gwendy´s Button Box (A caixa de botões de Gwendy, em tradução livre)foi escrito em parceria com Richard Chizmar. Ainda sem título em português, essa é a sinopse oficial:



"Há três maneiras de enxergar a cidade de Castle Rock de cima: A Rota 117, a Pleasant Road e as Suicide Stairs (Escadas do Suicídio). Todos os dias, no verão de 1974, Gwendy Peterson, de doze anos de idade, subiu as Escadas do Suicídio, que são mantidas por fortes parafusos de ferro (enferrujados pelo tempo) ziguezagueando até o penhasco.
No topo da escada, Gwendy prende a respiração e escuta os gritos das crianças no playground. De um pouco mais longe vem o barulho de um bastão de alumínio batendo contra uma bola de baseball enquanto as crianças da Liga Senior praticam para o jogo de caridade do Dia do Trabalho.
Um dia, um estranho telefona para Gwendy: “Ei, menina. Venha cá um pouco. Nós devemos trocar uma palavrinha, você e eu.”
Em um banco à sombra está um homem de calça preta, um casaco preto, um terno preto e uma camisa com o colarinho desabotoado. Em sua cabeça está um pequeno chapéu preto. Chegará um tempo em que Gwendy terá pesadelos sobre esse chapéu…”
Adorei essa capa psicodélica, me lembrou Stairway to heaven, do Led Zeppelin.
Chizmar ainda não é muito conhecido do público brasileiro mas esse público deve mudar em breve, pois ele é editor da revista Cemetery Dance e dono da editora Cemetery Dance Publications, uma editora especializada em publicar edições especiais, limitadas e em capa dura de diversos autores, entre eles o próprio King.

O outro lançamento desse ano será Sleeping Beauties (Belas Adormecidas, em tradução livre)em parceria com seu filho mais novo, Owen King. Essa é a sinopse oficial no site do autor:


“Algo acontece quando as mulheres vão dormir; elas se tornam envoltas em uma espécie de casulo de gaze. Se elas são despertas, se a gaze em volta de seus corpos são mexidas ou violadas, as mulheres ficam ferozes e espetacularmente violentas; e enquanto dormem, elas vão para outro lugar. Os homens do nosso mundo estão abandonados, largados em seus crescentes instintos primitivos. Uma mulher, no entanto, a misteriosa Evie, é imune à benção e a maldição da doença do sono. Seria Evie uma anomalia médica a ser estudada? Ou seria ela um demônio que deve ser assassinado?




Uma coisa é certa: mesmo depois que ele se for, o mestre continuará nos aterrorizando mas ao mesmo tempo inspirando! Qual é seu livro favorito dele? E filme ou série baseado em alguma obra dele? Conte nos comentários.


PS: Uma dica: a editora Darkside lançou uma biografia do SK em 2013 intitulada Coração Assombrado, que estava esgotada, vai ser relançada no final desse ano para comemorar o septuagésimo aniversário! 


[News] Divulgada primeiras imagens de Maze Runner - Cura mortal!


AAAAAAAAAAAAA ESTAMOS SURTANDO!
Depois de tanta espera, tantos adiamentos e tantos contratempos, finalmente tivemos as primeiras imagens do terceiro filme da franquia de Maze Runner, Cura mortal!

A FOX divulgou hoje as imagens, dias após o aniversário do primeiro filme da franquia, através do BuzzFeed.
Confira agora:






Cura mortal chega as telonas em Fevereiroo de 2018, e desta vez Thomas (Dylan O´Brian) terá a missão de encontrar a cura para uma doença mortal chamada Fulgor, e durante essa busca descobre os terríveis planos de C.R.U.E.L, planos estes que podem trazer graves consequências para a humanidade, restando a Thomas a decisão de se entregar ao C.R.U.E.L e confiar na promessa que aquele será o último experimento. 






Ansiosos pelo filme?
Eu Mal posso esperar!


Escrito por Juliana Brito