22 fevereiro 2018

[Crítica Teatral] Grande Sertão Veredas


Sinopse:
Depois de recriar o sertão de João Guimarães Rosa em uma exposição que inaugurou o Museu da Língua Portuguesa, Bia Lessa retoma a obra-prima do autor em montagem inovadora na rotunda. O espetáculoinstalação, com recursos que ampliam a dimensão sonora, apresenta a epopeia do jagunço Riobaldo que atravessa o sertão para combater seu maior inimigo, Hermógenes, seu pacto com o diabo e seu amor por Diadorim. O cenário estará aberto à visitação do público.

O que eu achei?
Intenso, dramático, engraçado e mágico. Bia Lessa não só fez montagem e cenário inovadores, mas, sim, algo profundo que te toca de todas as formas, em cada um dos seus sentimentos. Medo, raiva, excitação e provocação. Uma orquestra não se faz só com maestro, por isso contamos com um elenco de peso, com nomes reconhecidos e outros nem tanto (por mim), mas que me cativaram desde os primeiros movimentos. 

Entendam que aqui não existem atos ou cenas. Existe o texto, os atores e o palco. Existe Guimarães Rosa ali, sem freio, sem paradas, somente indo a 100km por hora. Nós, espectadores, ficamos sentados em 360º com grades (Que você pode interpretar tanto como uma jaula para toda a intensidade que a peça traz, não deixando escapar seus mais selvagens instintos; Ou para nos segurar diante de tanta emoção), fones de ouvidos para escutar uma trilha sonora que te comove desde a sola do pé, até os sotaques e interpretações mais carregados. A montagem e o palco desenvolvido por Bia Lessa só te faz querer entrar cada vez mais na história e explorar cada sentimento que ali é deixado para dar continuidade ao texto. A iluminação te leva aos mais variados locais da obra, fazendo com que viajemos léguas com os cavalos dos jagunços e voltemos no passado de Riobaldo.

O elenco é, simplesmente, fantástico. Temos dez pessoas interpretando mais de 15 personagens, contando com as voltas ao passado e sub tramas que ali se escondem no texto. Os atores são animais, seres humanos e natureza, onde tudo se encontra e se mistura em um delicioso caos. Caio Blat, Luísa Arraes e Leonardo Miggiorin já eram nomes conhecidos por mim e que eu fiquei felicíssimo em encontra-los dentro do caos que é o sertão. A história contada por Riobaldo não carece de informações e de um sotaque mais que carregado, cuspindo palavras que não te fazem parar de refletir como o ser humano é complexo. Isso, claro, respeitando toda a obra de Rosa. 

Foi uma das melhores e únicas experiências que eu tive no teatro e que eu nunca vou esquecer. Analisando e lendo o programa do espetáculo (que fica disponível uma hora antes de começar), você consegue perceber como o texto se encaixa para as nossas situações sociais atuais. Matamos e julgamos por lei própria, sem se preocupar com as vidas que serão afetadas pelos nossos atos. Apesar de Grande Sertão: Veredas falar sobre um passado, ele pode ser muito bem contextualizado com o nosso presente: Quando quase não vemos mais a complexidade do homem. 

A peça fica em exibição até o dia 31 de março, de quarta a domingo, às 21h, no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB). O cenário é aberto para visitação.  

Ficha Técnica:
Concepção, direção geral e adaptação: Bia Lessa.
Texto: Guimarães Rosa.
Elenco: Caio Blat, Luíza Lemmertz, Luísa Arraes, Leonardo Miggiorin, Leon Góes, Balbino de Paula, Daniel Passi, Elias de Castro, Lucas Oranmian e Clara Lessa.

 Por Sergio Augusto

[News] Vencedores BRIT Awards 2018


Ontem (21), aconteceu o BRIT Awards 2018, uma das maiores premiações da música britânica confira agora os vencedores da noite!

Artista Feminina Britânica
Dua Lipa (VENCEDORA)
Jessie Ware
Kate Tempest
Laura Marling
Paloma Faith

Artista Masculino Britânico
Ed Sheeran
Liam Gallagher
Loyle Carner
Rag’N’Bone Man
Stormzy (VENCEDOR)

Álbum Britânico do Ano
Dua Lipa, “Dua Lipa”
Ed Sheeran, “÷”
J Hus, “Common Sense”
Rag’n’Bone Man, “Human”
Stormzy, “Gang Signs & Prayer” (VENCEDOR)

Vídeo do Ano de Artista Britânico
Anne-Marie, “Ciao Adios”
Calvin Harris Feat. Pharrell Williams/Katy Perry/Big Sean, “Feels”
Clean Bandit Feat. Zara Larsson, “Symphony”
Dua Lipa, “New Rules”
Ed Sheeran, “Shape of You”
Harry Styles, “Sign of The Times” (VENCEDOR)
Jonas Blue Feat. William Singe, “Mama”
Liam Payne Feat. Quavo, “Strip That Down”
Little Mix, “Touch”
ZAYN and Taylor Swift, “I Don’t Wanna Live Forever”

Artista Revelação Britânico
Dave
Dua Lipa (VENCEDORA)
J Hus
Loyle Carner
Sampha

Grupo Britânico
Gorillaz (VENCEDOR)
London Grammar
Royal Blood
Wolf Alice
The xx

Single Britânico
Calvin Harris Feat. Pharrell Williams/Katy Perry/Big Sean, “Feels”
Clean Bandit Feat. Zara Larsson, “Symphony”
Dua Lipa, “New Rules”
Ed Sheeran, “Shape of You”
J Hus, “Did You See”
Jax Jones Feat. Raye, “You Don’t Know Me”
Jonas Blue Feat. William Singe, “Mama”
Liam Payne Feat. Quavo, “Strip That Down”
Little Mix, “Touch”
Rag’n’Bone Man, “Human” (VENCEDOR)

 Artista Feminina Internacional
Alicia Keys
Björk
Lorde (VENCEDORA)
P!nk
Taylor Swift

Artista Masculino Internacional
Beck
Childish Gambino
DJ Khaled
Drake
Kendrick Lamar (VENCEDOR)

Grupo Internacional
Arcade Fire
Foo Fighters (VENCEDOR)
Haim
The Killers
LCD Soundsystem


Por Leonardo Alves

[Programação] Estreias da Semana - 22/02

Pequena Grande Vida
Sinopse: Na cidade de Omaha, as pessoas descobrem a possibilidade de reduzir de tamanho para uma versão minúscula, a fim de terem menos gastos vivendo em pequenas comunidades que se espalham pelo mundo. Encantado após ter contato com amigos que passaram pelo processo, um homem (Matt Damon) decide convencer sua esposa (Kristen Wiig) a adotar o curioso novo estilo econômico de vida.

Estreia: 22/02


Assista ao trailer:




A GRANDE JOGADA
Sinopse: Após perder a chance de participar dos Jogos Olímpicos devido a uma fatalidade que resultou em um grave acidente, a esquiadora Molly Bloom (Jessica Chastain) decide tirar um ano de folga dos estudos e ir trabalhar como garçonete em Los Angeles. Lá conhece Dean Keith (Jeremy Strong), um produtor de cinema que decide contratá-la como assistente. Logo Molly passa a coordenar jogos de cartas clandestinos, organizados por Dean, que conta com clientes muito ricos e famosos. Fascinada com o ambiente e a possibilidade de enriquecer facilmente, Molly começa a prestar atenção a todos os detalhes para que ela própria possa organizar jogos do tipo.

Estreia: 22/02

Assista ao trailer:


TRAMA FANTASMA

Sinopse: Década de 1950. Reynolds Woodcock (Daniel Day-Lewis) é um renomado e confiante estilista que trabalha ao lado da irmã, Cyril (Lesley Manville), para vestir grandes nomes da realeza e da elite britânica. Sua inspiração surge através das mulheres que constantemente entram e saem de sua vida. Mas tudo muda quando ele conhece a forte e inteligente Alma (Vicky Krieps), que vira sua musa e amante.

Estreia:22/02

Assista ao trailer:



PAULISTAS
Sinopse: Através do olhar dos irmãos Samuel, Vinícius e Rafael, o documentário apresenta as transformações de Paulistas, região rural de Goiás. Os três se mudaram para Catalão, que fica na região urbana, deixando para trás a cidade onde nasceram, para onde voltam no período de férias.

Estreia: 22/02

Assista ao trailer:


MINHA AMIGA DO PARQUe

Sinopse: Liz (Julieta Zylberberg) é uma mãe de primeira viagem que está cuidando sozinha do filho enquanto o marido viaja à trabalho. Ela começa a frequentar uma pracinha, point de de mães e pais, e lá conhece Rosa (Ana Katz), com quem estebelece ligação imediata. Logo elas trocam confissões, apoiam uma a outra e até passam por pequenas aventuras. No entanto, quando as mentiras de Rosa se revelam, seus pedidos ficam cada vez mais esquisitos e suas ações imprevisíveis, Liz percebe que não sabe com quem está lidando.

Estreia: 22/02


Assista ao trailer:




Por Leonardo Alves

[Nerds & Geeks] Segredos da S.H.I.E.L.D



A organização secreta que já apareceu em vários filmes do Universo Cinematográfico da Marvel e inspirou uma série de TV, é uma das armas mais poderosas para manter o mundo a salvo.
Na primeira aparição, em agosto de 1965,o significado da sigla era Supreme Headquarters, International Espionage, Law-Enforcement Division. Se tivesse sido traduzido literalmente ficaria algo como ´´Quartel-General Supremo,Espionagem Internacional e Reforço da Lei´´. Felizmente, optaram por manter a sigla original em inglês que é bem mais fácil de pronunciar do que a traduzida D.Q.G.S.E.I.A.
Atualmente, o significado da sigla é Strategic Homeland Intervention, Enforcement and Logistics Division, cuja tradução é ´´Divisão de Intervenção Estratégica da Pátria, Reforço e Logística´´ o que condiz perfeitamente com o objetivo da organização, que é defender o mundo de ameaças (lembrando que Shield é escudo em inglês).As especialidades são o combate a terroristas, super-vilões,aplicação da lei e defesa do planeta Terra de possíveis ataques ou invasões.Ela responde diretamente ao Conselho de Segurança Mundial.
A origem da organização
Capa da HQ em que a S.H.I.E.LD. apareceu pela primeira vez

Na série Strange Tales (Contos Estranhos) o Coronel Nick Fury, um oficial do governo americano que teve a ideia de fundar uma empresa dedicada à proteção mundial. Essa ideia foi concebida por ele logo após o final da Segunda Guerra Mundial mas ele nunca apresentou sua ideia para o governo porque achava que essa iniciativa não seria levada a sério.
Para surpresa de Nick, suas ideias chegaram ao conhecimento da ONU e uma divisão gostou da ideia e decidiu apresentá-la para os EUA e aprovada pelo governo. A operação foi tão secreta que nem o próprio Fury soube de sua fundação e só ficou sabendo depois que ela já tinha sido fundada e ele foi convidado a assumir o cargo de Diretor de Operações porque seu antecessor havia sido assassinado pela HYDRA (aliás, a entidade fundada pelo Barão Von Strucker foi a razão pela qual o governo aprovou a ideia da SHIELD, para arranjar um método de se defender das forças da entidade nazista que aumentava a níveis assustadores). Mas não pense que Fury é o manda-chuva da agência porque até mesmo tem que se reportar a um Conselho de Executivos,composto por 12 membros cujas identidades são desconhecidas.
Uma curiosidade: durante uma entrevista de 2014, Stan Lee afirmou que a criação da SHIELD ocorreu numa época em que estava na moda criar organizações de inteligência secreta e que o desenho The man from U.N.C.L.E o inspirou a criar sua própria. E sim, esse desenho é o que o filme com Henry aka Super-Homem Cavill foi inspirado.

Nick Fury, Diretor de Operações 
Durante a Segunda Guerra Mundial, Nick Fury serviu ao Exército americano. Ele era líder do Comando Selvagem, um esquadrão dos agentes mais habilidosos. Cable dos X-Men e Bucky Barnes, futuro Soldado Invernal, eram membros desse time, assim como o Capitão. Eles lutaram contra os inimigos mais letais da época, como o Barão Zemo e o Caveira Vermelha.
Fury nunca foi aquele tipo de chefe que senta confortavelmente atrás de uma cadeira e apenas dá as ordens e espera os outros cumpri-las. Pelo contrário, ele sempre fez questão de participar dos embates comandando o time na linha de frente com um fuzil na mão e seu único olho brilhando.

Aliás, por falar em olho, como ele ficou caolho?
Capa da edição em que Nick Fury perdeu seu olho

Essa é uma pergunta que não foi respondida nos filmes (pelo menos, até agora).No filme Capitão América: O soldado invernal, ele fala para o Capitão: ´´Da última vez em que confiei em alguém, perdi um olho´´ mas não revela a história de como ele foi perdido.
Na HQ Sgt.Fury and the howling commandos´´ número 27, a verdade é revelada.
Na história original,ele foi atingido por uma granada no campo de batalha e perdeu 95% da visão de seu olho esquerdo e deixando três cicatrizes, tornando necessário o uso do tapa-olho. Isso aconteceu durante uma missão na Holanda com seus colegas Red Hargrove e Samuel Sawyer. Hargrove foi morto durante o ataque a Pearl Harbor e Fury foi lutar contra os nazistas no norte da África e após se reencontrar com Sawyer, esse deu a Fury a liderança do US Rangers First Attack Squad. E foi durante uma dessas missões desse esquadrão que ele foi atingido pela granada. O Professor Berthold Sternberg,um aliado da S.H.I.E.L.D desenvolveu uma fórmula para retardar o processo do envelhecimento e deu a fórmula para Nick, que passou a tomar injeções regulares. Está explicado porque passadas tantas décadas, ele continua com a mesma cara!

Os agentes altamente qualificados
Alguns agentes da série de TV
É óbvio que para um órgão tão importante quanto a S.H.I.E.L.D , apenas os top do top poderiam trabalhar lá. Nick Fury teve que recrutar esses agentes de vários países e os primeiros a responder foram seus velhos colegas do Chamado Selvagem. Várias equipes são formadas, normalmente uma para cada missão diferentes, reunindo os agentes que seja especializados em uma área que ajude a solucionar aquele problema. Por exemplo, se o sistema do Pentágono for hackeado, será montada uma força-tarefa com agentes especializados em informática. Eles sempre tiveram relações amigáveis com times de super-heróis como os Vingadores e o Quarteto Fantástico.

Inimigos

Se apenas a HYDRA fosse inimiga da S.H.I.E.L.D certamente eles não teriam tanto trabalho. Órgãos como o Tentáculo (aquele que ressuscitou a Elektra e fez uma lavagem cerebral nela), Mestres do Terror, que incluíam o Barão Zemo e o Venom em seus membros, o Zodíaco, que tinha um vilão equivalente a um dos 12 signos, Thunderbolts, que tinha Atlas e Sopranos, Illuminati,que incluíam a Medusa e o Jaqueta Amarela e H.A.M.M.E.R. liderados pelo Doutor Norman Osborn, o Duende Verde original.


Tecnologia
As indústrias Stark providenciam todos os equipamentos de ponta como porta-aviões que voam, mochilas a jato e iscas de modelo-vivo, andróides réplicas de uma pessoa cujas vidas estejam em perigo ou sejam suspeitas de um possível sequestro. Graças ao Homem de Ferro, nunca há falta de instrumentos.
Os relógios produzidas pelas Indústrias Stark 

Série de TV
Desde 2013, há uma série da ABC criada por Joss Whedon que mostra o que aconteceu depois dos eventos do primeiro filme dos Vingadores. Liderados por Phil Coulson (Clark Gregg) eles têm que enfrentar todo tipo de ameaça. Encontra-se atualmente na quinta temporada.

A S.H.I.E.L.D conta com os melhores agentes, tecnologia de ninguém menos do que Tony Stark e um líder como Nick Fury. De causar inveja até em James Bond e de fazer as pernas (ou melhor, tentáculos) da HYDRA tremerem!

[News] Primeiro álbum em 15 anos, Aaron Carter lança LøVë

Aaron Carter lançou seu primeiro álbum em 15 anos, LøVë, via Z-Entertainment/RED MUSIC. A faixa de destaque do álbum “Sooner or Later” tem quase 76 milhões de streams no Spotify.
“Don’t Say Goodbye” acumulou quase 1 milhão de streams em todas as plataformas desde seu lançamento, emplacou na parada viral do Spotify U.S e recebeu uma colocação privilegiada nas playlists  New Music Friday e Weekly Buzz do Spotify.
As faixas seguintes “Hard To Love” e “Good 2 Bad” (apresentadas na playlist New Music Friday do Spotify) estrearam no Apple’s Beats1 Request show e PopCrush, respectivamente. LøVë já está disponível para streamming.
A super estrela pop ganhador de alguns discos de platinas, já percorreu o mundo com outros músicos como Britney Spears e  Backstreetre Boys, e iniciará uma turnê solo no Estados Unidos, para lançamento do álbum, começando dia 22 de fevereiro em Teaneck, NJ.
Como profissional e artista consumado que é, Aaron tem se concentrado em desenvolver as faixas para LøVë por mais de dois anos, ele tem os créditos de escritor e produtor de cada faixa do álbum. Agora, como adulto, uma chama acendeu em Aaron para evoluir e crescer como artista, levando-o a estudar diferentes estilos e gêneros para incorporar nesse trabalho. O resultado da sua expansão musical pode ser ouvido em seu single recém-lançado, “Fools Gold”, de LøVë.
Em 2017, Aaron lançou a canção “Sooner or Later”. Em menos de 8 meses, gerou mais de 75 milhões de streams no Spotify e entrou para a playlist “Today’s Top Hits”, a lista Americana e mundial dos hits virais. “Fool’s Gold”, que a Billboard descreveu como “um olhar intrigante para como o cantor conhecido pelos hits na Radio Disney evoluiu na última década”, foi lançado em 2017.
A faixa já ultrapassou 7 milhões de ouvintes em streaming e entrou na lista da Billboard + Twitter Emerging Artist.
Aaron, que tem feito músicas desde seus 7 anos de idade, diz “Para mim, é tudo sobre a música, e se existe alguma coisa que aprendi nesse ultimo ano, é não se apegar ao passado, mas viver para o futuro”, ainda diz, “”Don’t Say Goodbye” engloba tudo que passei nesse ultimo ano” e “Sou muito grato aos meus fãs e estou ansioso para compartilhar esse momento profundamente pessoal, que veio do fundo do meu coração e alma” 
Aaron CarterAaron, agora aos 30 anos, iniciou musicalmente a carreira aos 7, cantando na banda “Dead End”. Dois anos depois, em 1997, fez sua primeira aparição solo, ao abrir para o “Backstreet Boys” (banda de seu irmão Nick Carter) em Berlim, na Alemanha. Meses depois, Aaron assinou com a gravadora e lançou seu primeiro single “Crush on You”, e lançou o seu primeiro álbum, “Aaron Carter”, que possui 5 discos de platina e ganhou ouro em diversos países. Depois de assinar com a Jive Records, no ano seguinte, Aaron lançou seu álbum “Aaron’s Party”, no ano 2000, que foi um sucesso instantâneo e ganhou 4 discos de platina vendendo mais de 3 milhões de copias. “Oh Aaron”, foi lançado em 2001, e ganhou 3 discos de platina, e em 2002 lançou “Another Earthquake” que ganhou 3 discos de platina.
Seu disco de canções mais tocadas “Most Requested Hits” foi lançado em 2003 e ganhou 2 discos de platina, seguido de uma outra compilação em 2006 “Come Get It: The very Best of Aaron Carter”.
Para mais informações, incluindo datas da tour, acesse:  http://aaroncarter.com/

 Siga o Aaron nas redes sociais:
InstagramTwitterFacebook


Por Leonardo Alves

[Crítica] A Grande Jogada

 SinopseApós perder a chance de participar dos Jogos Olímpicos devido a uma fatalidade que resultou em um grave acidente, a esquiadora Molly Bloom (Jessica Chastain) decide tirar um ano de folga dos estudos e ir trabalhar como garçonete em Los Angeles. Lá conhece Dean Keith (Jeremy Strong), um produtor de cinema que decide contratá-la como assistente. Logo Molly passa a coordenar jogos de cartas clandestinos, organizados por Dean, que conta com clientes muito ricos e famosos. Fascinada com o ambiente e a possibilidade de enriquecer facilmente, Molly começa a prestar atenção a todos os detalhes para que ela própria possa organizar jogos do tipo.
O que eu achei?
Aaron Sorkin, definitivamente teve "A" estreia, com A GRANDE JOGADA.
O Thriller dramático, baseado em uma história real, marcado por rápidos diálogos e enredo envolvente, te transmite as informações em piscar de olhos.

Chastain mostra para que veio, dando um show e mostrando a força da mulher na trama, que tanto gostamos de ver, logo após ter sido impedida de participar dos jogos olímpicos, se vê buscando novas oportunidades e logo começa a ser chamada de “A Princesa do Poker”.

Mas, nem tudo são flores, e logo poderosos estão a sua busca e ela se vê na mais delicada das situações. Racional ao extremo, traça um plano e parte em busca do objetivo,sabendo  o que quer. Molly usa de todos os artifícios, principalmente a sensualidade.


O elenco conta também com Idris Elba, que interpreta o advogado, que tem como missão livrar Molly de sua acusação. A relação entre os dois é algo muito marcante e de grande foco na trama.


Contudo, alguns "problemas" podem ser percebidos, ou não; como por exemplo o desenrolar da queda do império de Molly, é nítido que ela trabalha muito, e em meio a um universo quase que exclusivamente masculino, onde sempre há alguém para lembra-la disso; Porém essa guerra entre sexos, foi deixada de lado, e o foco foi dado ao problema de relacionamento entre Molly e o Pai, estrelado por Kevin Costner.


Mesmo com o que citamos acima, é um longa dá gosto de ver, envolvente e dinâmico, mostra um universo que poucos longas abordaram até hoje, porém com muita propriedade; O elenco se mostrou muito entrosado, o que tornou o filme ainda mais agradável aos olhos, além de linda fotografia. Acredito que podemos esperar outras obras sensacionais vindas de Sorkin.


Trailer:



Por Juliana Brito






21 fevereiro 2018

[News] Novas imagens da adaptação de "Caixa de Pássaros"

Depois de um longo tempo sem notícias, ultimamentem sido cada vez mais frequente as imagens dos bastidores da adaptação de "Caixa de Pássaros", livro escrito por Josh Malerman, que esta sendo feita pela Netflix.
Hoje (21) a editora Intrínseca, responsável pelo lançamento do livro aqui no Brasil liberou mais alguma imagens das gravações. A cena em questão mostra Malorie (Sandra Bullock) e seus dois filhos, interpretados por
Vivien Lyra Blair e Julian Edwards.








Além disso, já existe um vídeo também dos bastidores, mostrando um momento bem tenso da história.


O filme tem possível estréia ainda esse ano, no dia 21 de Dezembro, de acordo com alguns meios de comunicação, como o site IMDb. Fizemos um anúncio sobre isso que vocês podem conferir AQUI.
Então, o que nos resta é esperar e controlar nossa ansiosidade ao máximo (se possível).

[News] Bafta 2018 e sua polêmica

O Bafta é o prêmio mais importante da Inglaterra, o Oscar inglês é um dos grandes termômetros para os possíveis ganhadores da grande premiação de Hollywood.

Esse ano as indicações acirradas para a forma da água e três anúncios para um crime contínuo movimentando as apostas na internet de qual deles iria se superar no número de estatuetas levadas para casa. Quem levou a melhor foi o filme três anúncios para um crime com os prêmios mais importantes da noite: Melhor filme, Melhor filme britânico, Melhor Roteiro Original, Melhor ator Coadjuvante e Melhor Atriz. O prêmio de melhor diretor foi para o Guilherme Del Toro como esperado.

A disputa pelos prêmios ficou em último plano graças ao terrível, escandaloso, infame vestido verde escuro com um cinto preto usado pela Kate Middleton duquesa de Cambridge e esposa do patrono da festa Príncipe William.

Desde o globo de ouro as atrizes estão fazendo o movimento do time’supser reconhecido com seus protestos contra os abusos na indústria e forma de protesto a essa situação que foi calada por muitos anos. Quando as atrizes se reunirão outra vez e disseram que iriam repetir a dose do preto coletivo no Bafta toda a mídia especulou qual seria a postura adotada pela futura rainha da Inglaterra.

Não me surpreende a escolha feita pela Kate e seus figurinistas, não me ofende ela ter ficado neutra, nem serei hipócrita em dizer que ela estava ridícula como andei lendo por aí (Fala sério essa mulher grávida de 7 meses continua impecável e o vestido deixou ela deslumbrante), o que as pessoas esquecem é que a família real inteira está sujeita a um código que em português se chama Código Real.

O código real contém uma série de regras as quais os membros da realeza e seus cônjuges precisam cumprir conforme manda a tradição e um desses itens diz o seguinte “ nenhum membro da casa real pode manifestar publicamente opiniões de cunho político”, ou seja conforme a grandiosidade desse movimento do Time’supnão é permitido e nem bem visto entre a casa de Windsor membros mostrando seu posicionamento público.

Mesmo assim Kate apoiou a situação em seu próprio modo igual a personalidade dela, discreta, sutil e firme que no conjunto da obra se apresenta na bolsa que ela escolheu e no cinto preto, que além de quebrar o look verde, marca sua barriga de grávida que é o assunto mais falado a cada nova foto dela. Sendo assim a escolha foi proposital.
Escrito pra Jaqueline

[New] Khalid & Normani lançam single "Love Lies"


Os cantores e compositores de platina Khalid e Normani se juntaram para lançar o single “Love Lies”. A estreita amizade e a admiração artística mútua entre eles os levou para o estúdio, onde escreveram “Love Lies”, que é a primeira colaboração criativa, e também o primeiro trabalho solo da Normani.
A música é o segundo single da trilha sonora para o próximo filme da 20th Century Fox Love, Simon, será lançada no dia 16 de março pela RCA Records e está disponível para pré-venda agora em todos os distribuidores de música digital. “Loves Lies” também estará disponível como instant grat para aqueles que adquirem a pré-venda do álbum. Veja os dados completos sobre a faixa abaixo.
Sobre Love, SimonTodo mundo merece uma grande história de amor. Mas para Simon Spier, de dezessete anos de idade, é um pouco mais complicado: ele ainda não contou a sua família ou amigos que é gay e ele não conhece a identidade do colega anônimo pelo qual se apaixonou na internet. Resolver as duas questões, aparenta ser divertido, aterrorizante e uma mudança de vida. Dirigido por Greg Berlanti (Dawson's Creek, Riverdale), escrito por Isaac Aptaker e Elizabeth Berger (This is Us) e com base no aclamado romance de Becky Albertalli, “LOVE, SIMON” é uma história engraçada e sincera sobre a idade e a jornada emocionante que é se encontrar e se apaixonar.
Clique AQUI para assistir trailer do filme.
A 20th Century Fox estreia Love, Simon nos cinemas dos Estados Unidos dia 16 de março de 2018. A trilha sonora do filme é produzida por Jack Antonoff, da banda Bleachers. 
Sobre Khalid:

Nomeado ao Grammy 5 vezes, Khalid lançou “Location” antes de sua graduação no ensino médio, e gerou mais de 1.52 milhões de ouvintes em menos de 2 meses, o que o levou ao seu grande contrato com a Right Hand Music Group/RCA Records. Seu álbum de estreia AmericanTeen foi aclamado pela critica, recebeu elogios do The New York Times, TIME Magazine, Billboard, NYLON e muitos outros. A Billboard Americana afirmou “Excelência sem grande esforço... é um garoto tão jovem, mas seu trabalho vai além de sua idade”. Khalid também se apresentou no The Tonight Show de  Jimmy Fallon, The Ellen DeGeneres Show, Good Morning AmericaThe Late Late Show With James CordenJimmy Kimmel Live!The Late Show With Stephen Colbert, The Today Show,e este ano no SXSW, onde ganhou o prémio MTV’s Woodie To Watch. Além disso, Khalid embarcou em sua primeira tour pelos Estados Unidos e cidades europeias, que estavam com seus ingressos esgotados mesmo antes do lançamento de seu álbum. Além da sua própria turnê, Khalid também embarcou em turnê com Lorde e Travis Scott. Ele também tem participado de algumas colaborações musicais, incluindo grandes hits como “1-800-273-8255” com Logic e Alessia Cara e “Silence” com Marshmello. Khalid tem mais de 1 bilhão de streamings por todo mundo, em diferentes plataformas, e é um dos dois adolescentes em carreira solo a alcançarem o Top 10 dos 200 da Billboard nos últimos 12 meses. Khalid foi o rosto da marca Forever 21, em uma campanha digital de verão #F21xMusic para linha masculina, e foi nomeado para MTV Push: Artista Para Ser Observado, no mês de julho. Ele foi nomeado para um BET em 2017, premiação na categoria “Melhor Artista Novo”, Teen Choice Award para R&B/Hip-Hop com a música “Location”, 2017 American Music Award para melhor música Soul/R&B com “Location” onde ele apresentou um mashup de “Young Dumb & Broke” e “Thunder” com a banda Imagine Dragons.
Khalid também venceu na categoria “Melhor artista novo” no MTV Video Music Awards, e posou para a capa da Billboard de 2018 que antecede o Grammy, e é nomeado ao Grammy nas categorias “Melhor artista novo”, “Música do Ano” (“1-800-273-8255” - Logic com Alessia Cara & Khalid), “Melhor música R&B” (“Location”), “Melhor Disco urbano contemporâneo” (American Teen) e “Melhor Vídeo Vídeo” (“1-800-273-8255” - Logic com Alessia Cara & Khalid).
O single “Location” já tem o certificado de 4 discos de platina, e seu último single “Young Dumb & Broke” também já ganhou o certificado de platina.
Sobre Normani

Mais conhecida como uma das quatro integrantes do grupo de multi platinas Fifth Harmony, Normani explora uma nova direção musical em "Love Lies" com Khalid. Sonicamente e estilisticamente, a música se aproxima na direção de seu estilo pessoal de fazer música. A Fifth Harmony, o maior grupo feminino dessa geração, formada em 2012, experimentou o sucesso mundial com três top 5 albums e vários prêmios incluindo, quatro ‘MTV Video Music Awards’, dois Prêmios ‘People's Choice’ e um ‘American Music Award’. Nascida em Atlanta, Normani cresceu em Nova Orleans antes de se mudar para Houston aos 9 anos com sua família, devido ao furacão Katrina. Sempre entusiasmada com a música, Normani começou a dançar aos 3 anos de idade e cresceu idolatrando artistas como Janet Jackson, Michael Jackson e Beyonce. Inspirada pelo seu amor por pop e R&B, "Love Lies" oferece um olhar mais atento ao estilo pessoal de Normani como artista. Fora do estúdio de gravação, Normani é a embaixadora global da Sociedade Americana do Câncer e trabalha com ‘A Place Called Home’, emprestando seu nome e tempo para vários eventos. Ela também é embaixadora da diversidade para a fundação ‘CyberSmile’, uma organização sem fins lucrativos e  multi-premiada que luta contra o cyber-bullying. No ano passado, Normani competiu na 24ª temporada do ‘Dancing with the Stars’ da ABC ganhando pontuações perfeitas ao longo da temporada, terminando no Top 3 com seu parceiro, Val Chmerkovskiy.


#LOVESIMON


Love, Simon Trilha Sonora:
  1. Alfie’s Song (Not So Typical Love Song) Bleachers
  2. Rollercoaster Bleachers
  3. Never Fall In Love Jack Antonoff & MØ
  4. Strawberries & Cigarettes Troye Sivan
  5. Sink In Amy Shark**
  6. Love Lies Khalid & Normani
  7. The Oogum Boogum Song Brenton Wood
  8. Love Me The 1975
  9. I Wanna Dance With Somebody Whitney Houston
  10. Someday At Christmas Jackson 5
  11. Wings Haerts
  12. Keeping A Secret Bleachers*
  13. Wild Heart Bleachers


Por Leonardo Alves

[News] "EL BAÑO", de Enrique Iglesias, ultrapassa 100 milhões de visualizações

Clique aqui para assistir ao vídeo. 
“El Baño” foi lançado há apenas um mês e já ultrapassou a incrível marca de 100 milhões de visualizações. Com uma produção estilo reggaeton e versos de rap por Bad Bunny, “El Baño” ultrapassou os rakings, se mantendo em forte posição na playlist “Global Top 50” do Spotify, desde o dia 12 de janeiro.
O último lançamento do rei do pop latino foi o seu 17° vídeo que veio a ultrapassar a marca de 100 milhões. “Tonight I’m loving you” com 98 milhões de visualizações e “Finally Found You” com 92 milhões, estão perto de conseguir ganhar o certificado VEVO, trazendo o seu total a 19 vídeos.
A música “El Baño” já é ouro no México com mais de 30 mil unidades certificadas e é a #1 nas rádios mexicanas. No brasil, o single alcançou #1 nas rádios e se mantém em #2 semanal!
Com mais de 10 bilhões de visualizações no Youtube e VEVO, a capacidade de realizações do Enrique parece ser infinita. Os finalistas do Latin Billboard Music Award foram anunciados, e, sem nenhuma surpresa, Enrique Iglesias estava entre a lista.  Ao lado de muitos outros artistas talentosos, Enrique está concorrendo para “Artista Solo Latino Pop do Ano”, “Música Latino Pop do Ano” com ‘SUBEME LA RADIO’ e “Turnê do Ano” com Pitbull.
A sensação global está apenas começando o ano com “El Baño”, chegando nas paradas Top 10 da Billboard Latina. A música está disponível em todas as plataformas digitais da Sony Music Latina.
Atualmente ele está se preparando para dar novas surpresas aos seus fãs, novos vídeos e sua turnê agora continua pela Hungria, Alemanha, Noruega entre outros.
O artista vem ao Brasil dia 05 de abril para show único no Espaço das Américas, em São Paulo.  

Sobre Enrique Iglesias:Sem dúvidas, Enrique Iglesias permanece como um dos artistas mais bem sucedidos de todos os tempos. Ele possui 27 singles em #1 lugar na lista “Hot Latin Songs” da Billboard — Possuindo o recorde de maior quantidade de primeiros lugares da história da lista. Assim como uma marca de 105 singles em #1 lugar em todas as listas da Billboard. No último ano, “SUBEME LA RADIO” deu a ele o primeiro lugar pela 29° vez na lista "Latin Airplay" — garantindo o recorde de “mais primeiros lugares na lista de 22 anos”.  "DUELE EL CORAZÓN" alcançou pela 14° vez o primeiro lugar na Billboard "Top Dance" o maior alcançado por qualquer artista masculino (de qualquer gênero). Como um ícone real, ele também alcançou o recorde de “mais tempo em primeiro lugar na lista “Hot Latin Songs” da Billboard” com o hit “Bailando”, com 41 semanas. Ele é um dos artistas com mais visualizações e escutado em streaming da historia, com mais de 10 bilhões de visualizações (seus últimos 3 singles ultrapassam a marca de 1 bilhão) no Youtube/VEVO e mais 14 bilhões em plataformas streaming.
Em sua carreira, Enrique já lançou 10 álbuns acumulando 2 décadas. Ele já vendeu mais de 170 milhões de álbuns pelo mundo todo, é um artista com discos de platina em quase todos os países do mundo. Ele liderou turnês globais e teve a oportunidade de se apresentar em locais que poucos artistas – latinos ou não- tiveram a chance de se apresentar, como toda a América Latina, Índia, Oriente Médio, Europa e mais recentemente Uzbequistão. Sua ultima turnê, SEX AND LOVE o levou a todos os lugares do mundo – De Londres, a Argentina, México, Nova York, Austrália, Lituânia, Polônia, por mais de 3 anos e recebendo a mais de 1,5 milhões de fãs. Em toda sua carreira, Enrique tocou, sem dúvidas, para mais de 10 milhões de fãs.
Ele recebeu basicamente todos os prêmios que um artista pode receber, incluindo diferentes GRAMMYs®, Billboard Awards, World Music Awards, American Music Awards, Premios Juventud, ASCAP e BMI honors, e muitos outros totalizando mais de 200 prêmios.
Enrique comemora seu sucesso ajudando a propagar o trabalho incrível do Save The Children. Sua busca pelo topo continua em 2018 com o lançamento do seu novo álbum pela Sony Music Latin.


Por Leonardo Alves