05 dezembro 2018

[News] Natal é a gente que faz-Natal do SESC na Região Serrana terá mais de 200 atrações


RIO DE JANEIRO – Inspirado nas mais tradicionais manifestações regionais, o Sesc RJ e o Senac RJ trazem para a Região Serrana do estado do Rio o Natal É A Gente Que Faz, uma grande viagem pelas nossas tradições, guiada pelos sonhos que marcam o Natal: amor, paz, confraternização, oportunidade, igualdade, esperança e muita solidariedade. O Sesc RJ vai celebrar a data com uma extensa programação cultural, de 8 de dezembro a 6 de janeiro, com atrações de artes cênicas, artes visuais, audiovisual, música e literatura. A programação é toda gratuita ou com ingresso solidário trocado por alimentos não perecíveis que serão revertidos ao programa Mesa Brasil Sesc.

Já o Senac RJ, desde o dia 6 de dezembro, participará com uma série de workshops para ensinar técnicas de decoração e gastronomia natalina. Entre eles estão montagem de mesa de Natal, bolo de reis, biscoitos decorados e cupcakes, panetone e chocotone, salada natalina, drinks com espumante, arranjos florais natalinos e guirlanda com suculentas. O Senac RJ também conduzirá uma campanha de arrecadação de alimentos que serão revertidos ao programa Mesa Brasil.

Toda a linha curatorial norteadora da agenda é o resgate da cultura popular, com destaque para a tradição da Folia de Reis, que tem forte representatividade no estado do Rio, em especial a Região Serrana. Também chamada de Reisado ou Festa de Santo Reis, é uma festa popular e tradicional brasileira das mais emblemáticas do país. No Brasil, a festa é celebrada em diversas regiões do país. Os estados onde essa tradição está mais presente são: Rio de Janeiro, São Paulo, Bahia, Minas Gerais, Espírito Santo e Goiás. Em 2017, o Conselho Estadual de Patrimônio de Minas Gerais declarou a Folia de Reis como Patrimônio Imaterial do Estado.

“A proposta curatorial busca abarcar manifestações artísticas que vão além dos tradicionais símbolos natalinos, expandindo o sentido alegórico do evento, mas mantendo sua essência de comunhão, congraçamento e união entre os povos”, afirma o gerente de Cultura do Sesc RJ, Alemberg Quindins.

ATRAÇÕES DE ARTES CÊNICAS

Em Nova Friburgo, a programação de artes cênicas começa no dia 8 de dezembro, às 17h, com a peça Estrela Dalva. O espetáculo interativo propõe um passeio pela cultura popular brasileira, trazendo danças e histórias brasileiras na busca de festas e festejos populares que evoquem o estado de brincante no encontro com o outro, com objetos e músicas. Dia 5/1, a apresentação será em em Duas Barras (Praça Governador Portela).



Às 20h, a peça A Vida Passou por Aqui terá entrada solidária, mediante a apresentação de 1kg de alimento não perecível. A peça conta a história de uma profunda e sólida amizade entre uma mulher e um homem de estratos sociais diferentes: Silvia, professora e artista plástica, que viveu grande parte da vida às voltas com as crises em seu casamento e um enorme sentimento de solidão, e Floriano, boy e faxineiro, de hábitos simples e inteligente por natureza, que sempre levou sua vida com leveza e bom humor.



Entre os dias 14 de dezembro e 22 de dezembro, a Praça Dermeval Barbosa Moreira, em Nova Friburgo, recebe às 11h, a peça Belinha e sua Malinha. O espetáculo, com classificação livre, é voltado ao conhecimento, estudo e às brincadeiras de Folias de Reis. Entre os dias 23 de dezembro e 5 de janeiro, a cidade recebe o espetáculo Primeira Estrela. Baseado nos autos populares natalinos-pastoril, Reisado, Boi e Folia de Reis, a Cia. Arteira traz à cena, com muita cantoria, danças e bonecos, referências da cultura popular brasileira. É uma homenagem à nossa riqueza cultural, reverenciando a simbologia natalina, na qual cada nascimento é luz na Terra como estrelas que brilham no céu. Dia 23/12, às 15h, será na Praça Dermeval Barbosa Moreira. Dia 5/1, às 16h, em Duas Barras (Praça Governador Portela).



Dia 4 de janeiro, às 16h, a praça Governador Portela, em Duas Barras, recebe O Magnifico Circo de um Homem Só. Com muito humor, poesia, acidez e alegria, esse espetáculo da Trupe Família Clou tem cenas clássicas de palhaçaria, marionete, música, magia e um jogo constante entre artistas e público fazem de cada apresentação um momento único.



Já o Encontro de Folclore, nos dias 05 e 06 de janeiro e nos dias 19 e 20 de janeiro. A peça encanta por onde passa, louvando o sagrado nascimento de Jesus nas casas, praças e ruas. Dias 5/1 e 6/1, 18h, em Duas Barras (Praça Governador Portela). Dias 19/1 e 20/1, 16h, em Conselheiro Paulino (Praça).

Para saber a programação completa em todas as regiões, acesse o site http://www.natalsescsenac.com.br/.



Em Nogueira, entre os dias 8 e 23 de dezembro, o Parque de Itaipava recebe Sábados e domingos, de 11h às 14h, o espetáculo Lambança Circo Show. A atividade circense envolve o público em uma experiência única, em um espetáculo que hipnotiza todos com seu ilusionismo, os acrobatas e equilibristas despertam adrenalina em números “perigosos”, o malabarista impressiona com suas técnicas de outro planeta e, em meio a todas essas tensões, o público se alivia na graça do palhaço. Após a apresentação, serão realizadas oficinas de malabares, slackline, perna de pau, tecido e acrobacia.



Na Praça de Nogueira, às 15h do dia 9 de dezembro, será apresentado o Auto de Natal – Bando de Palhaços. Um divertido e diferente Cortejo Natalino passeando por músicas conhecidas do cancioneiro popular como “Romã”, “Meu Bom José” e “Calix Bento”, entre outras, culminando num Auto de Natal que representa as peripécias de Maria e José contadas por um anjo torto, o Palhaço Custódio, até chegarem a Belém para o nascimento do Menino Jesus.



No dia 15 de dezembro, a Praça de Nogueira recebe, às 14h, a Caravana de Natal. Bailarinos dançam ao som de sinos e coros angelicais, trabalhando a temática natalina e reafirmando o sentimento de afeto e alegria. No dia seguinte, às 11, o Ringue de Patinação do Sesc Nogueira apresenta O Auto do Boi. Espetáculo pautado na cultura popular brasileira, com seus folguedos, músicas, danças e personagens variados. Retrata, simbolicamente, o nascimento do Menino Jesus como o nascer do filho de Chico e Catirina, personagens centrais da trama do Bumba Meu Boi, em sua versão maranhense. Também no dia 16 e dezembro, às 15h, a Praça Corrêas recebe o espetáculo Os Três Reis Magros. O trio de Palhaços Cacareco, Flô e MortaNdela representam, de forma bem-humorada os Três Reis Magos que, a caminho do presépio, contam e cantam histórias tradicionais dos folguedos, como “Pastoril”, “Fandango”, “Guerreiro” e “Folia de Reis”, entre outras.

Entre os dias 21 de dezembro e 5 de janeiro, o Rinque de Patinação do Sesc Nogueira apresenta às 11h, A Folia dos Três Bois. No estilo teatro mambembe, a peça narra de forma original e criativa, por meio de um texto da autora Sylvia Orthof, um Auto de Natal que trabalha a temática da inclusão social e do desenvolvimento humano, mesclando personagens tradicionais e populares da cultura nordestina.

Às 11h, do dia 22 de dezembro, o Parque de Itaipava terá apresentação do Destinos de um Só – Auto de Natal. Unindo teatro e música, o Auto de Natal visa resgatar o espírito natalino, trabalhando questões como afeto, prosperidade e gentileza. Dialogando com a encenação, haverá a apresentação de músicas tradicionais próprias da cultura popular brasileira por um quinteto.

No dia 29 de dezembro, o Sesc Nogueira terá, às 15h, o espetáculo Se as Coisas Fossem Mães. O Grupo utiliza vários recursos, como marionetes, bonecos e dança para representar os variados tipos de mães. Mães bruxas, fadas, superprotetoras, nordestinas e até mexicanas transmitem às crianças a constatação de que mães, mesmo aparentemente diferentes, têm muito mais pontos em comum do que se possa imaginar. Já às 15h, no dia 30 de dezembro, o Sesc Nogueira apresenta Parintins, festa e Magia. A apresentação trabalha a questão do folclore brasileiro a partir da representação do Boi-Bumbá.

A programação de artes cênicas do Sesc Teresópolis começa no dia 07 de dezembro, às 19h30, com a apresentação da A Vida Passou Por Aqui. O espetáculo, com classificação etária de 12 anos, terá entrada solidária mediante a apresentação de 1 kg de alimento não perecível. A premiada peça lança um olhar otimista sobre o envelhecimento e as angústias da vida e da passagem do tempo, celebrando a alegria, a amizade e a importância das relações construídas com generosidade e altruísmo.

Às 19h30, no dia 8 de dezembro, o Sesc Teresópolis recebe Creme do Céu. O espetáculo de dança contemporânea conta a história de uma estrela curiosa que cai no planeta Terra e, com a ajuda de um adolescente com quem faz amizade, procura uma forma de voltar ao céu. Enquanto vão buscando alternativas para o retorno da estrela, os dois falam sobre o sistema solar e acabam apresentando ao público características dos planetas, numa linguagem interessante e divertida.

No dia 9 de dezembro, às 15h, a praça Olímpica recebe A Prosa Delas Não É de Panelas. O espetáculo conta três histórias, cada uma focando uma mulher diferente: Ninguém segura Cassiadoira, Juliema desde pequena e Essa Bete promete. Cassiadoira, doida pra casar, passa por mil e uma até um final surpreendente. Juliema, educada pra ser princesa, após uma virada mostra quem é a rainha da história. Bete, ao entrar para o circo descobre que nem tudo é magia e faz uma revolução na lona, com a ajuda da mulher barbada.

Às 19h do dia 14 de dezembro, a Praça Olímpica recebe o Cortejo – Folia nas Alturas, com os Grupos Carroça de Mamulengos, Barracão Centelha e os participantes das oficinas de perna de pau e figurinos de adereços. No dia 15 de dezembro, às 15h, a Prça Olímpica terá a apresentação de Se Alguém, de Repente, Me Oferece Flores. Nessa inusitada brincadeira de rua, a Companhia Arteira busca valorizar o encontro, o sorriso, os olhares e a alegria, propondo cenas simultâneas em que as atrizes/palhaças, integrantes de uma entusiasmada banda de música, atrapalhadamente, preparam-se para iniciar seu cortejo musical e, de repente, envolvem a plateia na ação de dar e receber flores.

No dia 16 de dezembro, às 16h, a Praça Olímpica recebe a peça Natal de Repente.
Em um vilarejo distante e esquecido, o povo pobre, em sua lida diária, se esquece do Natal, até que chegam contadores de história que percebem o sofrimento daquela gente e resolvem oferecer algum momento de alegria. Para a surpresa dos artistas, o povo não apenas se diverte como passa a interagir com a história, culminando com a montagem de um lindo presépio feito pelos moradores. Com a Cia. Cerne e a Cia. de Arte Popular.

Já no dia 21 de dezembro, a Praça Olímpica terá a apresentação Auto de Natal de Jesus Belo Amor. Trupe de pastoras e brincantes chegam em cortejo na cidade para encenar em praça pública a glória do nascimento de Jesus. Diante do presépio, na noite de Natal, representam a visita dos Reis Magos e pastores ao estábulo de Belém trazendo oferendas, louvores e pedidos de bênçãos. Cantos, louvações, loas e toadas são animadas pelas pastoras, poetas, músicos e dançarinos junto a Jesus, que já nasce cantando e dançando.

Também no dia 21 de dezembro, às 19h30, o teatro do Sesc Teresópolis terá a apresentação do O Lago dos Cisnes. No formato Solo para Crianças, o espetáculo nasce a partir do balé em quatro atos do compositor russo Tchaikovsky. Trazendo um encontro de teatro, música, dança e performance, o Lago dos Cisnes estabelece o diálogo entre o erudito e o popular, a tradição e o contemporâneo.

No dia seguinte, dia 22 de dezembro, a Praça Olímpica terá, às 15h, a apresentação Explode Coração. Uma apresentação artística e interativa com coreografias vibrantes. Traz, de forma convidativa, o movimentar do espaço urbano, colorindo a cena cotidiana com uma manifestação artística de movimentos inusitados para dançar.

Também no dia 22 de dezembro, às 19h30, com classificação etária de 12 anos, o Sesc Teresópolis recebe Elizeth, A Divina. O espetáculo terá entrada solidária, mediante a apresentação de 1kg de alimento não perecível. Inspirado no livro biográfico da artista, do autor Sergio Cabral, o musical apresenta a vida de Elizeth Cardoso, expressando sua força poética por meio da música, do humor e da elegância, marcas registradas de sua personalidade. Com texto de Cora Carvalho e direção de Sueli Guerra, o espetáculo apresenta momentos marcantes da vida de Elizeth Cardoso, interpretada por Izabella Bicalho.

Nos dias 30 de dezembro, 5 e 6 de janeiro haverá Folia de Reis. Dia 30/12, às 18h, no bairro Mottas, dia 5/1, 20h, no bairro Cruzeiro e dia 6/1, 17h, na Praça Olímpica. A Folia de Reis, Reisado ou Festa de Santos Reis é uma manifestação cultural e festiva, classificada, sobretudo no Brasil, como manifestação folclórica, caracterizada pela Adoração dos Magos ao nascimento de Jesus.  A Folia de Reis Estrela Marte do Oriente (Mottas) e a Folia de Reis Estrela Guia (Cruzeiro), ambas da cidade de Teresópolis, se encontram para resgatar essa tradição popular. Para saber a programação completa em todas as regiões, acesse o site http://www.natalsescsenac.com.br/.

No Sesc Quitandinha, a programação de artes cênicas começa no dia 15 de dezembro, com a apresentação, às 11h, de Buda – Banda Mirim. O espetáculo terá entrada solidária, mediante apresentação de 1kg de alimento não perecível. Em seu nono musical, a premiada Banda Mirim mistura elementos de várias tradições para narrar a história do jovem príncipe Sidarta Gautama, que há 2.500 anos abandonou os luxos do palácio para conhecer o mundo real e alcançou a iluminação após uma profunda jornada  de autoconhecimento.

No dia 16 de dezembro, às 11h, o Lago do Sesc Quitandinha recebe a Folia do Divino Santo Reis. Apresentação da Cia. Carroça de Mamulengos inspirada nos reisados do Cariri. Uma brincadeira andante de transformar todo espaço em um terreiro de brincantes. Durante o percurso, os foliões relembram histórias natalinas utilizando bonecos, os brincantes cantam, dançam, tocam instrumentos e todo o público é convidado a participar. Uma festa com louvação à paz, ao amor e à união entre homens, mulheres e a natureza.

Às 15h, no dia 16 de dezembro, o Lago do Sesc Quitandinha recebe O Babauzeiro. O espetáculo, da Cia. Carroça de Mamulengos, foi elaborado a partir da forma mais tradicional desse folguedo e busca explorar todas as suas potencialidades por meio do resgate dessa linguagem. O mamulengo, como é chamado em Pernambuco, é um teatro de bonecos, na sua maioria de luva ou vara, de elaboração simples e que costuma retratar a sociedade com todos os seus conflitos. Essa arte está presente em vários estados, onde recebe outros nomes, tais como: “Baba”', na Paraíba; “João Redondo”, no Rio Grande do Norte; e “Casimiro Coco”, no Ceará.

No dia 22 de dezembro, às 11h, o Lago do Sesc Quitandinha terá Canção do Povo Para o Filho do Rei. Um grupo de contadores invade a cena para contar e cantar uma das mais lindas histórias da humanidade. De forma irreverente e profundamente poética, atores e músicos abrem uma arena circular e convidam os espectadores a formar a grande ciranda da esperança. Uma arena se abre no meio da cidade para que todos possam ouvir e se emocionar com a história do nascimento do menino Jesus desde a anunciação até a chegada dos Reis Magos.

Com entrada solidária de 1 kg de alimento não perecível, o teatro do Sesc Quitandinha terá, às 20h, no dia 22 de dezembro, o espetáculo A Vida Passou Por Aqui. O premiado espetáculo de Claudia Mauro lança um olhar otimista sobre o envelhecimento e as angústias da vida e da passagem do tempo, celebrando a alegria, a amizade e a importância das relações construídas com generosidade e altruísmo.

No dia 23 de dezembro, às 11h, o Lago do Sesc Quitandinha terá o Natal De Repente. Em um vilarejo distante e esquecido, o povo pobre, em sua lida diária, se esquece do Natal, até que chegam contadores de história que percebem o sofrimento daquela gente e resolvem oferecer algum momento de alegria. Para a surpresa dos artistas, o povo não apenas se diverte como passa a interagir com a história, culminando com a montagem de um lindo presépio feito pelos moradores. Com a Cia. Cerne e a Cia. de Arte Popular.

Já no dia 4 de janeiro, com classificação etária de 14 anos e entrada solidária de 1 kg de alimento não perecível, o Café Concerto do Sesc Quitandinha recebe Em Uma Mnhã de Sol, às 19h30. O espetáculo é um solo inspirado em uma compilação de crônicas escritas pela atriz Flávia Lopes, desde o diagnóstico de leucemia do marido, em outubro de 2016, passando pela internação às pressas no Hospital Universitário Pedro Ernesto (HUPE) até o transplante de medula óssea 50% compatível, ocorrido um ano depois da descoberta da doença. Um olhar poético e humanizado sobre a luta pela vida, solidariedade e resistência em um ambiente hospitalar e seus personagens reais. Para saber a programação completa em todas as regiões, acesse o site http://www.natalsescsenac.com.br/.

ESPECIAL FOLIA DE REIS

Folia de Reis, Reisado, Pastoril, entre outros são exemplos de festejos que celebram a viagem dos Reis Magos, através de cantorias e indumentárias específicas. São grupos que costumam visitar as casas de porta em porta, em diversos estados do Brasil, levando alegria a todos. De olho no fortalecimento dessas manifestações culturais, grupos que perpetuam essa tradição se apresentarão em Teresópolis, Nova Friburgo e, em uma parceria com a Prefeitura de Duas Barras, o Sesc RJ fortalecerá o festival de Folias de Reis do município com palestras, oficinas, cine-debates, lançamentos literários, cortejos, exposições, pesquisa e apresentações em praça pública.

A proposta é justamente abarcar manifestações artísticas que vão além dos tradicionais símbolos natalinos, expandindo o sentido alegórico do evento, mas mantendo sua essência de comunhão, congraçamento e união entre os povos, principalmente por meio da valorização de manifestações populares. De 8 de dezembro a 06 de janeiro, na fachada do Antigo Fórum de Nova Friburgo, de forma permanente e gratuita, haverá um Vídeo Mapping temático especial Folia de Reis. No mesmo período, moradores e turistas da cidade poderão conferir na Praça Dermeval Barbosa Moreira a árvore de Natal do Sesc RJ. Mas esta será diferente! Completamente brasileira, a árvore terá por principal missão resgatar a cultura popular – em especial da Folia de Reis – tendo como características marcantes desta festividade as fitas, cores, estandartes, chitas e a flores sem perder a identidade natalina ressaltada pelas cores vermelha e verde.

Ainda em Nova Friburgo, no dia 15 de dezembro, às 11h, a Praça Dermeval Barbosa Moreira será palco da Folia do Divino Santo Reis. A apresentação da Cia. Carroça de Mamulengos é inspirada nos reisados do Cariri. Uma brincadeira andante de transformar todo espaço em um terreiro de brincantes. Durante o percurso, os foliões relembram histórias natalinas utilizando bonecos, os brincantes cantam, dançam, tocam instrumentos e todo o público é convidado a participar. No dia 16 de dezembro, às 12h, a praça recebe o espetáculo “É Tempo de Reisado”. A obra de dança narra uma das artes mais ricas e apreciadas, principalmente no nordeste brasileiro, o Reisado.

Em Teresópolis, do dia 28 de dezembro ao dia 06 de janeiro de 2019, às 19h, a Folia de Reis Estrela Marte do Oriente (Mottas) e a Folia de Reis Estrela Guia (Cruzeiro), ambas da própria cidade, se encontram para resgatar esta tradição popular. Dia 28/12, 19h, o encontro das folias será no bairro Mottas. Dia 5/1, 19h, o encontro das folias será no bairro Cruzeiro, e no dia 6/1, o encontro das Folias na Praça Olímpica.

Já em Duas Barras, a programação busca trazer apresentações artísticas e culturais que traduzam o espírito natalino através do resgate das tradições regionais, dando visibilidade e valorizando a memória popular. Na região, a programação começa com oficinas no dia 17 de dezembro e termina com encontro de folias no dia 5 de janeiro. De 17 a 21 de dezembro, para dar os primeiros passos rumo às folias, a cenógrafa, figurinista e professora Daniele Geammal ministra a oficina de indumentárias. O objetivo é oferecer ferramentas para o desenvolvimento do processo criativo da indumentária dos grupos de Folia de Reis.

Nos dias 4 e 5 de janeiro, Patrick Nogueira, artista circense de Duas Barras, será o responsável pela oficina de palhaço, cujo foco é trabalhar corpo e cena do personagem mascarado da Folia de Reis. No dia 4 de janeiro, a “Trupe Família Clou – O magnífico circo de um homem só”, com humor, poesia, acidez e alegria, apresenta-se com cenas clássicas de palhaçaria, marionete, música, magia e um jogo constante entre artistas e o público. Para saber a programação completa em todas as regiões, acesse o site http://www.natalsescsenac.com.br/.



Nenhum comentário

Postar um comentário