07 dezembro 2018

[News] Música de cinema: OSB apresenta clássicos de John Williams no Theatro Municipal, dia 11 de dezembro

Trilhas de filmes como “E.T. – O Extraterrestre”, “Jurassic Park”, “A Lista de Schindler” e “Guerra nas Estrelas” estão no programa 
 
No próximo dia 11 de dezembro a OSB estará de volta ao Theatro Municipal do Rio de Janeiro com um programa composto por músicas imortalizadas nas telas do cinema. Sob a regência dos maestros Lee Mills e Daniel Guedes (que também será solista no violino), a orquestra interpretará alguns dos maiores clássicos do compositor americano John Williams. Músicas que marcaram as trilhas sonoras de filmes de sucesso como “E.T. – O Extraterrestre”, “Jurassic Park”, “A Lista de Schindler”, “Guerra nas Estrelas”, entre outros, estão no programa. A Orquestra Sinfônica Brasileira conta com a Lei Rouanet e tem a NTS como mantenedora, Vale, Brookfield e Eneva como patrocinadoras. A produção é mais uma parceria entre a Fundação OSB e a Fundação Theatro Municipal (que conta com o patrocínio Ouro da Petrobras).

O programa presta um tributo a um dos maiores compositores da história do cinema, cujas obras contribuíram para o sucesso de mais de 100 filmes. Um dos compositores mais premiados da sétima arte, John Williams foi indicado ao Oscar 51 vezes, vencendo 5. De acordo com Pablo Castellar, diretor artístico da OSB, Williams tem uma virtuosa habilidade de incrementar a narrativa cinematográfica através de sua música. “Suas trilhas nos mostram tudo aquilo que a imagem por si só não é capaz de mostrar. É uma música repleta de emoção que nos leva a momentos no espaço e no tempo e nos conecta a personagens, objetos e lugares sempre nos envolvendo, de forma profunda, com a história que está sendo contada” – afirma.

Sob a regência de Lee Mills, “Marcha dos Caçadores”, música tema de Indiana Jones e os Caçadores da Arca Perdida abre a noite. Com suas melodias poderosas, a trilha ajudou a narrar as peripécias do destemido arqueólogo por selvas escuras e cheias de armadilhas em uma das maiores aventuras cinematográficas de todos os tempos. O programa segue com “As Aventuras na Terra”, de E.T - O Extraterrestre, que rendeu ao compositor seu quarto Oscar, entre outros prêmios importantes. O público relembrará a história do pequeno alienígena esquecido na Terra e sua luta para voltar para casa.

A batuta muda de mãos e Daniel Guedes assume o comando da orquestra nas três obras que dão prosseguimento ao concerto. Apesar do clima de terror que pontua a história, a música tema de Jurassic Park é uma melodia suave e lírica, com orquestração grandiosa (marca registrada do trabalho de Williams). O público também poderá reviver a tensão deTubarão, a partir da premiada trilha sonora de tom soturno e misterioso. A música tema de Superman encerra a primeira parte do concerto.

A relação de Daniel Guedes com a Orquestra Sinfônica Brasileira é longa. Aos 13 anos de idade ele atuou como solista pela primeira vez, em 2003 foi spalla do grupo e, desde então, foi solista convidado em diversas ocasiões. No entanto, o premiado violinista acredita que reger a OSB primeira vez será um dos momentos mais marcantes de sua carreira. “Essa orquestra faz parte da minha vida desde queentrei em contato com a música. Tenho muitos amigos e mentores entre os músicos. Foram muitos encontros ao longo da minha carreira, mas reger a orquestra será uma emoção diferente. Será um marco na minha vida musical”, afirma Daniel.

Retomando o programa, Lee Mills volta à regência para que o violinista atue como solista nas duas primeiras músicas da segunda parte do concerto. Fugindo de seu estilo usual, de orquestrações grandiosas, John Williams optou pela simplicidade e pela emoção ao escrever a trilha sonora de A Lista de Schindler. A dramática história, que se passa em um dos capítulos mais sombrios da humanidade, estará presente no concerto com três temas: "Tema Título", "O Bairro Judeu" e "Lembranças". Imortalizada na cena em que o personagem de Al Pacino dança um tango, de modo virtuoso, com uma bela jovem no filme Perfume de Mulher, “Por una Cabeza”, de Carlos Gardel e arranjo de Johh Williams, vem na sequência.

E para fechar a noite, uma das trilhas sonoras mais marcantes de todos os tempos: Guerra nas Estrelas. “Tema Principal”, “Tema da Princesa Leia”, “Marcha Imperial - Tema de Darth Vader”, “Tema de Yoda”, “Sala do Trono & Tema Final” encerram essa grande viagem a alguns dos clássicos do cinema.

Como parte das ações do projeto Conexões Musicais em 2018, a OSB contará com a participação de alguns músicos destacados da Orquestra Sinfônica de Barra Mansa no concerto do dia 11 de dezembro. Para Daniel Guedes, que também é regente associado da OSBM, o repertório marcante contribuirá para o sucesso do encontro. “Será, sem dúvida, uma grande celebração da música” – completa.

O Conexões Musicais é um projeto de responsabilidade social e de democratização cultural da Orquestra Sinfônica Brasileira que tem como objetivo promover uma rede de interação em cidades do interior do Rio de Janeiro e de outros estados.  

SOBRE A ORQUESTRA SINFÔNICA BRASILEIRA:
 Reconhecida como um dos conjuntos sinfônicos mais importantes da música nacional, a Orquestra Sinfônica Brasileira soma mais de cinco mil concertos ao longo de seus 78 anos de atuação, revelando diversos talentos e promovendo, através de seus projetos educacionais e concertos públicos, a democratização do acesso à cultura.

Fundada em 1940, a Orquestra Sinfônica Brasileira foi pioneira não só na forma de levar a música sinfônica e de concerto para todos os cantos do Brasil e outros países, como também no incentivo à formação de novos talentos e difusão da cultura no território nacional.
 
SOBRE LEE MILLS:

Maestro Residente da Orquestra Sinfônica Brasileira e vencedor da bolsa da Fundação Solti dos Estados Unidos em 2017 e 2014, o regente americano Lee Mills é conhecido internacionalmente como um maestro apaixonado e enérgico. A lista de artistas com quem ele compartilhou recentemente o palco inclui Simone Porter, Conrad Tao, Eliane Coelho, o Trio Smetana, entre outros. Além da Orquestra Sinfônica Brasileira, o maestro já regeu a Orquestra Sinfônica Nacional dos Estados Unidos, a Filarmônica de Los Angeles, as Orquestra Sinfônicas do Estado de São Paulo, de Saint Louis, de Baltimore, e de Bozeman, o Gran Teatro La Fenice, e Concert Artists of Baltimore com o Ballet Moscow.
Lee Mills foi contratado como maestro Assistente na Orquestra Sinfônica Brasileira em Setembro de 2014, e, apenas 18 meses depois, foi promovido à posição de Maestro Residente. Em 2017, Mills foi semifinalista no Concurso Internacional de Regência de Georg Solti, em Frankfurt, e no verão de 2014, Maestro Mills foi indicado por David Robertson e Carnegie Hall para ser o Maestro Assistente para a Orquestra Jovem Nacional dos Estados Unidos, onde ele regeu em ensaios e também em concerto numa turnê nacional. Da Diretora Musical da Orquestra Sinfônica de Baltimore, ele ganhou o BSO-Peabody InstituteConducting Fellowship em 2011.

SOBRE DANIEL GUEDES:

Violinista, violista, camerista, regente e professor da UFRJ, o carioca Daniel Guedes foi aluno de Detlef Hahn na Guildhall School of Music de Londres e aperfeiçoou seus estudos cursando o bacharelado e mestrado da Manhattan School of Music de Nova Iorque, na classe de Pinchas Zukerman e Patinka Kopec. Após vencer o Waldo Mayo Memorial Award(2000), apresentou-se no Carnegie Hall tocando o Concerton° 1 de Max Bruch. Já regeu orquestras como a OSUSP e a Sinfônica de Campinas, e integra o lendário Quarteto da Guanabara.

Orquestra Sinfônica Brasileira
Com a participação de músicos da Orquestra Sinfônica de Barra Mansa
Daniel Guedes, violino e regência
Lee Mills, regência


PROGRAMA:

Alfred Newman – Fanfarra 20TH Century Fox
John Williams – Indiana Jones e os Caçadores da Arca Perdida | Marcha dos Caçadores
John Williams – E.T. – O Extraterrestre | As Aventuras na Terra
John Williams – Jurassic Park | Tema
John Williams – Tubarão | Suíte
John Williams – Tema Marcha de Superman

INTERVALO

John Williams – A Lista de Schindler
I.   Tema
II.   Bairro Judeu (Gueto de Cracóvia – Inverno de 1941)
III.   Lembranças

Carlos Gardel – Perfume de Mulher | Tango (Por una Cabeza) – Arranjo John Williams

John Williams – Guerra nas Estrelas
I.   Tema Principal
II.   Tema da Princesa Leia
III.   Marcha Imperial (Tema de Darth Vader)
IV.   Tema de Yoda
V.   Sala do Trono & Tema Final

SERVIÇO:

Orquestra Sinfônica Brasileira no Theatro Municipal
Dia 11 de dezembro de 2018 (terça-feira), às 20h
Local: Theatro Municipal do Rio de Janeiro
Endereço: Praça Floriano, s/nº - Cinelândia, Rio de Janeiro

Ingressos:
·   Frisa/Camarote – R$120 (R$60 meia)
·   Plateia – R$120 (R$60 meia)
·   Balcão Nobre – R$120 (R$60 meia)
·   Balcão Superior – R$80 (R$40 meia)
·   Balcão Superior Lateral – R$40 (R$20 meia)
·   Galeria Central – R$40 (R$20 meia)
·   Galeria Lateral – R$20 (R$10 meia)

Classificação etária: Livre

Nenhum comentário

Postar um comentário