Novidades

[Resenha] Willa, a garota da floresta

 

Sinopse:

Quem é essa garota querendo desafiar o mundo? Willa é uma garota da floresta que sai à noite para buscar mantimentos para o seu clã. Sua missão é entrar escondida nas cabanas das pessoas e pegar o que eles têm em excesso. É uma tarefa arriscada ― se for apanhada será o seu fim. O povo do dia mata tudo o que não conhece, foi o que sempre ouviu. Numa noite, quando retorna para a sua comunidade, Willa começa a questionar aquele modo de vida, os furtos, a que era obrigada, e vai descobrindo que nem todas as pessoas do povo do dia são ruins e nem todos em sua comunidade são bons. Então muitos dos ensinamentos que recebeu desde a infância começam a desmoronar.


                  O quê eu achei?

Fica até difícil começar porque eu simplesmente AMEI esse livro!

Willa é uma faeran,um povo do floresta que se assemelha aos humanos mas tem habilidades como se camuflar-ou como é descrito,se fundir com o ambiente-com as listras em seu braço.Ela é uma jaetter,isto é,uma caçadora-ladra cuja função é roubar provisões dos humanos e entregá-los ao padaran,o líder de sua tribo,que é tido como um deus.Ela mora em uma toca apenas com sua avó pois seus pai e sua irmã gêmea foram assassinados por humanos quando ela tinha 6 anos.

Um dia,enquanto está voltando de uma caça,ela é ferida pelo bastão de matar(como ela se refere ás armas de fogo)de um homem mas ela enxerga algo nos olhos dele que nunca achou que os humanos fossem capaz de sentir:gentileza.Ele oferece ajuda e depois que Willa descobre um lugar onde seu povo mantém algumas crianças humanas presas,ela vai rever seus conceitos do que sabe sobre ambos os povos.

Ela passa alguns dias com Nathaniel-o homem que havia sido gentil com ela-e descobre que ele havia perdido sua esposa e seus 3 filhos anos atrás.Willa vai mergulhando nos segredos e descobre uma intrincada cadeia de acontecimentos envolvendo o passado de sua família, a de Nathaniel e o padaran.

As cenas descrevendo a relação de Willa com a natureza foram as que mais me cativaram e a tradução de Monique d´Orazio ficou excelente.

Embora haja uma conclusão no final,descobri que ele é o primeiro de uma duologia.E também haverá uma adaptação pela Disney,então recomendo que você leia antes!





Nenhum comentário