Novidades

[News]Margareth Menezes e Linn da Quebrada encerram a segunda temporada de Seguindo a Canção, projeto da Casa Natura Musical com a Faculdade Descomplica

Margareth Menezes e Linn da Quebrada encerram a segunda temporada de Seguindo a Canção, projeto da Casa Natura Musical com a Faculdade Descomplica 
 
O encontro traz discussões sobre a importância do coletivo à luz da música Quem Tem Um Amigo Tem Tudo, de Emicida com Zeca Pagodinho, e parte das pautas sugeridas pelo Dia da Consciência Negra (20 de novembro) para abordar temas como a visibilidade às requisições do movimento negro, a necessidade de se dar protagonismo à mulheres e homens pretos e de reconhecer seus trabalhos, vivências e histórias, garantindo assim mais acesso e representatividade
 
   
Margareth Menezes e Linn da Quebrada
Mais fotos disponíveis neste link
 

A temporada da série contou com cinco programas que somam mais de 60 mil visualizações até o momento. Histórias inspiradoras, temas de grande relevância na atualidade e a compreensão da música e da educação como agentes de transformação social são as marcas do projeto, que lança no dia 17 de novembro um episódio pelo YouTube da Faculdade Descomplica e da Casa Natura Musical
 
Ampliar os assuntos sociais inquietantes é um dos objetivos centrais do projeto Seguindo a Canção, parceria entre a Casa Natura Musical e a Faculdade Descomplica. Após edições estreladas por Black Alien e Tati Quebra Barraco; Mahmundi e Rincon Sapiência; e Rico Dalasam e Dodô do Pixote e Josyara com Preta Gil (todos disponíveis nos canais do YouTube da Casa Natura Musical e da Faculdade Descomplica), será publicado dia 17 de novembro, quarta-feira, 20h, um novo episódio com a participação de Margareth Menezes e Linn da Quebrada.
 
O programa terá ainda participação de  Esteban Cipriano, professor da Faculdade Descomplica e fundador do Instituto Conectar Diversidade e Inclusão, e apresentação e mediação de Aisha Mbikila - presente na capa da publicação Forbes Under 30, que aponta jovens brasileiros que são destaques em diversas áreas. No programa, Margareth Menezes se apresenta diretamente da Casa Natura Musical e dialoga com Linn da Quebrada, que participa remotamente de sua casa. Os assuntos que norteiam a conversa são a canção Quem Tem Um Amigo Tem Tudo, do Emicida com o Zeca Pagodinho, lançado no último disco do rapper paulistano, AmarElo, de 2019; e o Dia da Consciência Negra, celebrado no dia 20 de novembro. No palco da Casa, Margareth também apresenta um pocket show com músicas como A Beira e o Mar, Passe em CasaElegibô - Uma História de Ifá e Cordeiro de Nanã.
 
Cantora e compositora, Margareth é precursora do samba-reggae e do movimento Afropop Brasileiro, um dos nomes mais expressivos do carnaval baiano e intérprete de hits como Faraó e Dandalunda. Já foi indicada ao Grammy Latino e ao Grammy Awards, além de ter feito turnê com David Byrne e ter ganhado a alcunha de Aretha Franklin Brasileira pelo jornal L.A. Times. Em 2019, lançou o álbum Autêntica, com patrocínio da Natura Musical. "Eu uso ferramentas da coletividade para continuar. O artista é um emissor que coloca uma reflexão de si para esse coletivo", opina Margareth Menezes durante o programa, comentando sobre a importância de se estabelecer parcerias e do impacto dessas co-participações na própria história da música brasileira.
 
Já Linn da Quebrada é uma artista multimídia que despontou em 2017 com a faixa, Enviadescer. Em 2018, lançou Pajubá, disco que encabeçou várias listas de melhores do ano com a sua mistura radical de funk com house. Neste ano, Linn está de volta com Trava Línguas, lançado com patrocínio da Natura Musical. "A minha voz se torna eco e faz parte de uma outra coisa. Ganha coro, força, e é aí que a coisa fica mais potente e eu posso ocupar minha menor grandeza", diz Linn da Quebrada,  reforçando sua necessidade de ser um canal para o público, estabelecendo conexões, sobretudo, com pessoas que tenham pontos em comum com suas experiências e vivências.
 
“A Casa Natura Musical conecta música e pessoas. Seguimos escutando quem ajuda a escrever a história da música, seu presente, passado e futuro, nos tornando cada dia mais plurais. Uma parceria como esta amplifica as vozes dos artistas e o impacto positivo que a cultura pode trazer para a sociedade, gera engajamento e identificação a partir da conexão entre a nossa curadoria musical e os diálogos e reflexões propostos em cada episódio”, diz Suyanne Keidel, diretora executiva da Casa Natura Musical, equipamento cultural que tem intensificado sua atuação nos canais digitais cada vez mais. A diretora complementa que um dos pontos mais relevantes desse projeto é provocar a audiência a refletir sobre a importância de suas vozes serem ouvidas, gerando empatia e ampliação de debates.
 
O formato do programa, composto por shows musicais gravados no palco da Casa Natura Musical e participações remotas de artistas e demais participantes, estabelece um diálogo mais próximo do público jovem, que também será contemplado pela própria temática dos programas, sempre pensada para aprofundar temas que estão sendo debatidos na sociedade. A segunda temporada trabalha a partir de cinco eixos: sonho, dinheiro, amor, autoestima e amizade.
 
“Essa parceria entre a Casa Natura e a Faculdade Descomplica visa a amplificar o debate sobre assuntos de extrema importância para nossa sociedade, para além da sala de aula, em um formato totalmente disruptivo que é o da música”, afirma Daniel Pedrino, Presidente da Faculdade Descomplica.
 
O convite para a Aisha Mbikila fazer a apresentação e mediação desta temporada também é uma novidade. Com 23 anos, Aisha é modelo, diretora de audiovisual, atriz, performer, DJ e produtora. A soma dessas atividades faz dela uma das principais profissionais das artes da geração Z brasileira, com um discurso embasado no feminismo negro focado no que significa ser um jovem negro no Brasil.
 
“O papel de uma faculdade vai muito além da entrega de um diploma ao final do curso. Nós enxergamos a Faculdade Descomplica como uma ferramenta de inclusão social, capacitação e adoção de valores que são fundamentais atualmente”, comenta Daniel Pedrino. “Eventos em que se geram debates e formação de opinião são a essência do que é estar em uma instituição de ensino superior. Lá é o lugar onde se aprende a pensar criticamente e debater a solução de problemas. Por isso, parcerias como esta são tão importantes para os alunos”.
 
O projeto Seguindo a Canção entende que a graduação vai além do estudo profissionalizante e, por isso, propõe ao público a imersão em conversas entre artistas, professores, estudantes e apresentadora apresentando suas experiências. O ponto de partida de cada programa é uma grande canção brasileira e a temática abordada por ela, que levam a trocas musicais e de histórias inspiracionais entre os participantes e transportam a audiência para uma viagem pela cultura e contexto social e político de diferentes regiões e realidades sociais do país.
 
Sobre o projeto
A Faculdade Descomplica e a Casa Natura Musical se uniram na criação desse projeto autoral por acreditarem que a educação e a cultura, por meio da música, são importantes aliadas para a transformação da sociedade.
 
Através dessa co-realização,  a Faculdade Descomplica, primeira EdTech brasileira a ingressar no mercado de ensino superior com cursos 100% online, defende a música como um veículo para ampliar o repertório de seus alunos e acredita que juntas, educação e cultura podem transformar a vida de pessoas de todas as classes sociais, auxiliando inclusive na entrada no mercado de trabalho e que portanto, é essencial que esse conhecimento seja acessível.
 
A Casa Natura Musical reforça sua atuação como um equipamento cultural que preza por uma programação plural e acredita que um mundo mais bonito se constrói com música.
 
Na primeira edição do Seguindo a Canção, os cinco episódios reuniram conversas de MC Tha e Leci Brandão mediadas pelo professor Rubens Oda; Liniker e Zélia Duncan mediadas pela professora Amara Moira, MC Carol e KL Jay com o professor Renato Pellizzari, Xande de Pilares e Tássia Reis com Fabrício Oliveira e, finalizando a temporada, Letrux e Chico César com a professora Lara Rocha. Todos os episódios estão disponíveis nos canais de Youtube da Casa e da Faculdade Descomplica.
 
Casa Natura Musical
Inaugurada em maio de 2017, a Casa Natura Musical é palco de diferentes ritmos, movimentos e artistas de todo Brasil. Mais que uma casa de shows, a Casa atua como um equipamento cultural que promove reflexões com o público em busca de um mundo mais plural, inclusivo e sustentável, através de shows, eventos especiais, mostras de arte digital e conteúdos nos seus canais de comunicação. O espaço fica localizado no bairro de Pinheiros em São Paulo, e seus conteúdos ultrapassam os limites geográficos dos canais digitais para Brasil e mundo.
 
Sobre Natura Musical
Natura Musical é a plataforma de cultura da marca Natura. Desde seu lançamento, em 2005, o programa investiu cerca de R$ 174,5 milhões no patrocínio de mais de 518 projetos - entre trabalhos de grandes nomes da música brasileira, lançamento e consolidação de novos artistas e projetos de fomento às cenas e impacto social positivo. Os trabalhos artísticos renovam o repertório musical do País e são reconhecidos em listas e premiações nacionais e internacionais. Em 2020, o edital do Natura Musical selecionou 43 projetos em todo o Brasil e promoveu mais de 300 produtos e experiências musicais, entre lançamentos de álbuns, clipes, festivais digitais, oficinas e conferências. Em São Paulo, a Casa Natura Musical se tornou uma vitrine permanente da música brasileira, com uma programação contínua de lives, performances, bate-papos e conteúdos exclusivos, agora digitalmente.
 
Sobre o Descomplica
 
Fundado em 2011, o Descomplica tem a missão de democratizar o acesso à educação em todas as fases da vida. A startup, primeira edTech brasileira a ingressar no ensino superior, oferece cursos online preparatórios para o Enem e vestibulares, concursos públicos, reforço escolar, além de graduação e pós-graduação. Em seu portfólio estão mais de 170 cursos de pós-graduação para quase 10 mil alunos. Alcançando 5 milhões de usuários por mês em todas as plataformas, o Descomplica é responsável pela educação de 80% do público que se prepara para o Enem de forma online. Com o lançamento da Faculdade Descomplica em 2020, a edTech vai investir R$ 55M no setup inicial durante os três primeiros anos de atuação da instituição, que atingiu nota máxima no MEC (5) - conquista que somente 6% das mais de 2500 instituições de ensino possuem. 

Nenhum comentário