Novidades

[News] PRODUZIDO PELA BRASILEIRA RT FEATURES EM PARCERIA COM MARTIN SCORSESE, MURINA GANHA A CÂMERA D`OR NO FESTIVAL DE CANNES

 

Foto: Site Oficial Festival de Cannes - Valery Hache / AFP

MURINA, de Antoneta Alamat Kusijanovic, acaba de levar a Câmera D`or no Festival de Cannes. Um dos principais prêmios do Festival, foi criado em 1978 por Gilles Jacob, e premia cineastas estreantes em longa-metragem, que tenha sido exibido em alguma mostra competitiva de Cannes.

“MUNIRA é um filme em sua maioria brasileiro, mas também celebra a quebra de barreira entre países, e mostra que o cinema não precisa ter fronteiras. É um reconhecimento lindo para quem acredita no trabalho de diretoras estreantes, e a felicidade de ter mais uma vez nosso trabalho, principalmente esse, uma parceria com o grande Martin Scorsese, é indescritível”, diz o produtor Rodrigo Teixeira.

Selecionado para a Quinzena dos Realizadores do Festival de Cannes. MURINA é o filme de estreia da diretora e roteirista nascida em Dubrovnik e residente em Nova York, desenvolvido com o apoio do Festival de Cannes Résidence, Cinéfondation, First Films First do Ghoethe-Institute, e o Jerusalem Film Lab, e é uma produção de Martin Scorsese, através da Sikelia Productions e RT Features.

A relação entre a adolescente Julija e Ante, seu opressivo pai, se tensiona ao limite quando um velho amigo da família chega em sua casa insular na Croácia. Enquanto Ante tenta fechar um negócio que vai mudar suas vidas, Julija, incomodada com a vida pacata e isolada que levam, busca mudanças através do visitante que traz consigo um gosto de liberação em um fim de semana cheio de desejo e violência.    

MURINA e BERGMAN ISLAND, dirigido por Mia Hansen Love, são os dois filmes produzidos pela RT Features que integraram o Festival de Cannes deste ano, sendo BERGMAN ISLAND na Competição Oficial. Da parceria firmada com Martin Scorsese, em 2016, três filmes já foram produzidos, sendo CIGANOS DA CIAMBRA de Jonas Carpignano de 2017 e exibido também na Quinzena dos Realizadores e PORT AUTHORITY de 2019, lançado em Cannes na mostra Un Certain Regard.Ficha Técnica:

MURINA

Direção: Antoneta Alamat Kusijanovic

Roteiro: Antoneta Alamat Kusijanovic e Frank Graziano

Elenco:  Gracija Filipovic, Danica Curcic e Leon Lucev

País: Croácia, Brasil, EUA, Slovenia

Ano: 2021 

Produção: RT Features, Sikelia Productions, Antitalent Produkcija e Spok Films

Sobre a RT Features

Criada e dirigida por Rodrigo Teixeira, a RT Features tem em seu currículo de produções brasileiras longas-metragens como O Cheiro do Ralo (2006), O Abismo Prateado (2010), Tim Maia (2014), Alemão (2014), O Silêncio do Céu (2016) e a série O Hipnotizador (para a HBO Latin America em 2015).


No cenário internacional, produziu filmes premiados como Frances Ha (2013) e A Bruxa (2015). Em 2016, Rodrigo passa a integrar a Academia de Artes e Ciências Cinematográfica nos Estados Unidos, responsável pelo Oscar. Um ano depois, lança Me Chame Pelo Seu Nome, vencedor do Oscar de Melhor Roteiro Adaptado em 2018. 

Em 2019, recebe o Prêmio de Melhor Filme na mostra Um Certo Olhar no Festival de Cannes com o filme A Vida Invisível de Karim Aïnouz que conta com Fernanda Montenegro no elenco. E no mesmo ano lançou os filmes Ad Astra, de James Gray, com Bratt Pitt, Wasp Network, de Olivier Assayas, com Penélope Cruz, Gael García Bernal e Wagner Moura (ambos exibidos no Festival de Veneza) e também O Farol, de Robert Eggers, com Willem Dafoe e Robert Pattinson, vencedor do prêmio máximo da critica na Quinzena dos Realizadores do Festival de Cannes. 2021 marca a volta da RT Features ao Festival de Cannes, com o filme Bergman Island dirigido por Mia Hansen-Love e Murina de Antoneta Alamat Kusijanovic.




Nenhum comentário