Novidades

[Crítica] Ricardo III

 

Sinopse:

O poderoso conto de Shakespeare sobre o perverso e deformado Rei e suas conquistas, tanto no campo de batalha quanto no boudoir.






        O quê eu achei?


 A Guerra das Rosas foi um dos períodos mais conturbados da história inglesa e inspirou diversas obras,desde obras de Shakespeare,até livros de Bernard Cornwall até As Crônicas de Gelo e Fogo.

Para entender os acontecimentos de Ricardo III é bom-não é indispensável mas ajuda-ter um determinado conhecimento prévio dos acontecimentos que levaram as coisas até esse ponto.

A Tragédia do rei Ricardo III é o último da quadrilogia-antes vem Henrique VI partes I,II e III e foca na ascensão ao trono inglês desde seus tempos como o Duque de Gloucester até sua coroação e sua morte na batalha de Bosworth Field=-ele foi o último rei da Inglaterra a morrer em batalha.

Destaque para a atuação do grande Laurence Olivier:ele tem vários solilóquios e trouxe a vida o cínico,ganancioso e estrategista inescrupuloso que faz de tudo-literalmente tudo-para atingir seu objetivo:acusar seu irmão George,Duque de Clarence (Sir John Gielgud)de conspirar contra o rei;depois que ele vai preso,contrata dois lacaios para afogá-lo em um barril de vinho,impede que o perdão de seu outro irmão Richard chegue a tempo para libertar George da cadeia e seduz a lady Anne mesmo sabendo que ela o odiava por ter causado a morte de seu pai e irmão. 

O figurino é outro destaque e a cena da morte do rei traz a célebre frase :-Meu cavalo!Um reino por um cavalo!. Algumas curiosidades:

-Na cena de abertura, Ricardo III acidentalmente deixa cair a coroa do duque depois que o grupo real sai de cena, uma falha cometida por Laurence Olivier, mas que ele optou por deixar no filme. 


-Embora Laurence Olivier tivesse 47 anos quando o filme foi feito, o verdadeiro Rei Ricardo III tinha apenas 32 anos quando morreu; o rei Eduardo IV tinha 40 anos quando morreu, mas foi interpretado por Cedric Hardwicke, de 61 anos; e seu irmão mais novo, George, duque de Clarence, tinha apenas 28 anos quando morreu, mas foi interpretado por John Gielgud, de 51 anos.

- Durante as filmagens, Laurence Olivier teve um retrato pintado por Salvador Dalí, uma tela que se tornaria uma das favoritas da coleção de Olivier, até que ele teve que vendê-la para pagar as despesas escolares dos filhos.

Ricardo III não foi indicado ao Oscar de Melhor Filme (o único dos 3 filmes baseado em obras de Shakespeare que não recebeu uma indicação) à categoria principal do Oscar mas Sir Laurence foi indicado-e ganhou-Melhor Ator.É uma produção que todo fã de ficções históricas deveria conferir!


                                                             Trailer:


                                                                      


Nenhum comentário