Novidades

[Críitca] Mães de verdade


 Sinopse:

Kiyokazu Kurihara (Arata Iura) e Satoko (Hiromi Nagasaku) são um casal que, no desejo de ter um filho, adota um bebê. Seis anos depois, enquanto vivem um feliz casamento, eles recebem uma ligação de uma mulher chamada Hikari Katakura (Aju Makita), alegando ser a mãe biológica de Asato (Reo Sato), o filho adotado do casal. Hikari diz querer seu filho de volta, chantageando a família com a pedida de uma alta quantia de dinheiro.


               O quê eu achei?

Eu gosto de filmes japoneses e estou estudando a língua no momento.Além disso, admiro o trabalho da cineasta Naomi Kawase, diretora de Sabor da vida,O segredo das águas,Floresta dos Lamentos e Suzaku.

Mâes de verdade (cujo título original,朝が来る(Asa ga Kuru,significa A manhã está chegando)é baseado no livro da autora Mizuki Tsujimura, conta a história do casal Kiyokazu Kurihara (Arata Iura) e Satoko (Hiromi Nagasaku)que impossibilitados de ter um filho por causa da azoospermia-condição em que não há espermatozoides no esperma-e decidem adotar uma criança através do programa Baby Baton em que mulheres que não podem ou não querem gerar seus filhos passam seus direitos para casais inférteis ou que desejem adotar. Eles adotam um menino a quem dão o nome de Asato e conhecem a mãe biológica dele,Hikari, que era adolescente e entrega uma carta para ser dada ao filho quando ele ficasse mais velho.

6 anos mais tarde,Satoko recebe uma ligação de uma mulher que é mãe de um dos colegas do Jardim de Infância que alega ter sido empurrado por Asato e exige que ela pague as despesas médicas dele.Satoko teme que ele tenha herdado os genes ruins de sua família biológica; segue-se um flashback da adoção dele. 

Alguns dias depois,o casal recebe uma ligação de uma mulher que alega ser Hikari,mãe biológica de Asato e ela quer o filho de volta.Satoko desliga o telefone assustada mas recebe a visita da mulher misteriosa e ela diz que se eles não quiserem entregar o garoto,tem que lhe dar uma alta quantia de dinheiro. A princípio eles acham que é uma charlatã querendo se beneficiar às custas deles;ela erra e diz que ele estava no Ensino Fundamental sendo que ele ainda estava no Jardim de Infância e é claro que a mãe verdadeira saberia a idade do filho.

Outro flashback conta a história de Hikari: ela era uma adolescente de 14 anos que se apaixonou por um colega de classe e acabou engravidando dele.Como ela ainda não havia menstruado quando descobriu a gravidez,já havia ultrapassado o período limite de 22 semanas para abortar.Ela se hospeda nas acomodações do Baby Baton até o parto.

Nos dias atuais,Satoko recebe uma ligação da professora de Asato informando que o outro menino tinha admitido que ele tinha pulado por conta própria, não havia sido empurrado.Ela planeja uma ida em família ao zoológico para comemorar mas é interrompida pela mulher que alega ser Hikari.

A diretora Naomi Kawase é conhecida por seus filmes que questionam os valores da sociedade japonesa atual e não é diferente com esse: o homem nunca é mostrado como sendo o decisor,as mulheres são sempre responsáveis pelas decisões.É proposto um olhar humanista que demonstra os abismos sociais sobre os quais os personagens parecem estar prestes a cair das bordas o tempo todo retratando duas mulheres que experimentam a maternidade de formas diferentes.Recomendo!


                         Trailer:





Nenhum comentário