Novidades

[News] Filme inédito com Ricardo Darín chega ao À La Carte

 

Exibida no Brasil apenas no CineSul – Festival de Cinema e Vídeo Latino-Americano, em 2003, a comédia argentina “Samy e Eu”, estrelada por Ricardo Darín, permanece comercialmente inédita nos nossos cinemas, e agora, enfim, estreia no Petra Belas Artes À La Carte, no dia 16 de novembro (segunda-feira), dentro do "Super Lançamentos", por apenas R$ 8,90.

A história não se passa em Nova York, mas o seu protagonista, Samy Goldstein, bem podia ser uma versão argentina de Woody Allen: ele é um escritor atordoado, deprimido, hipocondríaco, paranoico e oprimido por várias mulheres.

Quando lançado em seu país, o filme obteve críticas muito boas, especialmente para as excelentes atuações do argentino Ricardo Darín e da colombiana Angie Cepeda.

Segundo longa do diretor Eduardo Milewicz ("A Vida de Muriel"), “Samy e Eu” conta a história de Samy, interpretado por Darín, um roteirista de comédia para a TV que, apesar do relativo sucesso do programa, sente que sua criatividade começa a se esgotar. Será a crise dos 40 anos que se aproximam? Além disso, ele se sente preso a um ambiente excessivamente feminino, cercado por sua namorada, sua mãe, sua irmã, sua melhor amiga e sua produtora.

Precisando mudar de ares, ele decide deixar a televisão e retomar uma paixão que ele mantém guardada: a literatura.  

Enquanto isso, Mary, papel de Angie Cepeda, embora completamente alheia ao mundo de Samy, também passa por uma crise: ela cansou de ser a “filhinha do papai" e decide usar sua beleza física e sensualidade, aproveitando melhor sua "inteligência emocional", como ela própria diz, para buscar novos horizontes.

Um dia, um mal-entendido faz com que Samy e Mary se encontrem, e a partir desse momento nasce uma atração irresistível entre eles. Apaixonada, Mary arma um incrível plano para manter Samy na televisão e torná-lo um homem de grande sucesso. Ela, então, produz um reality show sobre a vida dele!

Graças ao enorme carisma da dupla, a afinidade entre Darín e Angie é perfeita, levando o público a torcer muito para que Samy seja bem-sucedido e para que ele e Mary permaneçam juntos.

Em meio a um elenco predominantemente feminino, Ricardo Darín defende que “as mulheres são fator essencial em tudo”, e que “desde o princípio dos tempos, os homens as fizeram acreditar que elas deveriam se retirar das reuniões sociais para que eles pudessem conversar sobre coisas importantes, quando na verdade não é assim".

As demais atrizes, todas ótimas, são Cristina Banegas, no papel de amiga de Samy; Alejandra Flechner, a namorada de Samy; Carolina Peleritti interpreta uma escritora; a uruguaia Henny Trayles faz a mãe judia superprotetora de Samy; Alejandra Darín, que é irmã de Ricardo Darín na vida real, interpreta sua irmã também no filme.

Sinopse:

SAMY E EU


(Samy U Yo)


Argentina, 2002, cor, 85 min., comédia, idioma: espanhol (legendado), 14 anos.


Direção: Eduardo Milewicz


Elenco: Ricardo Darín, Angie Cepeda e Cristina Banegas.

Samy está prestes a completar 40 anos. Entre seus desgostos estão sua namorada Laura, seu astigmatismo, sua mãe e sua irmã. Ele escreve o programa de TV de um comediante, mas ainda sonha em ser um escritor sério e respeitado. Todo ano tenta escrever um romance, mas todo ano falha. Ao avaliar sua crise existencial, Samy decide largar o emprego, a namorada e os laços que o prendem à família. No meio dessa confusão, Mary aparece. Ela é uma entusiasmada colombiana, que parece ser a única a enxergar o potencial dele. Mary então produz um reality show sobre a vida de Samy, que logo se transforma em um sucesso absoluto

Serviço:

Planos de assinatura com acesso a todos os filmes do catálogo em 2 dispositivos simultaneamente.


Valor assinatura mensal: R$ 9,90 | Valor assinatura anual: R$ 108,90


Super Lançamentos: Com valores variados, a sessão ‘super lançamentos’ traz os filmes disponíveis no cardápio para aluguel por 72hs.


Para se cadastrar acesse: www.belasartesalacarte.com.br e clique em ASSINE.


Ou vá direto para a página de cadastro: https://www.belasartesalacarte.com.br/checkout/subscribe/signup


Aplicativos disponíveis para Android, Android TV, IPhone e Apple TV. Baixe Belas Artes À LA CARTE na Google Play ou App Store.


Petra Belas Artes À LA CARTE:


Com acervo com curadoria, pensado para quem ama uma programação de qualidade o Petra Belas Artes À LA CARTE é uma plataforma de streaming criada no final de 2019, e que ganhou muita força, em abril de 2020, quando após 5 meses do seu nascimento, passou a oferecer um mês de gratuidade aos cinéfilos, durante a Pandemia. Desde em então, a plataforma criada pelo Belas Artes Grupo passou a ter um crescimento de pelo menos 40% ao mês, ganhando cada vez mais espaço no dia a dia dos cinéfilos.


A ideia inicial sempre foi poder levar para todo o Brasil aquilo que os cinéfilos de São Paulo tinham no Cine Petra Belas Artes, ou seja, uma programação de qualidade, com curadoria, e que tenha em seu catálogo de forma permanente, filmes que não são encontrados nas plataformas globais. Ou seja, filmes de grandes diretores, de vários países do mundo, e que fazem parte da história do cinema. Além disso, toda semana quatro novos filmes entram no “cardápio” do Petra Belas Artes À LA CARTE e não saem do ar, ou seja, eles ficam durante muito tempo disponíveis para que os assinantes possam ver e rever seus filmes preferidos. 


No Petra Belas Artes À LA CARTE o assinante encontra os filmes divididos em categorias singulares e criativas com classificações como: "cults incríveis", “mulheres maravilhosas”, "hahaha", “para roer as unhas”, "o que todo cinéfilo precisa ver antes de morrer" e "novo no cardápio", entre várias outras. Além disso, a plataforma também lança filmes de forma inédita e exclusiva como foi o caso do lançamento de “Apocalypse Now – Final Cult”, “O Hotel às Margens do Rio” de Hong Sang Soo, o brasileiro “Partida”, de Caco Ciocler, entre outros.





Nenhum comentário