Novidades

[Nerds & Geeks] Review do penúltimo episódio de Supernatural

 

Chegou a hora de falarmos sobre o penúltimo episódio de Supernatural e o final da temporada (não o da série, que é semana que vem!), Inherit the Earth:

(ALERTA DE SPOILER-PARE DE LER AQUI SE NÃO QUISER SABER):

-

-

-

-

-

Se o lema da família Winchester é "salvar pessoas, caçar coisas", então o que acontece quando não há mais ninguém para salvar e nada para caçar? Essa foi a premissa da maior parte deste episódio, conforme pegamos momentos depois dos eventos da semana passada, a.k.a. momentos após o arrebatamento.

Dean, que ainda tem a marca da mão ensanguentada de Castiel em seu ombro, encontra Sam e Jack em Hastings, Minnesota, e juntos, eles percebem que todo mundo se foi. Dean conta a eles o que aprendeu: não era Billie; era Chuck. Quanto ao Cas? "Ele me salvou", Dean diz a eles, explicando o que aconteceu com o Vazio.

Ao se dirigirem a uma lanchonete vazia, são recebidos por torneiras e telas de TV com campos de futebol vazios. Como Dean diz, "Traz um novo significado para o termo 'morte súbita'". Enquanto Dean pega uma cerveja, Sam está pronto para jogar a toalha. Eles tentaram reescrever o final de Chuck e o mundo inteiro pagou o preço. Agora, literalmente, não há mais ninguém para salvar.

A única opção neste momento é encontrar Chuck e jogar a toalha. Eles dizem a Chuck que vão dar a ele o seu final, vão se matar, desde que ele traga todos - incluindo Castiel - de volta. Eles estão desistindo. Mas Chuck não está interessado. Ele descobriu uma nova história, e envolve observá-los apodrecer em um planeta sem vida sabendo que é assim porque eles não "se ajoelhariam". Vergonha eterna, sofrimento e solidão? "Isso é profundo", diz Chuck. "Isso é sofisticado." Então, ele vai embora.

Corte para alguns dias depois, e temos uma ideia de como os meninos ficariam em quarentena. Jack está em seu quarto, Sam está bebendo café e Dean está dormindo no chão usando uma garrafa de cerveja como travesseiro. Mas quando Jack sente uma presença, eles se aventuram para fora, e é onde Dean encontra um cachorro em um posto de gasolina. Muito feliz com a ideia de salvar algo, ele coloca o cachorro no banco de trás do Impala ... apenas para que desapareça. Chuck acena de um campo próximo e eu só tenho que dizer, ter Chuck monitorando os caras puramente para torturá-los, para dar-lhes esperança apenas para levá-la embora, é a coisa mais cruel que ele já fez, e eu acho que é uma grande evolução para ele como um vilão.

Os meninos seguem o pressentimento de Jack até a igreja, e é onde encontram Michael! E sim, é apenas Michael agora, Adam foi levado por Chuck. Mas por falar nisso, Michael não é mais o filho devotado e está disposto a ajudá-los a derrubar seu pai. O problema é que nem mesmo Michael consegue ler o livro da Morte.

Naquela noite, Sam e Dean sentam para conversar sobre como eles estão ferrados quando Castiel liga para Dean. Ele diz que está ferido e está na porta da frente e pede que o deixem entrar. EXCETO QUE É LÚCIFER! Eu não sei sobre vocês, mas o Lúcifer de Mark Pellegrino é meu vilão favorito desta série, então eu estava muito feliz por tê-lo de volta.

Ele diz aos caras que o Vazio o chutou para encontrar o livro da morte de Chuck para que eles pudessem usá-lo contra ele. Eles são uma equipe! Ou então ele diz. Para provar sua utilidade, ele os presenteia com Betty, uma ceifeira. E quando ele mata Betty, ela se torna a nova Morte, e de repente, eles têm alguém que pode ler o livro.

Mas, este é Lúcifer, então há um problema. Assim que Michael e Lúcifer estão conversando - sua primeira interação desde o episódio "Swan Song" - Betty entra, mas antes que ela possa ler o final de Chuck, Lúcifer a mata e rouba o livro (agora aberto). Acontece que foi Chuck quem trouxe Lúcifer de volta, e ele quer o livro. E é aqui que finalmente chegamos ao confronto Michael-Lúcifer que nunca tivemos em "Swan Song". Embora, reconheço que não seja uma grande luta. Para encurtar a história, quando Lúcifer se distrai com Jack, Michael usa a lâmina de arcanjo nele. E aqui está o que vou dizer sobre isso: Eu amo que eles revisitaram o confronto Michael-Lúcifer. Meu único desejo é que houvesse mais desenvolvimento e a história tivesse mais tempo para se desenrolar.

Após a morte de Lúcifer, Michael está tendo um momento de "papai nem me procurou" enquanto Sam tenta usar o Livro dos Condenados para decodificar o livro da Morte. (Vamos ser honestos, Sam está no Paraíso com todos esses livros e eu também estaria.) Quando termina, ele afirma que há um feitiço que pode matar Chuck.

Quando ele está prestes a tirar Sam e Dean, Chuck decide que, pela primeira vez, vai sujar as mãos. Então, ele começa a esmurrar Sam e Dean, quebrando seus ossos, socando-os repetidamente. Os meninos se recusam a ficar abaixados até que, finalmente, eles começam a sorrir. Chuck pergunta por que eles estão sorrindo e Sam diz: "Porque você perde."

Chuck se vira para ver Jack, e quando Chuck é incapaz de matar Jack com um estalar de dedos, Jack agarra Chuck e rouba seu poder. Jack então estala SEUS dedos e instantaneamente cura Sam e Dean.

Conforme os meninos explicam, o feitiço sempre foi uma mentira, porque eles sabiam que Michael o levaria direto para Chuck. Seu plano real era usar Jack. Lembra da semana passada quando ele matou uma planta? Bem, ele sugou a vida disso. Parece que desde que ele explodiu, ele se tornou uma espécie de vácuo de poder. Então, quando Michael e Lúcifer estavam lutando no bunker? Jack estava absorvendo seu poder. E quando Deus estava batendo em Sam e Dean? Mesma coisa. Agora, Jack absorveu todo o poder de Chuck.

Chuck admite que é por isso que "você é meu favorito". Pela primeira vez, Chuck não tem ideia do que vai acontecer a seguir, e quer saber? Morrer nas mãos dos Winchesters parece muito glorioso. E é exatamente por isso que eles não vão matá-lo.

O final de Chuck é para ele se tornar igual a todos os outros humanos que ele esqueceu, para ele envelhecer, ficar doente e morrer. Para ninguém se lembrar dele. E com isso, eles deixam Chuck para trás e testam as novas habilidades de Jack.A performance do Rob Benedict foi incrível!

Jack é capaz de repovoar a terra, até o cachorro do posto de gasolina. Mas ele não vai voltar para o bunker com Sam e Dean. Ele explica que ele e Amara estão vivendo em harmonia, mas Jack não precisa estar no bunker porque ele está "em toda parte". Em outras palavras, ele realmente é o novo Deus, mas não precisa que as pessoas orem a ele. Ao contrário de Chuck, ele permanecerá fora da história, porque se sua curta vida lhe ensinou alguma coisa, é que quando as pessoas têm que dar o melhor de si, elas podem sê-lo. Jack então acena um adeus e desaparece.

Isso nos deixa com dois irmãos, duas cervejas e um bunker onde, pela primeira vez, eles podem escrever sua própria história. Eles estão finalmente livres. Enquanto eles saem para um passeio, vemos que os nomes de Castiel e Jack estão gravados na mesa. E é aqui que eles inserem uma montagem que, se você for como eu, vai fazer você se emocionar.

Ao mesmo tempo que eu achei que a solução do Jack sugar os poderes do Chuck foi meio fácil-eu esperava por algo mais mirabolante-gostei do episódio e achei que Chuck teve o destino que merecia, virar um mortal que ele tanto desprezava e ficar doente, envelhecer e morrer.

Ansiedade a mil para ver o Carry On, o ep 20 e show finale semana que vem!


Me contem o que vocês acharam! 





Nenhum comentário