Books Brasil Books

Novidades

[News]Toda Quinta chega à 3ª edição no Teatro Vivo e renova homenagens a Dominguinhos

 Toda Quinta chega à 3ª edição no Teatro Vivo e renova homenagens a Dominguinhos


Anastacia


Dominguinhos


Liv Moraes

 
Todos os artistas da programação reverenciam o sanfoneiro, cantor e compositor. Mariana Aydar abre o projeto e Anastácia fecha, dias 12 de maio e 16 de junho, respectivamente. As noites trazem Liv Moraes e Cosme Vieira, Mestrinho e Lulinha Alencar, Tiganá Santana e Luisa Maita, Mariana Aydar, Elba Ramalho e Anastácia.
 
Interrompido pela pandemia após a estreia, quando realizou apenas o primeiro show, de Hermeto Pascoal, em março de 2020, e depois retomado em novembro de 2021, o TODA QUINTA reafirma a parceria com o TEATRO VIVO, onde nasceu a série,  e apresenta sua 3ª edição de 12 de maio a 16 de junho, sempre às quintas-feiras, às 20 horas. Nas seis semanas de shows, optou-se pela continuidade de uma programa&c cedi l;ão em homenagem a Dominguinhos (1941/2013), desta vez com apresentações totalmente dedicadas à obra deste artista genial. Desde a estreia, as atrações convidadas a se apresentar prestaram suas homenagens ao músico, executando uma ou duas de suas composições, dentro do repertório, devido à celebração de seus 80 anos.
 
A mais atual iniciativa do Projeto Memória Brasileira, criado para desenvolver ações de valorização da música brasileira, o projeto das quintas-feiras tem a proposta de fidelizar o público da região e da cidade de São Paulo, nas noites de quinta feira, oferecendo aos amantes da boa música uma programação de qualidade, inédita neste espaço. Idealizado por Myriam Taubkin e Gabriel Fontes Paiva, que assinam, respectivamente, a direção musical e a direção de arte, o T ODA QUINTA convidou uma banda - presente em todas as apresentações -, que interpretará temas instrumentais e canções do homenageado, com participação especial de artistas para os quais Dominguinhos sempre foi referência, entre eles AnastáciaElba RamalhoMariana AydarLula Alencar e Mestrinho.
 
Portanto, a cada noite, o TODA QUINTA recebe um convidado especial que será acompanhado pelo grupo de músicos selecionados para esta série: Cosme Vieira, voz e sanfona; Salomão Soares, piano; Zezinho Pitoco, zabumba, sax alto e clarinete; João Taubkin, contrabaixos e violão; Guegué Medeiros, percussão.  “Os artistas da programação reverenciam Dominguinhos em seus trabalhos e o público terá a oportunidade de ouvir sua música interpretada de modo único por todos, inclusive por Tiganá Santana e Luisa Maita, que também farão sua leitura particular da obra. Para os outros convidados, Dominguinhos é o guia ou um dos guias”, pontua Myriam Taubkin.
 
A programação conta com:
·         MARIANA AYDAR - dia 12 de maio.
·         LIV MORAES e COSME VIEIRA - dia 19 de maio.
·         MESTRINHO e LULINHA ALENCAR – dia 26 de maio. ·         TIGANÁ SANTANA e LUISA MAITA – dia 2 de junho. & lt; /span>
·         ELBA RAMALHO e TONINHO FERRAGUTTI – dia 9 de junho.
·         ANASTÁCIA – dia 16 de junho.
Mini bios
 
Anastácia - No auge de seus 82 anos e com uma carreira que já dura mais de seis décadas, continua firme e forte em seu relacionamento com a música brasileira e nordestina. Considerada a Rainha do Forró, Anastácia iniciou a carreira artística em 1954, no Recife. Em 1960, veio morar em São Paulo. Em 1961 gravou seu primeiro LP pela Chantecler. É autora de hinos do cancioneiro popular e regional, tais como “Saudade Matadeira” e “Alegria de Pé de Serra”,  “Tenho Sede”, e “Eu Só Quero Um Xodó”, &a mp;a mp;n bsp;e conta com mais de 30 discos gravados, mais de 800 composições e mais de 60 anos de carreira, inclusive internacional, com direito a indicação ao Grammy Latino.
 
Cosme Vieira - nascido em 1997, começou a tocar sanfona com quatro anos, quando uma sanfoninha de papelão levada pela chuva parou dentro de sua casa. Seguiu se apresentando em programas de rádio e TV com o trio Forró Moleque. Atualmente, toca por todo Brasil e desenvolve trabalhos com grandes nomes da música como Ivete Sangalo, Duani, Zeca Baleiro, Mariana Aydar, Liv Moraes, Toninho Horta e muitos outros.
 
Liv Moraes - Filha de Dominguinhos, ingressou profissionalmente na música aos 18 anos, recebendo o prêmio de melhor cantora de forró no 6º Prêmio da Música de Pernambuco. Anualmente se apresenta nos maiores festivais de São João do Brasil em Caruaru (PE), Campina Grande (PB) e Aracaju (SE).
 
Lulinha Alencar e Mestrinho - se juntam para o “ToCantE”. Em comum, o sotaque regional, o autodidatismo, o instrumento e o convívio com Dominguinhos, que levaram os dois músicos a gravarem essa homenagem ao mestre da sanfona brasileira.
 
Lulinha Alencar, nascido no sertão do Rio Grande do Norte, teve seu primeiro contato com a música em casa, tocando triângulo e zabumba com seu pai, o sanfoneiro Zé de Cezário. Autodidata, radicou-se em São Paulo, inicialmente como pianista, sem imaginar que ganharia oportunidade e notoriedade também como sanfoneiro. Mestrinho, sergipano de Itabaiana, neto do tocador de oito baixos, e filho de sanfoneiro, Mestrinho aos 6 anos já tocava sanfona e, aos 17 anos, mudou-se para São Paulo, onde logo chamou a atenção pelo seu talento, passando a acompan har e dividir o palco com muitos dos mais influentes artistas brasileiros.
 
Luísa Maita - Como compositora é uma cronista da sua cidade. Lançou o álbum Lero-Lero em 2010, no Brasil e nos EUA, que foi um marco na sua carreira, quando recebeu o Premio da Música Brasileira. Duas faixas do álbum fizeram parte da trilha do filme Boyhood. Em 2011, apresentou-se em importantes festivais de verão na Europa e em 26 cidades americanas, e em 2014, realizou nova turnê nos EUA, incluindo casas como o Lincoln Center em NY. Em 2016 Luísa lançou seu novo disco "Fio da Memória", e saiu em uma Tour pelo Canadá e EUA, arrancando elogios dos maiores críticos do cenário musical de mídias como Pitchfork, The New York Times, entre muitos outros. Agora Luísa se prepara para o lançamento de seu novo disco.
 
Mariana Aydar  - A cantora alia elementos e ritmos contemporâneos às suas raízes no samba, forró e afoxé. Em 2014 lançou o documentário "Dominguinhos" e em sua carreira lançou cinco discos de estúdio, sendo o último consagrado com o Grammy Latino 2020 de Melhor Álbum de Raízes em Língua Portuguesa.
 
Tiganá Santana - Nascido em Salvador, Bahia, é compositor, cantor, instrumentista, poeta, produtor musical, diretor artístico, curador, pesquisador, professor e tradutor. Depois de lançar três álbuns, com produções, pesquisas e conceitos distintos, além de viagens e residências específicas, Tiganá consolida uma personalidade musical e é eleito um dos dez músicos fundamentais da música atual brasileira pela conceituada revista inglesa especializada em música, Songlines. Com um timbre de voz inconfundível, Tigan&a mp;a mp;a acute; lança no ano de 2020 os álbuns “Vida-Código” — agraciado pelo Edital de Publicação Musical do Departamento de Cultura da Suécia — e “Milagres”, feito sob solicitação de uma gravadora alemã, a Martin Hossbach, para revisitar o álbum “Milagre dos Peixes”, de Milton Nascimento.
 
Para roteiro
 
Toda Quinta. Projeto musical no Teatro Vivo. QUINTAS, às 20h. Rua Dra. Chucri Zaidan, 2460 (antigo 860)- Morumbi: Classificação: livre. Dura ção: 60 minutos. Teatro Vivo - Av. Dr. Chucri Zaidan, 2460 (antigo 860) – Morumbi. Telefone: (11) 3279-1520. 20h - ingressos: R$80,00 (inteira) / R$40,00 (meia entrada).
 
Programação
Dia 12/05: Mariana Aydar. Dia 19/05: Liv Moraes e Cosme Vieira. Dia 26/05: Mestrinho e Lulinha Alencar. Dia 02/06: Tiganá Santana e Luisa Maita. Dia 09/06: Elba Ramalho. Dia 16/06: Anastácia.

https://linktr.ee/todaquinta 
 
Capacidade do teatro: 274 lugares. Horário da Bilheteria: Fone: 11 3279-1520 - Funcionamento somente nos dias de peça 2h antes da apresentação. Estacionamento no local - Valor: R$ 25,00 - 2h antes da sessão até 30 minutos após o término da apresentação.
Ingressos: R$80,00 (inteira) / R$40,00 (meia-entrada). O Teatro Vivo, com capacidade para 274 pessoas, foi reformado recentemente e oferece todas as condições para o público amante de música: boa acústica e visibilidade, além de conforto.
 
Ficha Técnica
 
Idealização: Myriam Taubkin e Gabriel Fontes Paiva. Direção musical: Myriam Taubkin. Direção de arte: Gabriel Fontes Paiva. Engenheiro de som: Alberto Ranelucci. Luz: André Prado.
Produção: Gustavo Martins. Coordenação de projeto: Luana Gorayeb. Projeto gráfico: Teresa Maita. Assessoria de Imprensa – ArtePlural Comunicação. Realização: Projeto Memória Brasileira

Nenhum comentário