Novidades

[News] Mestre do Terror Stephen King Completa 73 anos.

Com o título merecido de Mestre do Terror, King vem á décadas nos entregando clássicos atrás de clássicos, como “O Iluminado” e “Carrie”, que foi seu primeiro grande sucesso como escrito. Ele transformou o estado do Maine no local mais horripilante dos EUA.


Conhecido por sua alta criatividade e capacidade de publicar até 2 livros por ano, desperta a nossa curiosidade, como o autor consegue nos entregar tantos livros e contos em pouquíssimo tempo?

Stephen tem uma rotina como escritor, uma meta de 2000 palavras por dia, sempre escrevendo mais no dia seguinte caso não a cumpra, e isso ajuda a estimular a própria criatividade do autor. 


Mas não é só de terror que King vive, histórias como “The Green Mile” e o universo de “A Torre Negra” também mostram a capacidade de King transformar emoções além do medo em sucessos. Em “A Torre Negra” temos a história do pistoleiro Roland, em uma cruzada onde encontra companheiros e todo tipo de inimigos, aquí King eleva o nível de fantasia e mostra que o gênero não é infantil.

Abordando temas pesados como bullying, abuso infantil, assassinatos em série, uso de drogas e violência doméstica, seus livros usam muito dessas situações para aprofundar seus personagens. Existem poucos finais felizes em suas histórias, sobrevivência sim, mas King sabe explorar os traumas que impõe a esses personagens, vemos isso muito bem em “It", quando você pensa que o personagem está no fundo do poço, King nos surpreende e mostra que esse poço é ainda mais fundo.

Em homenagem ao autor resolvi listar meu top 3 das obras favoritas de King:

1-Pet Sematary: Com a descoberta de um cemitério de animais por uma familia que havia recém se mudado para sua nova casa, vem o dilema sobre enfrentar a morte daquele que amamos, e que o melhor é eles realmente continuarem mortos. O livro do qual Stephen quase não tem lembranças, pois estava em seus piores anos como dependente da cocaína. Ele acha provavelmente sua história mais pesada e desgosta muito dela.

2-Duma Key: Quando disse que King não tem medo de aprofundar o fundo do poço, Duma Key é um perfeito exemplo disso. Um ex engenheiro de obras se muda para a pequena ilha na Flórida após um terrível acidente onde teve sequelas psicológicas e físicas como a perda de um dos braços, afastado da familia, ali ele retoma a pintura como seu hobbie, mas é aquilo que ele sente vindo do seu braço inexistente que torna tudo diferente. É uma obra pouco conhecida e apreciada

3-Doutor Sono: Aquí acompanhamos Danny após os eventos ocorridos no Overlook, e como isso o afeta em sua vida adulta. Também somos introduzidos a Abra, uma menina com “talentos” tão grandes quanto os de Danny, e o perigo que ela corre por isso. Pautado tanto no drama quanto no terror, é uma história que fala muito sobre as marcas do passado.

Uma curiosidade: King odeia autografar livros bem cuidados, ele sente que o leitor não o viveu o suficiente com ele e que o livro não fez parte da vida da pessoa, que foram apenas comprados na hora apenas pelo autógrafo. Isso definitivamente vai na contramão da maioria de nós, amantes de livros.


Texto por Yasmin de Carvalho


Nenhum comentário