Novidades

[News] Aula solidária apoia tribo indígena do litoral do Paraná

 

Nem só nos computadores acontecem as aulas durante a pandemia. Em Curitiba (PR), os alunos da Educação Infantil 2 e 3, que inclui crianças entre 2 e 4  anos de idade, participaram de uma atividade diferente. Elas visitaram o colégio com a família e de dentro do carro, aprenderam sobre a cultura indígena no Brasil. O drive-thru cultural contou com 10 estações montadas pela escola, onde foram representadas as tradições de diversos povos originários. O encontro também serviu para arrecadar alimentos para a etnia Guarani Mbya que vive na Ilha da Cotinga – Taquaty, próximo à Paranaguá.

A ideia, de acordo com a coordenadora da Educação Infantil, Sibele Guimarães, é incluir toda família no percurso de carro, dentro das dependências do colégio. “Em cada parada sinalizada, existe um fragmento da cultura, como: artesanato, alimentação, moradia, brincadeira e demais formas de expressões artísticas e de linguagem indígena”, explica. 

As crianças e as famílias permanecem dentro dos carros e, mesmo a distância, são diversos os encontros proporcionados com a diversidade cultural do Brasil. Grande parte dos artefatos indígenas que expostos são dos Povos Indígenas Brasileiros, materiais que compõem o acervo da Loja de Arte indígena Xondaro. 

Educação e solidariedade

O tema da aula especial também serve para praticar a solidariedade. A doação de alimentos não perecíveis como farinha de trigo, fubá, leite, quirerinha, canjica, óleo, arroz, feijão, café, entre outros, foram repassados para a etnia Guarani Mbya. Também chamados de mbiás e M’byá, eles são um subgrupo do povo Guarani que habita a região meridional da América do Sul, e no Brasil, existem cerca de 2400 índios. 

Sobre a Rede Marista de Colégios: A Rede Marista de Colégios (RMC) está presente no Distrito Federal, Goiás, Paraná, Santa Catarina e São Paulo com 18 unidades. Nelas, os mais de 25 mil alunos recebem formação integral, composta pela tradição dos valores Maristas e pela excelência acadêmica. Por meio de propostas pedagógicas diferenciadas, crianças e jovens desenvolvem conhecimento, pensamento crítico, autonomia e se tornam mais preparados para viver em uma sociedade em constante transformação. Saiba mais em www.colegiosmaristas.com.br.




Nenhum comentário