Novidades

[Crítica] Sombras do terror

 

Sinopse:

O adolescente desajustado Stan mora com seu avô abusivo e tenta proteger seu melhor amigo dos valentões do ensino médio. Quando ele descobre que uma criatura assassina se refugiou dentro de seu galpão de ferramentas, ele tenta lutar contra o demônio sozinho até que seu amigo descobre a criatura e bola um plano muito mais sinistro para acabar com seus inimigos da escola.




  O quê eu achei?


Embora eu saiba que Frank Sabatella seja um diretor conhecido por fazer filmes alternativos de terror e suspense, ainda não tinha visto nenhum e a sinopse desse me interessou, portanto resolvi dar uma chance.

Stanely (Jay Jay Warren) é um adolescente de 17 anos que vive com seu avô porque é órfão e já passou por reformatórios.Ele defende seu amigo Dommer (Cody Costron)dos valentões da escola e quem, para o azar dele, tem um relacionamento com Roxy, a garota que Stanley gosta desde a infância.

Tudo começa quando o bandido foragido Joe Bane está correndo por uma floresta quando é atacado por uma criatura que nunca fica claro se é um vampiro ou zumbi.Ele consegue matá-lo mas pouco adianta porque foi mordido e se transforma. Bane corre e consegue se refugiar no galpão (shed em inglês, daí o título original) de ferramentas no terreno da casa de Stanley-e fica preso lá porque ele não pode ter contato com a luz do Sol.

Stanley descobre a existência do monstro e o mantém trancado. É claro que ele tenta avisar seu avô e a a xerife da cidade mas eles não lhes dão ouvidos e sofrem as consequências. Mas quando Dommer descobre a existência do monstro, ele decide usá-lo como vingança contra todas as chacotas que ele sofreu.

Começa como um suspense interessante-outros filmes como O Quarto de Jack, já exploraram o tema do ambiente claustrofóbico do galpão e ele até que foi bem aproveitado no início mas como já era esperado,o nível vai caindo para uma série de situações inverossímeis.O final até que deixa uma ponta solta interessante.Não é terrir porque não é cômico, é sério mas também não assusta.Passa o tempo mas nada inovador ou memorável.

                 

                         Trailer:





Nenhum comentário