Novidades

[Especial Oscar 2021] Judas e o Messias Negro

Sinopse: Judas e o Messias Negro é a história de ascensão e queda de Fred Hampton (Daniel Kaluuya), ativista dos direitos dos negros e revolucionário líder do partido dos Panteras Negras. Um jovem proeminente na política, ele atrai a atenção do FBI, que com a ajuda de William O’Neal (LaKeith Stanfield) acaba infiltrando os Panteras Negras e causando o assassinato de Hampton.

Judas e o Messias Negro foi dirigido por Shaka King e conta com o elenco formado por Daniel Kaluuya (Corra! e Pantera Negra), LaKeith Stanfield (Entre Facas e Segredos), Jesse Plemons e Martin Sheen.

Curiosidades:

- O diretor Shaka King descreveu a ideia inicial para o filme como Os Infiltrados (2006) dentro do mundo de COINTELPRO (Programa de Contra Inteligência). Ele achou que seria um jeito inteligente de mostrar “um tipo de cavalo de Troia em um filme biográfico sobre Fred Hampton e introduzir o mundo, uma boa parte do mundo que desconhece quem ele era e que desconhece muito das política e ideologia dos Panteras Negras”.

- No filme, William O’Neal, às vezes, serve de motorista de Fred Hampton. Na vida real, O’Neal nunca foi o motorista de Hampton, mas um membro de sua equipe de segurança.

- LaKeith Stanfield disse em uma entrevista que ele precisou de terapia depois de interpretar William O’Neal.

- Daniel Kaluuya, LaKeith Stanfield e Lil Rel Howery trabalharam juntos antes em Corra! (2017).

- LaKeith Stanfield e Lil Rel Howery trabalharam juntos antes em A Fotografia (2020) onde eles interpretaram dois irmãos. Coincidentemente, um de seus coatores no mesmo filme, Kelvin Harrison Jr., interpretou Fred Hampton no filme Os 7 de Chicago (2020).

- Com LaKeith Stanfield e Daniel Kaluuya recebendo nomeações do Oscar de Melhor Ator Coadjuvante, ‘Judas e o Messias Negro’ se torna o primeiro filme a ter vários atores negro nomeado nessa categoria pelo mesmo filme.

- Com este filme, Daniel Kaluuya se torna o primeiro ator negro britânico a receber várias nomeações da Academia.

- Primeiro filme com mais de dois produtores afro-americanos a serem nomeado pela Academia na categoria de Melhor Filme. É também é o primeiro nomeado nessa categoria a ter todos os produtores negros: Shaka King, Charles D. King e Ryan Coogler.

- Algee Smith e Dominique Fishback trabalharam juntos no O Ódio que Você Semeia (2018).

- Este é o segundo filme de Shaka King desde Newlyweeds (2013), seu filme de estreia.

- William O’Neal, que entregou Fred Hampton ao FBI, foi encontrado morto no dia 15 de janeiro de 1990 depois de correr no trânsito na rodovia 290. Ele tinha 40 anos. Embora sua morte tenha sido declarada como suicídio, sua esposa afirmou que foi um acidente. O’Neal tentou suicídio antes do acidente, onde ele foi impedido de pular da janela do segundo andar. Embora seu tio afirmou que ele estava “cheio de culpa” por trabalhar com o FBI, O’Neal afirmou em várias entrevistas que ele não tinha “nenhuma aliança” com os Panteras Negras.

- Daniel Kaluuya e LaKeith Stanfield interpretaram seus papeis nas idades de 31 e 29 anos respectivamente. No entanto, Fred Hampton tinha apenas 21 anos na época de sua morte e William O’Neal tinha apenas 17 anos durante os eventos.

- A cena do envenenamento foi filmada no aniversário de 50 anos de sua ocorrência. Daniel Kaluuya relembra que “filmar aquela cena naquele dia, foi muito pesado. Foi muito pesado e todo mundo sentiu. Sabíamos que foi um momento. Tivemos um discurso, falamos algumas palavras, muito agradecidos por estarmos ali e agradecidos pelo que o congressista Fred fez por nós para estarmos aqui juntos. Para honra-lo e honrar e suas palavras e leva-las para um público maior. Então foi um dia tenso. Até mesmo as coisas que estava dizendo naquela cena, a decisão que ele toma naquela cena, para dizer naquele dia, foi tenso. Acho que se tivesse feito em outro dia não teria sido capaz de fazer como fiz. ”

- O filme menciona a humilhação de Bobby Seale no tribunal durante o julgamento dos 8 de Chicago (até que o caso de Seale foi cortado). Os julgamentos foram o foco de Os 7 de Chicago (2020), onde Fred Hampton aparece como coadjuvante, interpretado por Kelvin Harrison Jr. O filme também menciona o assassinato de Fred Hampton.

- Jay Z, que participou da trilha sonora, nasceu no dia que Fred Hampton foi assassinado.
 
Judas e o Messias Negro concorre também nas categorias de Melhor Ator Coadjuvante (Daniel Kaluuya E Lakeith Stanfield), Melhor Roteiro Original, Melhor Canção Original (Fight for you) e Melhor Fotografia.
 
Trailer: 
 
 
Fontes: AdoroCinema; IMDB, G1, YouTube



Nenhum comentário