Novidades

[News]"Contos de Papel" faz uma viagem lúdica e interativa com as crianças pelo Universo do Folclore Brasileiro

“CONTOS DE PAPEL” FAZ UMA VIAGEM LÚDICA E INTERATIVA COM AS CRIANÇAS PELO UNIVERSO DO FOLCLORE BRASILEIRO

As atrizes Isis Madi e Clara de Cápua unem a história contada à ilustração para apresentarem personagens icônicos como Curupira e Lobisomem.
 

https://lh3.googleusercontent.com/b2-mYxoJ7Sfe_qngT0SkBumvu2Yh4rjkobJyYHyPLEgXPwCl9MAc7xq24oJVQWPBufMYhqcdT0tGY4wesfzj9bdcuyExzKwMGvBzxWuVohCl-rL3HGSQWfpyBDF1fUu2gPfzkgo

Foto: Mariana Novais

 

Histórias como a do Curupira, do Lobisomem e da Vitória Régia dividem a cena com as ilustrações - manipuladas ora com a mão, ora in-motion - e com a música ao vivo de Lari Finocchiaro

Clique aqui para baixar mais fotos

 

Os finais de semana de março e abril estão reservados para o divertimento das crianças com a dupla Isis Madi e Clara de Cápua. “Contos de Papel” acontece em formato de live pelo Youtube nos dias 27 e 28 de março e nos dias 03, 04, 10 e 11 de abril, às 11h horas. A contação de histórias é um convite às crianças e aos pais a entrarem no mundo da imaginação permeado pelos traços do desenho.

A adaptação do projeto - que existe desde 2018 e já passou por unidades do Sesc – para o momento atual de isolamento social é uma pesquisa de linguagem. Entre a interação ao vivo e as cenas gravadas, as atrizes investigam a relação entre narrativa oral e ilustração, criando novos jogos de cena que extrapolam os recursos teatrais e colocam a tecnologia e suas ferramentas como aliadas do processo criativo.

A atriz Isis Madi percorre o imaginário brasileiro e suas lendas contando a história do Curupira, do Lobisomem e também da Vitória Régia, nome da planta aquática símbolo da Amazônia que tem a sua origem explicada por um conto indígena, que narra a paixão da jovem Naiá pela Lua. Durante a narração, a artista Clara de Cápua cria um universo visual repleto de ilustrações que ora são criadas ao vivo, ora são manipuladas.

Uma terceira linha narrativa é criada com a música ao vivo de Lari Finocchiaro. As canções autorais formam mais um ponto de diálogo com as crianças e possibilita um mergulho mais profundo em cada história, com uma trilha sonora que realça os detalhes sobre os seres fantásticos que aparecem na tela.

O repertório escolhido para as apresentações feitas pelo Youtube da Isis Madi tem como ponto de partida o questionamento da filha de Isis em 2019, quando a cidade de São Paulo ficou coberta por fumaça devido a queimadas na Amazônia e em países vizinhos, junto com uma frente fria recém-chegada: “Por que o Curupira não fez nada, mãe? A Floresta Amazônica existe mesmo?”. A pergunta despertou na contadora de histórias o interesse pela investigação do imaginário popular.
 

https://lh6.googleusercontent.com/MjNM-DIJJhgbg1QkLZeZqVBLQBZeeuVupnLvOLn8aeeVFKyqAOmqBQZOluxo0_82nnv1naNgRuXA_BoX2RvoJAhxkO_08Qv1yNtO1juBCAxiN-mOSI4WwNt-i8xNs6EX7DDQQg4

Os desenhos de Clara de Cápua. Foto: Mariana Novais

 

A interpretação de cada um sobre os seres mitológicos brasileiros vira uma brincadeira com as crianças ao final da contação. O público é convidado a interagir com Isis e Clara pelo chat da live enviando comentários e propostas para um novo desenho. Juntos, eles criam um ser mitológico que pode ser um pouco de tudo: cabelos de fogo, nariz de lobisomem, pés de curupira, roupa de saci... Enquanto as crianças sugerem, Clara de Cápua desenha esse personagem único e novo – e convida todos e todas a desenharem suas próprias versões em casa.

O espetáculo “Contos de Papel" é um encontro entre narração, música, ilustração e interatividade – tudo isso pela tela do computador ou celular, de forma totalmente virtual. Nessa versão inédita com foco no folclore brasileiro, Isis, Clara e Lari refletem sobre a nossa conexão com a floresta e recriam esse laço por meio do imaginário coletivo e também individual.

Este projeto é contemplado pela Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc (Edital Proac Expresso Lei Aldir Blanc Nº 38/2020), por meio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo e do Ministério do Turismo, Governo Federal.

 

SINOPSE

Em “Contos de Papel”, a atriz e contadora de histórias Isis Madi e a artista Clara de Cápua investigam a conhecida relação entre a história e ilustração e os possíveis jogos que podem existir entre elas quando são manipuladas e/ou criadas ao vivo. O novo repertório, pensado para as apresentações online, tem como tema o folclore brasileiro e convida o público a criar um desenho coletivo que junta, em uma só figura, características de seres inventados e imaginados.

 

EQUIPE

Clara de Cápua é graduada em Artes Cênicas (2006) e Mestre em Artes (2010) pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Artista, seu trabalho se desenvolve entre as artes da cena e as artes visuais. Trabalhou como atriz e participou de residências artísticas internacionais. Seus vídeos foram exibidos no Brasil, na Alemanha, na Islândia, na Romênia, em Portugal e no Irã.

Isis Madi é atriz, graduada pela Unicamp em 2003. É também educadora e pós graduada na Arte de Contar Histórias. Sua relação com a palavra dita em cena passa pela contação de histórias, intervenções cênicas, vídeos, áudio livros e espetáculos de teatro.

Lari Finocchiaro é cantora e compositora brasileira, seu último trabalho foi como cantora do espetáculo OVO do Cirque du Soleil com quem fez turnê internacional no último ano. Lançou em 2018 seu primeiro disco solo autoral “Carta ao XXI”.

 

FICHA TÉCNICA

Criação e atuação: Isis Madi

Criação e manipulação de desenhos: Clara de Cápua

Criação musical e performance: Lari Finocchiaro

Figurino: Heidi Monezzi

Captação, edição de vídeo e transmissão: Flávia Takada e Otávio Amadei

Produção executiva: Mariana Novais e Larissa Maine - Ventania Cultural

Produção: Périplo Produções

 

SERVIÇO

“CONTOS DE PAPEL”, COMO ISIS MADI E CLARA DE CÁPUA

Quando: 27 e 28/03; 03, 04, 10 e 11/04.
Horário: Sábados e domingos, às 11h. Pelo Youtube.
Duração: 50 min | Classificação: Livre

Gratuito

PR/CanalAberto

Nenhum comentário