Novidades

[News]PAUL SINGER, UMA UTOPIA MILITANTE, tem exibição hors concours no 26º FESTIVAL É TUDO VERDADE

PAUL SINGER, UMA UTOPIA MILITANTE, tem exibição hors concours no 26º FESTIVAL É TUDO VERDADE


 

Dirigido por Ugo Giorgetti, o filme de 58min foi realizado com financiamento coletivo através da plataforma crowdfunding 

 


 

Pela primeira vez na carreira de Ugo Giorgetti, o projeto inicial de um filme não partiu dele. Fernando Kleiman, Marcos Barreto, Raissa Albuquerque e outros admiradores do professor Paul Singer levaram ao diretor a sugestão de um documentário. Giorgetti ficou muito interessado após tomar conhecimento mais aprofundado das ideias de Paul Singer, com sua mensagem civilizadora, sua crença na educação e sua ambição de justiça. O processo de produção foi muito tumultuado, interrompido frequentemente, até que Ugo chegou à conclusão que o filme só seria terminado contando com o voluntarismo e amizade de empresas e técnicos com o quais trabalha há longos anos.  

Segundo o diretor, “esse é um verdadeiro exemplo de economia solidária que talvez agradasse muito ao professor. Espero que o mérito maior do filme seja abrir possibilidades para outros documentários, tendo como motivos os temas levantados no filme, que por sua vez, são ensejos para novas explorações, abrindo e sugerindo caminhos para extensão de ideias. Isso é o que o professor fez sua vida inteira de maneira discreta, sutil, didática e gentil: abrir veredas não antes percorridas.”   

Sinopse

Paul Singer, uma utopia militante, pode ser lido como uma autobiografia de um personagem maior da vida intelectual e paulista dos últimos 60/70 anos. Autobiografia porque se baseia numa longa entrevista onde o próprio professor narra sua trajetória e sua maneira de pensar. Desde sua chegada no Brasil em 1940, escapando da catástrofe europeia que foi a segunda Guerra Mundial, até por volta de 2016, na liderança dos movimentos de Economia Solidária. O professor Singer não é um herói, também não é uma vítima. Não comove pela emoção, mas pela inteligência. Certamente pode ser classificado como um iluminista, conservando sempre a capacidade de raciocinar e, se possível, educar. Porque foi também um educador, mesmo quando fazia política. Ou, sobretudo, quando fazia política. Esse documentário tenta mostrar de maneira mais clara possível a visão de um verdadeiro democrata, firme nas suas convicções, mas disposto sempre ao diálogo, e intolerante quanto ao emprego da força para impor ideias, sejam elas quais forem. A missão que se impôs é clara: levar a democracia ao seu limite. Ser integralmente democrático. A pretensão desse documentário também é mostrar de maneira mais evidente possível, diretamente, sem ambiguidades, as características singulares desse personagem. E para empregar as palavras de um velho sociólogo, mostrar a beleza do espetáculo de um homem pensando. Nas salas de aula ou nas reuniões políticas.    

Ugo Giorgetti 

Ugo Giorgetti iniciou suas atividades na publicidade em 1967, como roteirista e diretor de comerciais para a televisão. Trabalhou nas maiores agências e produtoras daquela época.

Paralelamente a essa carreira publicitária iniciou-se logo na produção e direção de documentários e longa metragens até que, em 1995, funda a SP FILMES DE SÃO PAULO, dando sequência definitiva à essa vertente dedicada ao cinema não publicitário.

Foi “Artista Residente” no Instituto de Estudos Avançados da UNICAMP, Vice-presidente da Associação dos Amigos do Centro Cultural S. Paulo, membro da Associação dos Amigos da Biblioteca Mario de Andrade, Conselheiro da Cinemateca Brasileira e colunista do Jornal O Estado de S. Paulo.

============================

PAUL SINGER, UMA UTOPIA MILITANTE

Brasil | São Paulo, 2019, 57 min

 

Ideia original e argumento _ Fernando Kleiman e Marcos Barreto

Direção _ Ugo Giorgetti

 

Fotografia e câmera _ Walter Carvalho, ABC

Montagem _ Marc de Rossi

Pesquisa e produção _ Cassio Giorgetti e Fabiano Lopes da Silva

Produção Executiva _ Malu Oliveira

Som Direto e logger _ Celio dos Santos e Rafael Ribeiro

Finalização de som _ Miriam Biderman e Ricardo Reis

Finalização de som - EfexFilmes

Finalização de Imagem - DOT

Supervisão de pós produção _ José Francisco Neto, ABC

Roteiro da entrevista do prof. Singer | Brasília _ Raissa Albuquerque

Fotografia e câmera | Brasília _ Leandro Safatle

Som direto | Brasília _ Henrique Crasto

============================

 

UGO GIORGETTI iniciou suas atividades na publicidade em 1967, como roteirista e redator no Departamento de Criação da Alcântara Machado Publicidade, atual Almap-BBDO. Trabalhou como Diretor de Comerciais e Criação, em importantes agências de publicidade e foi Diretor de filmes publicitários em produtoras da maior expressão no mercado.

Dirigiu o TEATRO BRASILEIRO DE COMÉDIA (TBC), juntamente com o diretor Antônio Abujamra, atuando como produtor em O AmletoO Bebê FuriosoLição de AnatomiaMorte Acidental de um AnarquistaVolponeGrupo Estável de Repertório do TBC e, como diretor em Humor Bandido.  

Durante esse período, paralelamente, produziu e dirigiu filmes de longa-metragem, em outras produtoras das quais era associado, até que em 1995, funda a SP FILMES DE SÃO PAULO, dando sequência à essa vertente dedicada à produção de filmes e projetos culturais.

Foi Vice-presidente da Associação dos Amigos do Centro Cultural S.Paulo, membro da Associação dos Amigos da Biblioteca Mario de Andrade, conselheiro da Cinemateca Brasileira e colunista do jornal O Estado de S.Paulo.

 

Filmografia 

Filmes de ficção

2020 – Dora e Gabriel (inédito) – roteiro e direção

2017 – Uma noite em Sampa - roteiro e direção

2015 – A cidade Imaginária - roteiro e direção

2012 - Cara ou Coroa - roteiro e direção

2007 – Solo – roteiro e direção

2006 - Paredes Nuas- roteiro e direção

2005 - Boleiros II – roteiro e direção

2002 – O Príncipe – roteiro e direção

1998 – Boleiros I   - roteiro e direção

1994 - Sábado – roteiro e direção

1989 – Festa - roteiro e direção

1984 - Jogo Duro - roteiro e direção

 

Documentários

2021 – Paul Singer, uma utopia militante - direção

2019 – O cinema sonhado (série 4 episódios) – roteiro e direção

2018 – Comercial F.C., a equipe fantasma – roteiro e direção

2016 – 1968, a última Olimpíada livre – roteiro e direção

2010 -- Em busca da pátria perdida - roteiro e direção

2006 – Variações sobre um Quarteto de Cordas – roteiro e direção

2005 - Pizza – roteiro e direção

2000 - Uma outra cidade – roteiro e direção

1983 - Quebrando a cara – roteiro e direção

1975 - Predio Martinelli – roteiro e direção

1972 - Campos Elíseos – roteiro e direção


PR/Trombone

Nenhum comentário