Novidades

[News]Bruno Dauaire – Secretário Estadual de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, recebeu movimentos sociais liderados por Ivanir dos Santos e Totinho Capoeira

Bruno Dauaire – Secretário Estadual de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, recebeu movimentos sociais liderados por Ivanir dos Santos e Totinho Capoeira




 
O encontro criou uma primeira base para abrir e estender diálogo com a SEDSDH, com o propósito de aproximar o poder público aos movimentos sociais, que já desenvolvem ações de combate às iniqüidades incidentes aos povos e comunidades tradicionais de matrizes africanas e quilombolas, assim como, da juventude negra LGBTQI+, e com os programas de atendimentos aos defensores de direitos humanos.
 
“A ideia é provocar o poder público na pessoa do secretário, que promovam parcerias que visem potencializar os trabalhos já desenvolvidos por tais entidades”, alegou  Totinho Capoeira - Subsecretária de Igualdade Racial e Direitos Humanos / Campos de Goytacazes.
 
O Dep e Advogado Bruno Dauaire, que hoje representa a Secretaria Estadual de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, se mostrou interessado e almejou parcerias para grupos de trabalho. “Estou aqui para somar, quero estar em sintonia com os movimentos sociais”, atestou Bruno.  
 
O Prof. Dr. Babalawô Ivanir  dos Santos, solicitou um maior engajamento e medidas prioritárias com as religiões de matriz africana, a fim de criar resoluções mais efetivas de combate à discriminação, solicitando um diálogo mais assentado com a CCIR. “Temos que sair desse feudo e unir forças. A secretaria não está tendo diálogo com os segmentos religiosos”. Intercedeu o interlocutor da CCIR – Comissão de Combate à Intolerância Religiosa. Ivanir aproveitou para entregar o livro, relatório sobre a intolerância religiosa no Brasil, organizado pelo sacerdote.

Para Bia Nunes, do Movimento Quilombolas / ACQUILERJ, a reunião serviu para uma maior articulação. “Para que a gente possa avançar dentro das demandas hoje existentes de quilombolas”.
 
A conversa rendeu também para Felipe Carvalho - Coordenador Geral do PPDDH - Programa de Proteção aos Defensores de Direitos Humanos, Comunicadores Sociais e Ambientalistas do estado do Rio de Janeiro. “Representou o fortalecimento da parceria do Centro de Direitos Humanos da Diocese de Nova Iguaçu com o Governo do Estado em relação ao avanço da política de proteção. Como reivindicação foi sinalizada a urgência de se instituir o Conselho Deliberativo do PPDDH - Programa de Proteção aos Defensores de Direitos Humanos, Comunicadores Sociais e Ambientalistas do Rio de Janeiro. 

Jean Vinicius, do MNU-RJ / Movimento Negro Unificado, também esteve presente. Ficou definido uma interlocução permanente, com devidas orientações para políticas públicas fundamentadas

Nenhum comentário