Novidades

[News] Brazil Cinefest 2020 -Edição Especial exibe curtas online até 15 de novembro

 

Disponível de forma gratuita na plataforma Spcine Play, o Brazil Cinefest exibe, até 15 de novembro, onze curtas-metragens que foram destaque nas edições anteriores do festival

Dentre os filmes selecionados, temas atuais e urgentes estão no policial Galinhas, de Bryan Montgomery Jr., sobre violência desmedida, e na fantasia A Leiteira, da diretora polonesa Agnieszka Baginska, sobre males infligidos à natureza e suas consequências.

A seleção de curtas brasileiros traz produções premiadas: o vencedor do César de Melhor Curta 2014 e de Melhor Curta do Grande Prêmio do Cinema Brasileiro, Laura, de Thiago Valente; a animação Até a China, de Marcelo Marão, vencedor do XIX Festival Cine-PE de Melhor Roteiro, Melhor Filme pelo Júri Popular e Melhor Filme pelo Júri Oficial; o drama Voltando para Casa, de Thiago Kistenmacker (Melhor Curta – Festival Rio Gay de Cinema – 2014) e Darluz, de Leandro Godinho (Melhor Ficção – Festival REC 2009).

A edição 2020 do Brazil Cinefest tem apoio da Spcine, CiaRio, Naymar, Revista de Cinema, Cine Planeta, Rio Film Comission, Rede Iberoamericana de Festivales de Cine, IMDb.com e FilmFreeway.

Conheça a seleção do BRACIFF 2020:

Até a China 

Animação, 15'. Brasil, 2015

Direção e Voz: Marcelo Marão

Sinopse: Fui pra China só com bagagem de mão. Na China os motociclistas usam casaco ao contrário e os restaurantes servem cabeças de peixe, lagostins e enguias. A funcionária do evento estuda cinema e gosta de filmes de Kung Fu. Comprei pés de galinha embalados a vácuo.

Darluz


Drama experimental, 15'. Brasil, 2009


Direção: Leandro Godinho


Elenco: Mawusi Tulani, Antonio Vanfril, Carolina Bianchi, Tayrone Porto


Sinopse: O conto DARLUZ, de Marcelino Freire, traz a personagem-título falando em primeira pessoa. Ela conta e repete várias vezes que dá todos os filhos que tem e não se arrepende disso. A frase “dei, daria e dou” é repetida diversas vezes na narrativa, trazendo a dubiedade de dar os filhos e ?dar? no sentido sexual. A escrita de Marcelino é ritmada e explora bastante os sons e significados das palavras. Na obra literária, a personagem não tem a mesma trajetória do filme, no qual ela é presa e vira uma estrela da mídia.


 


Do Petróleo e do Cinema 


Documentário, 16'. Brasil, 2015


Direção: Artêmio Macedo


Elenco: João Rocha, D. Lucia Rocha, Helder Santana, Thales de Moraes, Rafael Costa, Juliano Fonseca


Sinopse: A história de um garoto e seu sonho de realizar um festival de cinema e as mudanças que o evento causa na capital do Petróleo, mesmo depois de seu falecimento precoce. A trajetória é narrada por aqueles que acompanharam o projeto desde o seu início.


 


Galinhas (Chickens)


Policial, 13'. EUA, 2018


Direção: Bryan Keith Montgomery Jr.


Elenco: Brian Ramian, Amelia Hensley, William J. Beaumont, Adrian Denzel, Jay´lin Spivey


Sinopse: No melhor estilo das sátiras de terror, dois policiais de Los Angeles tentam encobrir uma situação, após matarem um adolescente negro desarmado. As coisas, porém, não saem como planejado.


Laura 


Drama, 21'. Brasil, 2010


Direção: Thiago Valente


Elenco: Andrea Rossi, André Ramiro, Mariana Santos


Sinopse: Laura é uma mulher de quarenta e três anos, atriz, casada com um homem dez anos mais novo, na verdade um fã que se tornou marido. Ela teve uma grande projeção quando foi ao ar em uma novela, contratada por uma grande emissora de TV. Com a quebra do contrato Laura desencadeia uma forte depressão. A impossibilidade de realizar seus projetos e não aceitação da realidade agrava ainda mais o seu equilíbrio, tornando-a ríspida e afastando todos ao seu redor.


A Leiteira (Milkmaid)


Fantasia, 8'. Polônia, 2014


Direção: Agnieszka Baginska


Elenco: Dagmara Kurzawa, Agnes Peel MacGregor, Dawid Skalecki


Sinopse: Um conto fantástico sobre uma camponesa que se torna um veículo para as forças da natureza, buscando vingar um crime cometido contra ela.


Na Ópera (En La Opera)


Animação, 1'. Argentina, 2010


Direção: Juan Pablo Zaramella


Sinopse: Uma noite de ópera original e comovente.


O Galo (The Rooster)


Comédia, 20'. Rússia, 2015


Direção: Alexey Nuzhny


Elenco: Valentina Mazunina, Nikolay Kovbas, Pavel Savinkov, Yana Troyanova, Yulia Salmina


Sinopse: Após a morte do amante de Anya, ela não tem mais razão para viver. De repente, ela se depara com um galo que é a imagem perfeita de seu falecido amante. Ela decide construir um relacionamento amoroso sério com o galo, apesar de tudo e todos serem contra.


Restauro (Repaired)


Romance, 11'. EUA, 2018


Direção: Marcelo Barbosa


Elenco: Carla Bridi e Roberto Nardocci


Sinopse: Duas antigas pinturas se apaixonam em um atelier de restauração, mas ficarem juntas não será fácil.


A Roda Gigante (La Noria)


Animação, 12'. Espanha, 2018


Direção: Carlos Baena


Sinopse: Um jovem que adora desenhar e construir rodas-gigantes encontra estranhas criaturas que viram sua vida de cabeça para baixo.


Voltando pra Casa


Drama, 25'. Brasil, 2014


Direção: Thiago Kistenmaker


Elenco:  Cauê Pereira, Guilherme Queiroz,  Roney Villela, Thainá Rocha


Sinopse: Letícia e Fernando vivem oprimidos pelo pai extremamente religioso e conservador. A descoberta da homossexualidade de Fernando pelo pai piora drasticamente o ambiente opressor. Em meio às relações turbulentas, Letícia busca desenvolver sua primeira coreografia de ballet contemporâneo, contando com o apoio do irmão. Na dança ela encontra liberdade, mas em casa o pavor está à espreita.


João Rocha – Diretor e curador


Fundador e curador do Brazil Cinefest International Film Festival e do Macaé Cine, João é membro honorário do Los Angeles Brazilian Film Festival; é produtor, diretor e ator.


Integrou as comissões de seleção de curtas do Festival de La Plata e Festival de Gramado em 2017. Foi agraciado com o título de Acadêmico Honoris Causa pela Academia de Letras e Artes de São Paulo e Falasp.


Começou no cinema como designer do filme concorrente ao Oscar O que é isso, companheiro?!, de Bruno Barreto. Estreou como diretor no longa-metragem Truth Profane (Profana), lançado pelo Film Funds, em Hollywood, por intermédio de Sean Stone e Oliver Stone, em 2012.


Foi coprodutor de dois episódios da série Alesia Ground Zero (Brasil/EUA), dirigida por Larissa Vereza. Entre 2003 e 2017, foi produtor de vários curtas como Sinal e Do Petróleo e do Cinema, finalistas do Grande Prêmio de Cinema Brasileiro (2012 e 2015) e também dos premiados Carmen, Life is a Celebration (de Mauricio Branco), Tempo Real (de Mino Barros), Abry (de Joel Pizzini),  Personal Vivator (de Sabrina Fidalgo) e Walter do 402 (de Breno Ferreira).


Assina os documentários O Retorno do Dragão  – Coleção Glauber Rocha e Tempo Glauber, Revitalizando a Cultura Petrobras. Em 2013, dirigiu vídeos para o Brazilian Press Awards (Miami) e o longa The Adventures of an Independent Filmmaker. Em 2015, dirigiu uma campanha para o Wheel Chair Festival.


Foi Diretor da Programação das sextas de humor do Canecão / Canequinho Café e produtor dos 100 anos de Dercy Gonçalves no Teatro da Gávea.


Como ator, participou de novelas e filmes. Em 2016, antagonizou “Canto da Sombra” (Thiago Kistenmaker) ao lado de Deo Garcez e Fabrizzia Milione. Em 2020 iniciou a pré-produção do docudrama  Agora é tarde, Inês é Morta (título provisório), sobre uma relíquia perdida da Rainha Morta encontrada no Brasil.   

IMDB – httts://www.imdb.com/name/nm5491800/?ref_=nv_sr_srsg_5


ISABELLA NICOLAS – Curadora convidada e produtora associada.

Formada em Literatura pela Universidade Federal do Rio de Janeiro e Jornalismo pela UniverCidade. Estudou na DCTV - Nova York (2011/ 2012); Cursou Cinema Direto na PUC/RJ, com João Moreira Salles (2002); Produção de Documentário – Vídeo Fundição (2000); Telejornalismo – Faculdade da Cidade (1999); Produção de cinema e vídeo – Vídeo Fundição (1998); Criação de roteiros – Mairie de Paris – França (1993); Produção de eventos – Mairie de Paris- França (1993); História e Desenho de Moda – Chambre de Couture Parisienne – França (1992).


Produziu e dirigiu web séries para o canal Ventilador (2018); o piloto da série “Z” (2017); o curta-metragem Balcão de Negócios (2016); os documentários Mar Me Quer (2015), Muito Prazer, Liminha (2013), a websérie Manhattan Disconnection (2012), Senhores do Vento (2009), O Cinema Brasileiro no Século XX (2008); o curta-metragem O Corpo do Cão (2007). Assistente de direção do longa-metragem Verônica, de Maurício Farias (2010). Dentre suas premiações, o Melhor documentário: O Cinema Brasileiro no Século XX – 1º Festival Brasil de Cinema Internacional; Melhor Montagem: O Cinema Brasileiro no Século XX – 3º FestCine Petrópolis; Melhor Filme: Balcão de Negócios – Cine Curtas Lapa (2016); Menção Honrosa: Senhores do Vento – V Festival de Cinema de Aventura; Melhor documentário pelo júri popular: Senhores do Vento – Festival de Cinema de Língua Portuguesa de Toronto (2011); Melhor curta brasileiro : Balcão de Negócios – 4º Festival Brasil de Cinema Internacional

IMDB – https://www.imdb.com/name/nm9259344/?ref_=fn_al_nm_1

Denise Sganzerla – Curadora


É cineasta, roteirista e atriz, conhecida por dirigir filmes do gênero terror e suspense. Obsessores (2007), Desterro (2008), Visitantes (2013), Treze-s (2013), Ceifeiros (2013), Almas Cadentes (2015), Incubu (2015), entre outros. Dirigiu outros curtas-metragens de gêneros distintos: A história deles (Romance - 2015 – Seleção oficial do International Brazilian Film Festival in L.A.), Memórias (Drama - 2015), Politicamente (Ação - 2015), Dom (Aventura - 2015), Reluz da Rua (Aventura - 2015), Destino (Drama - 2015), Escuridão (Espírita - 2015), entre 38 filmes de sua filmografia. É criadora do Mosaico Play. 

IMDB – https://www.imdb.com/name/nm8069955/?ref_=nmbio_bio_nm






Nenhum comentário