Novidades

[News]"If I Could Only Remember My Name", de David Crosby, comemora 50 anos com nova edição deluxe.

 

“IF I COULD ONLY REMEMBER MY NAME”,
DE DAVID CROSBY, COMEMORA 50 ANOS COM NOVA EDIÇÃO DELUXE
 
A estreia solo de Cosby é revisitada nas plataformas digitais com áudio remasterizado recentemente, além de uma dúzia de faixas inéditas. Disco estará disponível no dia 15 de outubro
 
Demo inédita de “Laughing” já está disponível

 

O álbum de estreia do cantor e compositor David Crosby, “If I Could Only Remember My Name”, foi rejeitado pelos críticos quando foi lançado em 1971. Ao passar dos anos, no entanto, a apreciação à estética aventureira, as diversas harmonias amontoadas e as letras perturbadoras sobre perda e confusão do álbum foi crescendo. Anunciado como a estreia de Crosby, o álbum foi tudo menos um projeto de um homem só. Ao invés disso, foi um dos seus maiores esforços colaborativos, contando com um elenco repleto de estrelas musicais que incluía os membros do Grateful Dead, Jefferson Airplane e Santana, ao lado de Graham Nash, Joni Mitchell, Neil Young, e outros.

 

Clique aqui e confira "Laughing (Demo)":

 

“If I Could Only Remember My Name” completou 50 anos no início deste ano e a Rhino está comemorando com um box digital que inclui o álbum carinhosamente remasterizado a partir das fitas analógicas originais, acompanhado por um disco bônus que apresenta uma dúzia de demos inéditas, faixas excluídas, e versões alternativas. A nova remasterização foi supervisionada pelo engenheiro original do álbum Stephen Barncard, com restauração e correção de velocidade feitas usando o Plangente Processes. “IF I COULD ONLY REMEMBER MY NAME: 50th ANNIVERSARY EDITION” estará disponível em 23 de outubro.
 
A nota de encarte que acompanha a coleção foi escrita por Steve Silberman, co-autor de Skeleton Key: A Dictionary for Deadheads. Ele escreve: “... as histórias por trás da criação de ‘If I Could Only Remember My Name’ deixam claro que suas qualidades redentoras e inspiradoras foram resultado de um grupo unido de músicos talentosos puxando um dos seus de volta da beira do abismo. O tom do álbum foi temperado com o fogo da tragédia que mudou sua vida.”
 
Quando Crosby começou a gravar o álbum em 1970, ele estava de luto pela morte de sua namorada de longa data Christine Hinton, morta em um acidente de carro um ano antes. Na época, o Wally Heider Studios em San Francisco se tornou um refúgio para Crosby, que lembra de Jerry Garcia aparecendo quase toda noite. “Ele tinha um sorriso largo, e então aquele olhar, e esta fascinação pela música,” Crosby relembra. “Fácil, sem ser forçado, gracioso, divertido, sempre lá. Era um favor, tenho certeza. Jerry nunca disse isso, nem mesmo insinuou. Apenas disse, “Ei, ouvi que você estava fazendo algo. O que está fazendo? Vamos fazer algo.”
 
O que fizeram foi uma música que seria abraçada por futuras gerações de cantores e compositores e citada como um dos primeiros exemplos do gênero “freak folk”. No original, as nove canções exploram um alcance amplo de climas e texturas. O tom desafiador de Crosby e os solos pungentes de Garcia dão a “Cowboy Movie” sua intensidade, enquanto “Song With No Words (Trees With No Leaves)” suavemente se estende a um lugar entre coral folk e jazz modal. Para “Orleans”, Crosby transformou a canção infantil francesa usando o estúdio e sua câmara de eco para gravar um coro de suas harmonias vocais.
 
O segundo disco revela quase uma hora de gravações inéditas da produção de “If I Could Only Remember My Name”. Isto inclui as primeiras sementes do álbum, as quais Crosby plantou em 28 de março de 1968, na Hollywood Recorders em Los Angeles. Junto com o produtor Paul Rothchild, ele gravou novas versões de músicas como “Tamalpais High (At About 3)” e mais. Estas faixas são acompanhadas por várias gravações de sessões inéditas, incluindo “Coast Road”, “Dancer” e uma versão alternativa de “Cowboy Movie” que conta com Neil Young fazendo o solo ao invés de Garcia.

 

Confira a tracklist completa de "IF I COULD ONLY REMEMBER MY NAME: 50th ANNIVERSARY EDITION"
 
1.      “Music Is Love”
2.      “Cowboy Movie”
3.      “Tamalpais High (At About 3)”
4.      “Laughing”
5.      “What Are Their Names”
6.      “Traction In The Rain”
7.      “Song With No Words (Tree With No Leaves)”
8.      “Orleans”
9.      “I’d Swear There Was Somebody Here”
Faixa Bônus
10.  “Kids And Dogs”
Faixas Bonûs
Demos
1.      “Riff 1” – Demo *
2.      “Tamalpais High (At About 3)” – Demo *
3.      “Kids And Dogs” – Demo *
4.      “The Wall Song” – Demo *
5.      “Games” – Demo *
6.      “Laughing” – Demo *
7.      “Song With No Words (Tree With No Leaves)” – Demo
8.      “Where Will I Be” – Demo *
Sessões
9.      “Cowboy Movie” – Alternate Version *
10.  “Bach Mode” – Pre-Critical Mass *
11.  “Coast Road” *
12.  “Dancer” *
13.  “Fugue” *
 
* inéditas

 Redes Sociais:

Twitter: twitter.com/davidcrosby

Facebook: facebook.com/ralphcrosby

Instagram: instagram.com/ralphcrosby

YouTube: youtube.com/ralphcrosby

PR/WMB

 

Nenhum comentário