Novidades

[News]Jovem órfã vive aventura arriscada entre deuses e criaturas mitológicas em Trilogia Gaia

Jovem órfã vive aventura arriscada entre deuses e criaturas mitológicas em Trilogia Gaia





Indicado ao Coerência Choice Awards 2020 na categoria Melhor Fantasia, trilogia escrita por Telma Brites usa mitologia grega como pano de fundo

Gaia Gottesstein perdeu os pais enquanto muito pequena, e ao começar a viver o auge da sua adolescência não esperava que seu passado a levasse para uma aventura arriscada envolvendo deuses e criaturas da mitologia grega. Escrita pela baiana Telma Brites, a Trilogia Gaia foi lançada em 2020 pelo Grupo Editorial Coerência e envolve os leitores nos dramas pessoais e familiares da protagonista.

A obra de fantasia transita no romance e utiliza a mitologia grega como pano de fundo, a qual Gaia Gottesstein é colocada à prova de todos os seus ideias ao se colidir com dilemas enigmáticos que envolvem a morte de seus pais e sua verdadeira identidade.

Indicada ao Coerência Choice Awards 2020 na categoria Melhor Fantasia, a Trilogia Gaia foi escrita e estruturada com base em diversas pesquisas e algumas viagens feitas pela própria Telma Brites“Ficamos na ilha de Creta, considerada a ilha de Zeus”, afirma ao lembrar que durante um passeio de férias na Grécia a tese do enredo despertou em sua mente ao avista uma rocha no vilarejo vizinho e imaginar ser um gigante.

Trilogia Gaia é composta por “Gaia – A Roda da Vida”, “Gaia – O Templo Esquecido” e “Gaia – A Cidade da Luz” e todos os títulos estão disponíveis nas maiores livrarias do Brasil e no site do Grupo Editorial Coerência.

Sinopse “Gaia – A Roda da Vida”
Após perder os pais, Gaia Gottesstein é obrigada a abandonar a América para viver em uma cidadezinha da Alemanha. Lá, a jovem lida com os habituais dilemas da adolescência enquanto se adapta à nova rotina em um cenário paradisíaco e aparentemente inofensivo, mas que pode esconder segredos. Ao tentar revelá-los, Gaia descobre antigas histórias relacionadas ao passado de sua família e se vê entre deuses e monstros, que saltam das páginas dos livros de mitologia para influenciar diretamente sua vida. É então que ela passa a contar com a ajuda de Jaison, um rapaz de personalidade forte e de passado difícil, sem saber se esse amor será capaz de mantê-la forte o bastante para aplacar a fúria do Olimpo.

Sinopse “Gaia – O Templo Esquecido”
Atormentada pelos pesadelos cada vez mais frequentes, Gaia Gottesstein percebe que uma misteriosa profecia sugere que os deuses do Olimpo estão vivos e que isso pode custar sua vida. Decidida a investigar o desaparecimento de seus pais, mergulha de cabeça no passado de sua família. O que ela não poderia prever é que novas perdas e tensões a levariam à ilha de Ares, local onde suas habilidades e sentimentos serão colocados à prova. Separada de seu amado Jaison, o único que entendia suas agonias, é atraída para uma trama repleta de vingança e redenção, na qual jamais imaginou se envolver.

Sinopse “Gaia – A Cidade da Luz”
Aos sete anos, Gaia parece uma criança comum, mas, ao perder a mãe em um misterioso acidente aéreo e, nove anos depois, ver o pai desaparecer no fundo do oceano sem deixar vestígios, sua vida se transforma. Durante uma temporada com os tios na Alemanha, ela enfrenta inúmeros desafios e descobre que a trajetória de sua família está atrelada às épicas histórias da mitologia grega. Prestes a se lançar em uma cratera que põe em risco a sua vida, Gaia confronta um destino do qual nem mesmo o seu amado Jaison pode a proteger. A fúria doentia do deus do mar é implacável, mas a morte é a chave para ultrapassar a última porta que desvendará o enigma profético. Gaia e Jaison estarão preparados para confrontar as leis quânticas e sair ilesos dessa odisseia?

Sobre a autora
Telma Brites Alves nasceu em 1963 na Bahia, onde passou a infância, entre Cafarnaum e o Morro do Chapéu. Aos 10 anos de idade, mudou-se para Salvador, onde fez teatro amador e se formou em Ciências Sociais na UFBA, especializando-se em antropologia médica. Já na adolescência, diferente da maioria dos colegas da mesma idade, gostava de ler Kafka, Simone de Beauvoir e Sartre. Em 1997, mudou-se para a França e conseguiu a titularidade CAPES para lecionar língua portuguesa. Atualmente mora em Sechtem, na Alemanha, onde ensina português em uma escola particular e dedica seu tempo livre para cuidar da família, e realizar o sonho de ser escritora. É casada e tem três filhos.

Saiba mais em:
@telma_brites
@comunicahype

Nenhum comentário