Novidades

[News] Dia internacional do gamer: Personal trainer Bruno Sapo cria séries de exercícios físicos misturando vários jogos tradicionais

 

Você sabia que 29 de agosto é o Dia Internacional do Gamer? Pensando nos fãs de jogos virtuais, o personal trainer Bruno Sapo resolveu criar uma série de treinos, de segunda a sexta-feira, misturando diversos jogos e criando desafios que vão fazer qualquer gamer se animar e levantar do sofá. Clássicos como FIFA, PES, Just Dance e até o Pac Man fazem parte das dicas de jogos que ganham um desafio a mais e muita malhação.

“Games e exercícios físicos são mundos diferentes e que podem se encontrar. Para quem já curte treinar e se mexer, dá para separar bem e essa união é natural. Pra quem precisa de um estímulo para treinar, juntar ambos pode ser o que faltava. O videogame pode até servir de ponte para a prática do esporte no mundo real. Não são raros os casos de pessoas que conheceram por exemplo, o Futebol Americano, através do Madden e começaram a praticar de tanto que gostaram. A gamificação da atividade física é uma saída e alternativa para quem acha os exercícios mais tradicionais chatos e precisa de uma faísca pra sair da inércia”, fala Bruno, que é também criador do 'Treino do Sapo', onde mistura diversas técnicas e exercícios em uma única série.

Apaixonado por videogame, Bruno utilizou da sua experiência e competitividade para criar a nova série que utiliza jogos: “Também gostou muito de jogar. Desde Enduro do Atari , Nintendo 64 ( Star Fox e International Superstar Soccer ) Play2,Play3 e Play4. Sou de fases e gosto de ter um jogo mais rápido e um mais de pensar. Mas sempre os jogos de tiros em primeira pessoa, como Call of Duty estão presentes. Assim como os de esportes, que vario qual comprar por ano entre NBA2K, Madden e PES (ou FIFA, depende do que vem melhor no ano). Gosto também dos de aventura em terceira pessoa, como Uncharted, Horizon, Spider Man, Batman e The Last of Us.”

Confira a série de videogame criada por Bruno Sapo:

Segunda-feira

“Vamos começar a semana com competitividade?”

Escolham um jogo em dupla em que ambos sejam relativamente bons (ou igualmente ruins)

Duração de 45 minutos – Quem perder cada partida/rodada/jogo deve fazer 10 burpees.

Terça-feira

“Se ontem foi um contra o outro, hoje vamos trabalhar juntxs?”

Escolha um jogo de dança. Just Dance, por exemplo, existe tanto em videogames como em aplicativos. Dancem em dupla por 60 minutos.

Não tem o Just Dance? Vá para as aulas de dança no Youtube e faça o mesmo treino.

Quarta-feira

“Hoje é dia de Jogos de Esporte”

Se você gosta de Futebol, como PES e FIFA, a cada gol levado, você paga 10 agachamentos.

Gosta de Futebol Americano? A cada TD que você levar no Madden, 10 agachamentos também

Se o seu negócio for basquete, a cada quarto, a diferença de pontos que você estiver perdendo, tem que pagar de agachamentos. Está ganhando? Então está fácil demais, 15 segundos de Prancha entre cada intervalo.

Quinta-feira

“Dia de exercitar a cabeça”

Você conhece o Brain Out ?

É um jogo de desafios básicos ( ou nem tão básicos ) que te fazem pensar e analisar.

Mas vamos tornar mais interessante: Cada resposta errada, 5 flexões

Sexta-feira

“Vamos voltar no tempo e nos exercícios?”

Pac-Man é um jogo atemporal e tem em todas as plataformas. Cada partida que você perder, faremos todos os exercícios que fizemos durante toda a semana, logo:

5 Flexões

10 Burpees

10 Agachamentos

15” de Prancha

20 Polichinelos (só pra simular a dança, mas se quiser dançar por 20 segundos também pode)

Conheça mais sobre Bruno Sapo:

Aos 35 anos, Bruno Sapo é especialista em Treinamento Desportivo, mestre em Gerenciamento Esportivo pela Lindenwood University, em Missouri nos EUA, instrutor de CrossFit, personal trainer e comentarista esportivo. O carioca é um dos pioneiros do treino funcional e de intensidade.

Preto, Profissional de Educação Física, anti-racista, anti-machista, treinador, ex-atleta, nerd e crossfiteiro. É desta maneira que Bruno se apresenta tanto em sua vida pessoal quanto profissional. Através de seus posts no Instagram, o carioca se posiciona abertamente sobre temas que muitos não teriam coragem de falar e se evidencia ainda mais por isso:

“Um preto de Dread falando sobre artigos científicos já se destaca. Nunca sofri nenhum tipo de ofensa racial, mas certamente tive tratamentos diferentes por conta disso. Percebi que meu trabalho ficou muito mais eficiente e verdadeiro, a partir do momento que passei a me posicionar, estudar e ter opinião formada. O preconceito com o profissional de Educação Física já existe há tempos, pois pensam que a faculdade é só jogar bola e a pessoa ficar na academia passando 3x10.”

Mais informações sobre Bruno Sapo:

www.instagram.com/brunorosa.sapo


Nenhum comentário