Novidades

[News] Democracia em debate no novo documentário de Belisario Franca

Os dilemas e os desafios enfrentados pela democracia representativa no mundo são postos em pauta pelo documentário inédito “O Paradoxo da Democracia”, longa do diretor Belisario Franca (“Soldados do Araguaia”, “Amazônia Eterna”), que estreia no Curta!. Produzida pela Giros Filmes, a produção foi viabilizada pelo canal através do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA).

O filme mostra que a noção de democracia foi posta em cheque em nações como Brasil, Estados Unidos, França, Egito e Ucrânia, por meio de fortes manifestações que culminaram na queda de governos, seja por vias eleitorais ou por golpes de estado. Pensadores respeitados em todo o mundo, como Jacques Rancière e Juan Carlos Monedero, analisam os diferentes contextos sociais em que está inserido esse sentimento de insatisfação, que parece unificar sociedades tão díspares.

Segundo Belisario, a palavra paradoxo apareceu muitas vezes nas conversas. Ele observa: “o primeiro paradoxo é o da própria origem do termo: se a democracia é o regime político em que a soberania é exercida pelo povo, nos dias atuais se vê cada vez mais, mesmo nas democracias tradicionais, a soberania ser exercida por flagrante minoria.” A estreia é na Sexta da Sociedade, 1º de maio, às 21h30.

Último filme de Domingos Oliveira, “Aconteceu na Quarta Feira” estreia na TV, no Curta!

O cineasta Domingos Oliveira, falecido em 2019, deixou como legado diversos filmes que marcaram o cinema brasileiro. O último deles foi “Aconteceu na Quarta-Feira”, feito em 2018, com Priscilla Rozenbaum, André Mattos e Ricardo Kozowski no elenco. Exibido em cinemas em 2019, o longa chega agora à TV, pelo canal Curta!.

A história gira em torno dos personagens Julio (Ricardo Kosovski) e Julia (Priscilla Rozenbaum), que formam um casal de atores preso a um casamento insuportável. O marido tem tanta vontade de se separar que, um dia, vai embora, mas, ao mesmo tempo, fica. Sem saber, ganha um duplo. Assim, dois homens passam a viver uma mesma vida. Como interlocutor do casal, aparece o tímido, estranhíssimo e competente psicanalista Marco (André Mattos).  O filme é uma produção da Teatro Ilustre e teve, entre os seus financiadores, o canal Curta!. A estreia é na Quarta do Cinema, 29 de abril, às 22h30.

Segunda da Música – 27/04

21h – “Sopro” – Episódio “Pife Muderno Carioca”
Os músicos do Pife Muderno Andrea Esnest Dias, Oscar Bolão, Marcos Suzano, Bernardo Aguiar, Durval Pereira e Carlos Malta falam de sua formação e do amor à música. A série deságua no som do pífano urbano no Rio de Janeiro.  Diretora: Beth Formagini. Horários alternativos: 28 de abril, terça, às 01h e às 15h; 29 de abril, quarta, às 9h.

Terça das Artes – 28/04

23h30– "Matizes do Brasil” (Série) – Episódio “Djanira”
Um dos principais nomes da segunda fase do Modernismo brasileiro, Djanira foi pintora, desenhista, ilustradora, cartazista, cenógrafa e gravurista. Dedicou boa parte de seu trabalho ao registro de costumes, personagens e paisagens do Brasil, convertendo-se em uma das maiores cronistas visuais do país. Neste episódio de “Matizes do Brasil”, seu legado é relembrado e comentado por críticos e curadores como Frederico Morais, Isabella Rjeille e Mônica Xexéo. Eles descrevem, enquanto analisam algumas das obras da artista, por que o trabalho de Djanira oferece uma combinação equilibrada entre a tendência à racionalização geométrica e a intenção de absorver a liberdade da arte popular. Diretora: Bianca Lenti. Duração: 26 min. Classificação: Livre. Horários alternativos: 29 de abril, quarta-feira, às 03h30 e às 17h30; 30 de abril, quinta-feira, às 11h30; 2 de maio, sábado, às 19h10; 3 de maio, domingo, 09h45.

Quarta de Cinema – 29/04

22h30 – “Aconteceu na Quarta-Feira” (Ficção)
Um casal de atores vive um casamento insuportável. Julio sempre foi um ator medíocre, mas é famoso por ter trabalhado a vida toda na televisão. É muito mais velho que Julia. Os dois criaram uma dependência perversa na qual Julio é a parte fraca. Amam-se e odeiam-se. Ele tem tanta vontade de se separar que, um dia, vai embora e, ao mesmo tempo, fica. Sem saber, ganha um duplo. Dois homens não podem ter a mesma vida, isto é logo descoberto. Um deles terá de morrer. O interlocutor do casal é o tímido, estranhíssimo e competente psicanalista Marco. Direção: Domingos de Oliveira. Duração: 70 min. Classificação: Livre. Horários alternativos: 30 de abril, quinta-feira, às 2h30 e 16h30; 1 de maio, sexta-feira, às 10h30; 2 de maio, sábado, às 11h45; 3 de maio, domingo, às 19h35.

Quinta do Pensamento – 30/04

22h15 – “Língua – Vidas em Português” (Documentário)
Um mergulho nas muitas histórias da língua portuguesa e na sua permanência entre culturas variadas do planeta. No documentário, a lusofonia é sobretudo fala, surpreendida no cotidiano de personagens ilustres e anônimos de quatro continentes. Em cada um deles, o português amalgamou deuses, melodias, climas e ritmos. Misturou-se aos alimentos e às paisagens. Foi reinventado infinitas vezes e alimentado por levas sucessivas de colonizadores, imigrantes e descendentes, vivendo em trânsito entre vários mundos e tempos. Direção: Victor Lopes. Duração: 86 min. Classificação: Livre. Horários alternativos: 1 de maio, sexta-feira, às 2h15 e às 16h15; 2 de maio, sábado, às 14h45;

Sexta da Sociedade – 01/05

21h30 – “O Paradoxo da Democracia” (Documentário)
Na última década, democracias tão distintas quanto Brasil, EUA, França, Egito e Ucrânia foram tomadas por protestos de rua que tiveram, como elemento unificador, a insatisfação com a política tradicional. Todos os seus governos caíram, seja pela força ou pela via eleitoral. Ainda assim, a crise continua viva e produzindo resultados que deixam o mundo inteiro perplexo. "O Paradoxo da Democracia" é um documentário que busca impulsionar a superação dessa perplexidade, com a ajuda de intelectuais e atores políticos como Steven Levitsky, Jacques Rancière, Juan Carlos Monedero, Angela Alonso e Yascha Mounk, entre outros.  Direção: Belisario Franca. Duração: 70 min. Classificação: 14 anos. Horários alternativos: 2 de maio, sábado, às 1h35 e 13h20; 3 de maio, domingo, às 22h35; 04 de maio, segunda-feira, às 15h30; 5 de maio, terça-feira, às 9h30.

Sobre o Curta!

O canal Curta! é um dos novos canais brasileiros da TV paga que mais aprovou projetos para financiamento pelo Fundo Setorial do audiovisual. Até agora foram financiados, para estreia no CURTA!, mais de 120 longas documentais e 800 episódios de 60 séries, atendendo à grade temática do canal: música, artes cênicas, metacinema, pensamento em humanidades, história política e sociedade.

O Curta! pode ser visto nos canais 56 e 556 da NET e da Claro TV, no canal 75 da Oi TV e no canal 664 da Vivo, oferecido à la carte pela operadora. Siga o Curta! nas redes sociais: www.facebook.com/CanalCurta, https://twitter.com/canalcurta e www.youtube.com/user/canalcurta. Saiba mais em http://www.canalcurta.tv.br.



Nenhum comentário