Novidades

[News]Sucesso do Pop brasileiro, Bryan Behr encanta o fenômeno britânico Calum Scott e realiza primeiro feat internacional na apaixonada "Da Primeira Vez (From The First Time)"

SUCESSO DO POP BRASILEIRO, BRYAN BEHR ENCANTA O FENÔMENO BRITÂNICO CALUM SCOTT E REALIZA PRIMEIRO FEAT INTERNACIONAL NA APAIXONADA “DA PRIMEIRA VEZ (FROM THE FIRST TIME)”

 

Canção faz parte do EP “Capítulo 2”, que chega completo em todos os aplicativos de música. EP de Bryan Behr traz ainda inéditas “Mensageiro”, em parceria com Julia Mestre, e Quero com você”

 



 

O carisma e talento de Bryan Behr são realmente únicos. Após conquistar fãs de todas as idades, o cantor encantou um dos maiores nomes da música mundial: Calum Scott. O fenômeno britânico que hoje acumula quase 8 bilhões de streams globais e escolheu o catarinense para realizar uma colaboração e expandir seu público brasileiro. Juntos, cantando em inglês e português, eles lançam em todos os aplicativos de música, a apaixonada canção “Da Primeira Vez (From The First Time)”. Ouça e baixe aqui: https://umusicbrazil.lnk.to/DaPrimeiraVez .

 

Já o clipe, que coloca Bryan e Calum lado a lado num verdadeiro show de tecnologia, será disponibilizado no YouTube do artista brasileiro na sexta-feira, às 12h. Assista ao clipe aqui: https://youtu.be/wrDBkG8BJQo .



 

A nova faixa encerra em grande estilo o EP de Bryan, “Capítulo 2”, que também chega aos aplicativos de música completo nesta sexta-feira e reúne as poderosas faixas já lançadas “Agora eu Tô de Pé” e “Nada Vale o Preço”, além das inéditas “Mensageiro”, em parceria com Julia Mestre, e “Quero com você”. Ouça e baixe o EP aqui: https://umusicbrazil.lnk.to/Capitulo2 .

 

Composta por Bryan Behr e Juliano Cortuah, "Da primeira vez” já mostrou seu potencial antes mesmo de ser lançada. Ao ser apresentado ao trabalho de Bryan Behr, Calum Scott se apaixonou pela canção e fez questão de escrever uma parte em inglês, agregando sua coautoria à faixa. Além disso, Calum também quis prestigiar Bryan e o público brasileiro cantando trechos em português da canção. Desta forma, o talento de Bryan Behr foi elevado de uma forma única ao combinar perfeitamente sua voz e energia com o artista britânico. O resultado é uma canção única, emocionante e de qualidade para ser o primeiro passo rumo à carreira internacional de Bryan.

 

Já o clipe é um show à parte. Dirigido por Philippe Noguchi, o romântico e encantador vídeo traz um amor que é vivido à distância e interpretado por dois atores, Michel Joelsas e Lizia Bueno. Com um delicado trabalho de câmera, luzes e cenografia minimalistas, ele apresenta a interpretação impecável de Bryan e Calum que, muitas vezes, aparecem lado a lado em uma edição perfeita, realista e íntima, como se realmente tivessem se encontrado. Encontro este que, infelizmente, não foi possível por conta da pandemia. É daqueles vídeos que prende a atenção do começo ao fim, com uma história envolvente que casa com a letra e uma fotografia impecável que encanta os olhos de todos que assistem.

 

Acho que ainda tô caçando as palavras certas pra descrever o que eu estou sentindo… Dividir essa faixa com Calum é, sem sombra de dúvidas, uma das coisas mais fantásticas que já realizei na vida. Ele foi muuuuito querido, abraçou a canção de verdade, fiquei impressionado com o envolvimento e carinho dele com a música”, comemora Bryan.

 

A colaboração entre mim e o Bryan aconteceu de forma muito orgânica. Eu recebi uma mensagem do meu selo dizendo que o Bryan era um fã que adoraria trabalhar junto em uma música. Só tive que ouvir a voz do Bryan por uns 20 segundos para saber que ele tem muito talento, uma bela voz e tem esse tom mais baixo, bastante rico e mais suave, que é muito fácil de ouvir. Não falo muito em português, então só entendo um pouco e nem preciso saber o que está falando para poder apreciar a sua música”, conta Calum.

 

Gravar em português foi um desafio incrível. Sabe, eu gosto de desafios. Acabei de gravar um dos meus singles na linguagem americana de sinais (ASL), por exemplo. Eu gosto de expandir meu alcance e gosto de ter minha música traduzida para idiomas diferentes. Cantar em português foi desafiador, porque tenho muito respeito pelas pessoas, culturas e suas línguas e a última coisa que faria era um trabalho mal feito. Eu ficava ouvindo o Bryan, tentando captar o tom e pegar o ritmo certo e ficava ‘da primeira vez, da primeira va-vaiz?’. E ficava tentando acertar na minha cabeça, porque quero fazer o melhor possível, então aquilo foi um pouco assustador. Eu ficava enviando mensagens de voz para o Bryan dizendo ‘cara, eu espero ter feito um bom trabalho com isso, porque você sabe, eu não quero bagunçar nada’. E ele foi muito gentil e disse: ‘você foi incrível, maravilhoso’”, completou Calum.

 

Vale lembrar que Calum é hoje um dos maiores nomes do pop mundial. Com mais de 8 bilhões de streams, 24 milhões de ouvintes mensais só no Spotify e mais de 2 bilhões de visualizações no YouTube, o cantor é um verdadeiro fenômeno que carrega multidões por onde passa.

 

Tô muito feliz em colocar o ‘Capítulo 2’ no mundo. São músicas que eu precisava muito escrever e ouvir. Espero, de coração, que essas faixas toquem o coração das pessoas, assim como tocaram o meu quando compus. Além das canções serem especiais por si só, é a primeira vez que canto músicas minhas acompanhado de outros artistas. Tive a honra e felicidade de dividir duas músicas com artistas muito admirados por mim, Calum Scott e Julia Mestre”, explica o cantor catarinense.

 

Julia é ímpar! Talvez uma das artistas mais artistas que conheço. Compus a faixa ‘Mensageiro’ com ela em uma madrugada, através de uma chamada de vídeo. É muito doido como a energia da Julia atravessa a gente mesmo que de longe. Acho que as pessoas irão sentir isso quando a música tocar”, completa.

 

Na segunda parte do projeto, "Capítulos”, que se iniciou com o EP “Capítulo 1” com quatro canções inéditas e a regravação impactante de “Eu sei"- Bryan traz uma sonoridade mágica, vocais grandiosos e letras que exploram sentimentos íntimos e, ao mesmo tempo, coletivos. É impossível ouvir cada uma das cinco canções sem criar uma conexão direta com ao menos uma delas. A produção também chama a atenção pela quantidade de arranjos e instrumentos riquíssimos, que incorporam vida e intensidade em todos os segundos das faixas. A cada quatro ou oito compassos uma surpresa, um elemento diferente, um vocal, um silêncio, algo novo.

 

Para quem acompanha o trabalho de Bryan Behr é impossível não notar também sua evolução artística mantendo o equilíbrio dos já conhecidos vocais suaves, composições tocantes e elementos simples, agora com uma produção mais pop, complexa e muita atitude no cantar.

 

 

Sobre Bryan Behr

 

Nascido em Santa Catarina, o multitalentoso Bryan William de Souza já estava predestinado a ser cantor. Uma colega de colégio que gostava de ler a mão dos amigos profetizou: "Você vai ser artista e se chamará Bryan Behr". Anos depois, quando foi chegada a hora de iniciar sua carreira, o cantor não teve dúvidas, esse seria seu nome.

 

Com apenas dois anos de carreira, o cantor já se tornou um fenômeno e referência ao emocionar “cantando estórias” da sua vida através de suas músicas com melodias e letras marcantes, frutos de seu estilo musical livre, sem amarras. A sonoridade de  suas  músicas  vem  de  um  caldeirão  de  referências  de diversos  gêneros  como pop,  folk, rock e MPB.

 

Em 2018, Bryan lançou seu primeiro EP acústico, “Da Cor do Girassol”, e em 2019 já estava assinando seu contrato com a GTS e Universal Music Brasil por onde lançou seu segundo trabalho, o “EP 2019”. Na época com mais de 150 composições, ele teve a difícil missão de escolher apenas 11 para entrar em seu primeiro álbum, “A Vida é Boa”, lançado em janeiro de 2020. As canções, disponibilizadas nesses dois trabalhos ainda ganharam novas versões, no formato voz e violão, e com clipes sensíveis, intimistas e uma fotografia deslumbrante, que resultaram no álbum “Simples”, lançado em julho do mesmo ano.

 

Com mais de 325 mil ouvintes mensais no Spotify, 200 mil inscritos e mais de 32 milhões de visualizações no YouTube, o cantor e compositor - que ainda pinta (!) – iniciou o ano de 2021 com lançamento do EP “Capítulo 1”, além de ter sido escolhido para representar o pop no programa “Alerta Experimente”, dos canais Multishow e Bis.

 

Sobre Calum Scott

 

Em 2015, Calum Scott fez sua estreia no reality show “Britain’s Got Talent” com uma versão comovente do clássico electro-pop de Robyn, “Dancing On My Own”, que garantiu a ele a colocação de semifinalista. No ano seguinte, a faixa alcançou o primeiro lugar no iTunes em 11 países e se tornou o single mais vendido do Reino Unido por um artista solo britânico. Ainda em 2016, Calum esteve no Brasil para se apresentar, ao lado de Ivete Sangalo, na cerimônia de encerramento dos Jogos Paralímpicos. Depois de ser indicado ao prêmio de “Melhor Single” no Brit Awards, Calum começou a escrever seu álbum de estreia, “Only Human”. Hoje, o artista coleciona mais de 8 bilhões de streams globais e seu single “Biblical” já ultrapassou a marca de 17 milhões de streams em todo o mundo. 

Nenhum comentário