Novidades

[News]"Amazônia Sociedade Anônima (Amazon Undercover)", de Estevão Ciavatta, ganha o "Troféu Muiraquitã"

"Amazônia Sociedade Anônima (Amazon Undercover)", de Estevão Ciavatta,  ganha o "Troféu Muiraquitã"



Filmes de Angola, Irã, Marrocos, Bolívia, Espanha e Palestina  estão entre os laureados do Fest Alter 2020

Anunciado ontem durante a live de encerramento do Festival de Cinema de Alter do Chão, o longa-metragem nacional que conquistou o "Troféu Muiraquitã", prêmio mais cobiçado do Festival, foi  o filme "Amazônia Sociedade Anônima (Amazon Undercover)", de Estevão Ciavatta. O diretor, muito emocionado, agradeceu a todos, falou do seu afeto pela região, indígenas, e mencionou a importância do "- Coletivo Munduruku, que filmou muitas cenas e é co-produtor desse filme"

Além de "Amazônia Sociedade Anônima" , eis a lista dos demais contemplados: 
. Prêmio Voto Popular - "Baía Negra", de Marco Carvalho
. Melhor Longa-Metragem Internacional -"Oliver Black", de Tawfik Baba (Marrocos)
. Melhor Média-Metragem Nacional - "Osmildo", de Pedro Daldegan
. Melhor Média-Metragem Internacional - "Allan Ellen", de Juan Ros (Espanha)
. Melhor Curta-Metragem Nacional - "Sonetos do Sertão", de Marcio Del Picchia
. Melhor Curta-Metragem Internacional - "Amazônia - La Loma Santa". de Lia Beltrami (Bolívia)
. Melhor Smartphone Nacional - "Submundo", de Adriano Gomez
. Melhor Smartphone Internacional - "Sonhe como..." de Mohammad Shaban (Palestina)
. Prêmio Pequenos-Grandes Relatos - "Limbo", de Ghasideh Golmakani  (Irã)
. Prêmio Ativista Maria Lacerda de Moura - "O Corpo é Nosso", de Theresa Jessouroun
. Prêmio Tapete Verde - "Onde tem Índio, tem Floresta", de Fausto Júnior
. Prêmio Presença - "Mulheres em Movimento", de Juliana Streva
. Prêmio Oswaldo Cruz - "Porquê", de Nuno Barreto (Angola)
. Prêmio Romancista Dalcídio Jurandir - "Fio da Meada", de Sílvio Tendler
. Prêmio Ipê - "O Caçador de Árvores Gigantes", de Anttonio Pereira

. Prêmio Animação - "Um dos Direitos Básicos da Cidadania", de Reza Khodadadi (Irã)

A Cerimônia de Encerramento, apresentada pelo cantor e compositor Cláudio Nucci, a "rainha do Sairé" Maria Eulália e  a escritora e ativista indígena Aline Kaiapó, foi aberta com depoimentos do diretor-geral Locca Faria, que agradeceu à toda a equipe, principalmente ao criador do site e da plataforma Fest Alter Play, Thiago Reis, e falas do presidente do júri, o cineasta Xavier de Oliveira, e dos jurados Célia Maracajá (cineasta e atriz indígena) e do jornalista Marcelo Tas.

No dia anterior, também em uma live  regada à emoção e comandada pela pianista e compositora  Monique Aragão, idealizadora do "Concurso  de Trilha Sonora", incluído na plataforma do evento, foram anunciados os vencedores do certame. A principal premiação foi para o compositor e músico  Kalau Franco, de SP, que receberá o valor de 1.200 reais doados por um dos maiores nomes da nossa mpb: Edu Lobo.

O acesso à plataforma Fest Alter Play, durante a realização do evento, de 09 a 13/12, foi de 9.762 inscritos e, no último dia, durante a live de encerramento e premiação, houve um pico de visualizações totalizando 5.838 pessoas. Números que tendem a aumentar sensivelmente porque a plataforma, com todo o seu conteúdo, permanecerá ativa até a próxima edição do Festival de Cinema de Alter do Chão.

PR/Eulalia

Nenhum comentário