Novidades

[News]9ª edição do Cinecipó - Festival do Filme Insurgente - promove seminário com Sabrina Fernandes

 

Chegada a segunda quinzena do Festival do Filme Insurgente, o Cinecipó realiza nesta quarta-feira, dia 16, às 19h, o seminário “Reconquistando Territórios" com participação da   socióloga Sabrina Fernandes (Canal Tese Onze) e da cineasta Camila Freitas. O evento virtual aborda a retomada de territórios usurpados e a manutenção dos que estão em perigo com invasões colonialistas que já duram mais de meio milênio. O ponto de partida é o filme “Chão”, de Camila Freitas, sobre a longínqua batalha entre o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) e grupos conservadores ligados aos latifundiários.  

Os seminários acontecem no site do evento: https://cinecipo.com.br/seminario.html

Programação

Seminário Reconquistando territórios

Data e horário: 16/12, 19h

A retomada de territórios usurpados e a manutenção dos que estão em perigo são temas deste seminário. À noção de propriedade devemos opor a noção de posse. Tem a posse quem cuida de um território, com ele estabelece uma forte ligação de vida, que resulta numa potente força de luta para reaver um território tomado ou proteger um que esteja sob ameaças.

Sabrina Fernandes

Sabrina Fernandes é doutora em sociologia, faz pós-doutorado com a Fundação Rosa Luxemburgo Alemanha e a UnB, autora de Sintomas Mórbidos (2019) e Se quiser mudar o mundo (2020), e produtora do canal Tese Onze.

Camila Freitas

Camila Freitas estudou cinema na UnB e na UFF, e direção de fotografia na escola Louis Lumière, em Paris. Atualmente, faz mestrado em artes visuais na UFRJ. É diretora de fotografia de filmes como "Futuro Junho" (2015), "Os pássaros estão distraídos" (2016), "Excelentíssimos" (2018), além de vários curtas. Realizou os curtas "Passarim" (2003), "De Asfalto e Terra Vermelha" (2010) e "Ararat" (2014). O seu primeiro longa-metragem, "Chão" (2019) estreou na seção Forum da 69a Berlinale, com exibições em festivais como True/False, Docmontevideo, Doclisboa, Mostra de São Paulo, Viennale, Fórum Doc, IDFA, entre outros. Chão recebeu prêmios no Olhar de Cinema, no Festival do Rio, no Festival Jean Rouch (Paris) e no Festival de Innsbruck. Atualmente, Camila desenvolve com João Torres o longa-metragem híbrido "Babado", que recebeu uma bolsa de pesquisa do Instituto Francês e teve passagem em 2019 pelos programas Biennale College Cinema do Festival de Veneza e Arché, do Doclisboa, onde receberam o prêmio NOVA/ FCSH.

Sobre o filme

Chão

Dir. Camila Freitas


Documentário | 110min | 2019 | Brasil


Sinopse: Enquanto o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) realiza protestos e movimentações para pressionar o governo a aprovar uma reforma agrária que redistribuirá o território de uma usina prestes a falir, um grupo de conservadores ligados a latifundiários luta para acabar com as manifestações dos ocupantes.


 


 




O CINECIPÓ


 


O Cinecipó – Festival do Filme Insurgente – teve sua primeira edição em 2011, na Serra do Cipó (MG). A proposta era realizar quatro dias de cinema ao ar livre, na praça e de graça, levando ao público filmes que não têm espaço na mídia convencional. Até 2015, o festival foi realizado na Serra do Cipó, Lapinha e Santana do Riacho. Também já foram realizadas mostras em outras partes do Brasil como Pernambuco e Brasília. O coletivo produziu exibições itinerantes no Espaço Comum Luiz Estrela, Quilombo dos Marques, Quilombo do Palmital e em escolas públicas.


 


Além dos filmes, o festival também oferece oficinas e workshops nas áreas de cinema, artes plásticas e música voltadas para a questão da sustentabilidade.


 


 


Serviço


9ª edição do Festival Cinecipó

Data: Até 28/12

www.cinecipo.com.br

Gratuito

Patrocínio MGS

Apoio Embaúba

Projeto 9ºCinecipó, nº 0907/2018, aprovado no Edital  IF 2018-2019 oriundo da Política de Fomento à Cultura Municipal (Lei nº 11.010/2016).




Nenhum comentário