Novidades

[News] Ney Latorraca e Bemvindo Sequeira participam de “Que História É Essa, Vovó?” no @portadosfundos, neste domingo (14), às 15h


Neste domingo (14), às 15h, Fábio Porchat recebe na live “Que História É Essa, Vovó?” os atores Ney Latorraca e Bemvindo Sequeira. A live acontece no instagram do Porta dos Fundos (@portadosfundos) como um dos quadros criados desde o início da quarentena para entreter as pessoas em casa.

A conversa de Porchat com os convidados traz histórias engraçadas de antes e depois da quarentena; trabalhos; projetos e rotina. Ney, por exemplo, contará sobre uma prática não muito comum adquirida com o confinamento: a de andar dentro de casa. São cerca de 5km por dia. “Depois do café da manhã, ando 2 mil passos, assisto ao jornal do almoço, ando mais 3 mil passos e à noite vejo as reprises dos jogos de vôlei feminino e masculino no SporTV”, explica.

Já Bemvindo está em Portugal há oito meses, impossibilitado de voltar ao Brasil devido ao fechamento das fronteiras. Contudo, diz estar muito bem, aproveitando o tempo para mergulhar em criação de conteúdo. O ator grava cerca de três vídeos por dia para seu canal no Youtube (O Sassarico do Bemvindo <https://bityli.com/bVZYy>), além das lives. Com a culinária autêntica portuguesa à disposição, conta ainda que engordou: “estou comendo muito bem neste país maravilhoso. Vinho, bacalhau, azeite...engordei”, diz com muito bom humor.

Nos episódios anteriores, o apresentador conversou com Ney Matogrosso, Monja Coen, Helô Pinheiro, Vera Fischer, Ary Toledo, Tom Zé, Sidney Magal, Maurício de Sousa, Gilberto Gil e até a sua avó, dona Maria Alice. As gravações podem ser assistidas no YouTube do Fábio Porchat: https://bityli.com/KWFiO.

Focada no público da terceira idade - mas com alcance do público mais jovem -, nos episódios semanais de “Que História É Essa, Vovó” Porchat bate um papo descontraído com idosos, ouvindo suas histórias e incentivando a cumprirem a quarentena. 


A Live é parte da nova programação de conteúdos do grupo durante o período de isolamento. Além das esquetes publicadas no canal do YouTube sempre às segundas, quintas e sábados, às 11h, e dos conteúdos extras nos demais dias da semana, o grupo passou a criar quadros especiais de humor em todas as redes sociais.


Às terças-feiras, às 21h30, Fábio faz a versão pocket e ao vivo do programa "Que História É Essa, Porchat?" com influenciadores, na Live “Histórias de Bar”, no Instagram do GNT.

Porta dos Fundos

O PORTA DOS FUNDOS é um coletivo criativo fundado por Antonio Tabet, Fábio Porchat, Gregorio Duvivier, João Vicente de Castro e Ian SBF em 2012. O que começou despretensiosamente, com cinco amigos incomodados com a falta de liberdade criativa da TV brasileira, hoje é uma produtora consolidada, recém-ganhadora de um Emmy Internacional de Comédia, pelo Especial de Natal "Se Beber, Não Ceie", em parceria com a Netflix. É um dos maiores canais do YouTube Brasil – em que já ultrapassa as marcas de 5 bilhões de visualizações e 16 milhões de inscritos – sem somar os números dos outras redes sociais e canais do grupo, Totorial e Porta Afora.

Atualmente estamos em processo de internacionalização do nosso modelo de produção e negócios, e em abril de 2019 inauguramos o canal "Backdoor - Humor por donde no lo esperas" no México, hoje já com mais de 5 milhões de inscritos.

Parte do time de produtores do Facebook Watch, acabamos de lançar as séries exclusivas "Debate Que Eu Gosto", com Fabio Porchat, e "Conexão Portugal-Realengo", com Rafael Portugal.

Além de produções para a internet, o Porta dos Fundos já lançou séries de TV como “O Grande Gonzalez”, "Borges" e “Porta na FOX”, para o canal FOX, a peça de teatro “Portátil”, o longa-metragem “Contrato Vitalício”, o late show Greg News, que está com a 4ª temporada confirmada com a HBO. O sucesso "Que História É Essa, Porchat?", programa no ar pelo canal GNT, também tem nossa produção e continuação garantida. A segunda temporada da série “Homens?" também será lançada em 2020. Desde 2017, o Porta dos Fundos se tornou parte da ViacomCBS.  






Nenhum comentário