Novidades

[Programação] Canal Brasil – Programas e Séries da Semana – 22 a 28 de junho


SEGUNDA-FEIRA, 22 DE JUNHO
 
O SOM DO VINIL – WATUSI – POR CAUSA DE VOCÊ (1993)
 
 
Horário: Segunda, dia 22, às 23h
Quinta, dia 04, às 13h30
Sexta, dia 05, às 7h
Classificação: Livre

Sinopse: Charles Gavin se jogou de cabeça no universo feminino para traçar um panorama inédito da música brasileira sob a ótica de grandes mulheres, das mais diferentes gerações. A 13ª edição do programa O Som do Vinil apresenta entrevistas com 27 intérpretes, compositoras e musicistas. Este ano, as conversas vão além da arte, e questões de gênero, machismo e homofobia são discutidas pela primeira vez. “O meio da música ainda é muito machista e até hoje a mulher é muito associada ao ofício de cantora. Não existe na língua portuguesa o feminino da palavra ‘músico’. Eu chamo as artistas da música de musicistas, mas é uma licença poética”, diz Gavin, que reuniu uma equipe inteiramente formada por mulheres para esta temporada. A direção do programa é dele e de Gabriela Gastal.

Os episódios passeiam pela história de discos notáveis produzidos por artistas da nova geração, como a carioca Letrux e a baiana Xênia França, e de grandes damas como Elza Soares, Sandra de Sá, Leny Andrade e Gal Costa, que abre a temporada. O baterista e pesquisador ainda recebe personalidades como Roberta Sá, Fernanda Takay, Zélia Duncan, Leila Pinheiro, Joyce, Fátima Guedes, Simone, Dóris Monteiro e Joanna, Tia Surica e Aurea Maria, da Portela, entre outras. E joga luz sobre artistas que estão longe dos holofotes, como Sandra Pera, que depois de deixar As Frenéticas lançou um único LP solo, em 1983; Doris Monteiro, rainha do rádio, que ela fala sobre o disco “Sobre Doris Monteiro”, de 1969; e Eliana Pittman, que comenta o álbum “Tô Chegando, Já Cheguei”, de 1974, e sobre o ápice de sua carreira, quando tocou no Olympia de Paris e foi entrevistada por Jerry Lewis, em seu talk show.

Neste episódio: A cantora Watusi relembra as dificuldades que enfrentou por ser uma mulher negra da periferia e detalha a história de como se tornou a grande estrela do espetáculo “Moulin Rouge”.

A ARTE DO ENCONTRO 
 

Convidado: Simone Spolladore
Horário: Segunda, dia 22, às 23h30
Terça, dia 23, às 13h30
Quinta, dia 25, às 7h
Classificação: Livre

PRINCIPAL
Sinopse: Após 13 episódios comandados por Tony Ramos, Bárbara Paz assume o lugar do ator no comando da quarta temporada de “A Arte do Encontro”, do Canal Brasil, na quarta-feira, dia 14. Nos próximos programas, a atriz vai receber Bia Lessa, Daniel Dantas, Elisa Lucinda, Luis Miranda, Maria Ribeiro, Paulinho Moska, Xico Sá e Zélia Duncan para conversas intimistas intercaladas por leituras de trechos de livros, poesias e peças de teatro.

Neste episódio: A atriz Simone Spolladore fala sobre o poder de ressignificação do tempo, opina acerca da padronização da humanidade e revela o medo de ficar sozinha em algum momento da vida.
 
TRANSMISSÃO 
 

Convidado: Silvero Pereira
Horário: Segunda, dia 22, à 0h
Terça, dia 23, às 12h45
Quarta, dia 24, às 17h15
Sexta, dia 26, às 20h35
Classificação: 12 anos

PRINCIPAL
Sinopse: Linn da Quebrada e Jup do Bairro são duas das mais revolucionárias personalidades da nova geração da cultura brasileira. Suas apresentações de rap nas periferias são incendiárias e críticas, com letras focadas nos dilemas do universo LGBTQI, na desigualdade social e questões raciais. Suas trajetórias encantaram os documentaristas Kiko Goifman e Claudia Priscila, diretores de Bixa Travesti (2018), no qual elas expõem suas rotinas e mostram como suas posturas nos palcos visam desconstruir estereótipos de gênero, raça e classe. Novamente juntos, cineastas e cantoras estrelam o novo programa da faixa da meia-noite no Canal Brasil, dando sequência ao bastão passado por Laerte Coutinho em Transando com Laerte, que se despede da grade depois de quatro temporadas.

O talk show comandado pelas plurais artistas traz convidados para um bate-papo irreverente, no qual questões de gênero, sexo e raça são frequentemente abordadas, mas não limitadoras a conversa. O papo com Laerte Coutinho fala sobre transexualidade, mas também aborda relacionamentos amorosos e religião. Com a funkeira MC Carol, elas discutem a influência do rap na periferia e a descoberta da veia artística. A deputada Erica Malunguinho fala sobre a dificuldade de pessoas trans em ocupar espaços de poder, tanto na política quanto na academia, e a atriz Glamour Garcia fala sobre aceitação da personalidade. Há espaço ainda para os músicos Jards Macalé, Tom Zé e Letrux, o ex-prefeito Fernando Haddad, a cineasta Anna Muylaert, o ex-jogador de futebol Vampeta e a chef de cozinha Paola Carosella, entre outros.

Neste episódio: O ator Silvero Pereira revela quando passou a se permitir tudo o que não “podia” fazer e a entender o seu lugar no mundo e reflete sobre a força da arte como um lugar de cura na sua vida.

 
TERÇA-FEIRA, 23 DE JUNHO
 
PORNOLÂNDIA – A ESPECIALISTA QUE VAI MUDAR SUA VIDA SEXUAL 
 

Convidado: Clariana Leal
Horário: Terça, dia 23, à 0h15
Quarta, dia 24, às 3h40
Domingo, dia 28, às 2h30
Classificação: 16 anos

PRINCIPAL
Sinopse: A musa da pornochanchada Nicole Puzzi retorna à tela do Canal Brasil em entrevistas picantes, com membros do universo da pornografia e do erotismo no país. Sempre em tom irreverente, a apresentadora discute abertamente temas como fetiche, sensualidade, nudez artística e o mercado brasileiro de filmes adultos. A anfitriã está ainda mais curiosa e provocativa no quinto ano do programa, seja investigando as práticas sexuais menos comuns, revendo os velhos amigos ou conversando com figuras da indústria pornô.

Neste episódio: “Nem só de penetração é feito o prazer”. A expert em sexo Clariana Leal conta como impor limites propicia a liberdade sexual e critica o modelo heteronormativo, que inibe o orgasmo feminino.

 
QUARTA-FEIRA, 24 DE JUNHO
 
FAIXA MUSICAL – SIDNEY MAGAL – BAILAMOS 
 

 
Horário: Quarta, dia 24, às 10h
Quinta, dia 25, às 11h40
Classificação: Livre
 
INÉDITO
 
Sinopse: Sidney Magal reúne clássicos que marcaram seus 50 anos de carreira, como o hino “Sandra Rosa Madalena”. Participações especiais de Ney Matogrosso, Alexandre Pires e Rogério Flausino.


QUINTA-FEIRA, 25 DE JUNHO 

O PAÍS DO CINEMA – TORRE DAS DONZELAS
 
 
 
Convidado: Susanna Lira e Rita Sipahi
Horário: Quinta, dia 25, à 0h
Sábado, dia 27, às 13h
Quarta, dia 01, às 7h
Classificação: 14 anos

INÉDITO

Sinopse:
Andréia Horta volta ao papel de apresentadora de TV: pelo segundo ano, a atriz está à frente de “O País do Cinema”. No quarto ano da atração, a atriz recebe realizadores, diretores e intérpretes e coloca em pauta uma abordagem crítica e informativa da produção nacional. Este ano, o programa dirigido por Marcello Ludwig Maia foca sua atenção em filmes da mais recente safra do cinema brasileiro. Entre os filmes escolhidos para esta temporada estão trabalhos de artistas como Kleber Mendonça Filho, Gabriela Amaral Almeida, Murilo Salles, Marco Nanini, Andrea Beltrão, Walter Carvalho, Daniela Thomas e Andrucha Waddington. Para ilustrar as entrevistas, são exibidas cenas das obras e imagens de making of.

Neste episódio: Susanna Lira e Rita Sipahi, diretora e personagem de “Torre das Donzelas”, denunciam o processo de esquecimento em relação à repressão política no Brasil e destacam o direito à memória.

 
SEXTA-FEIRA, 26 DE JUNHO
 
LARICA TOTAL – ATURA O PARABÉNS 
 



Horário: Sexta, dia 26, às 22h
Sábado, dia 27, às 13h30
Domingo, dia 28, às 1h30
Domingo, dia 28, às 9h40
Terça, dia 30, à 0h30
Classificação: 10 anos

PRINCIPAL
Sinopse: Está de volta ao Canal Brasil a terceira e última temporada da sátira a programas de culinária descolados exibidos por canais de televisão por assinatura. Ao contrário dos apresentadores experientes, treinados nas cozinhas de sofisticados restaurantes –, Paulo Oliveira (Paulo Tiefenthaler) é um solteirão que se vira como pode. Seu objetivo é apresentar receitas de pratos fáceis, capazes de satisfazer pessoas sem paciência, vontade, ingredientes ou equipamentos adequados no preparo de refeições.

Neste episódio: Paulo completa mais uma primavera! E como a data não pode passar em branco, nada melhor do que preparar seu próprio bolo de cenoura com muita calda de chocolate.

 
DOMINGO, 28 DE JUNHO
 
FAIXA MUSICAL – O BAÚ DO RAUL – 25 ANOS SEM RAUL / SHOW 
 

 Horário: Domingo, dia 28, à 13h05
Segunda, dia 29, às 7h30
Classificação: Livre  

INÉDITO  

Sinopse: Homenagem pelos 25 anos do falecimento do “Maluco Beleza”. No repertório, clássicos como “Sociedade Alternativa”, “Metamorfose Ambulante” e “Eu Nasci Há 10 Mil Anos Atrás”.



Nenhum comentário