Novidades

[News] Telecine celebra o Dia do Orgulho LGBTQI+ com a cantora Majur



Artista dá voz ao Manifesto do Orgulho. Nas redes sociais, ilustradores convidados recriam cenas representativas do cinema inspirados pela bandeira arco-íris

Orgulho de amar. Orgulho de ser apoiado. Orgulho de andar de mãos dadas com o seu amor. Orgulho de lutar pela liberdade. Em 28 de junho é comemorado o Dia do Orgulho LGBTQI+. Para celebrar a diversidade, Telecine se inspirou na bandeira símbolo do movimento e produziu um manifesto em vídeo em defesa do amor e da liberdade de ser quem você quiser. Partindo das cores do arco-íris, a marca selecionou títulos disponíveis no streaming de filmes que inspiram a comunidade ao redor do mundo e que dialogam com as letras da sigla da causa. Para acrescentar ainda mais cor ao vídeo, a designer e ilustradora Lana Minna, @lana_minna, produziu uma arte inédita e exclusiva para a produção. A voz do Manifesto do Orgulho foi da cantora Majur, que gravou a locução do filme. O resultado do trabalho liderado pelo grupo de diversidade do Telecine pode ser conferido nas redes sociais da artista, do Telecine e aqui. Os filmes que fazem parte do manifesto podem ser assistidos no streaming, a qualquer momento, na cinelist Orgulho LGBTQI+.

Além do Manifesto do Orgulho, a marca também convidou ilustradores para recriarem cenas simbólicas de filmes representativos do cinema a partir das cores do arco-íris. O vermelho virou a cor do filme Tomboy, que ganhou os traços do ilustrador Lune Carvalho, o @lunecornio; O laranja representa Stonewall pelo olhar do Eduardo Gomes, o @eduardíssimo; O artista Lucas, @artedoluc, emprestou seu talento para o Rockteman em amarelo; O verde foi a base da arte criada pela Aline Lima, a @ilustravic, para a cena de Casamento de Verdade; O azul traz a cena de Me Chame Pelo Seu Nome a partir da sensibilidade do Vitor Martins, @vitormrtns; E o roxo ganhou os traços da Dika Araújo, @dikaraujo, para uma cena de Rafiki. Todas as artes podem ser conferidas nas redes dos artistas e do Telecine.

A celebração do Orgulho LGBTQI+ também está garantida nos canais Cult e Touch, que nos dias 27 e 28, respectivamente, exibem especiais. No Cult, destaque para Tinta Bruta, às 19h50. Produção da dupla Filipe Matzembacher e Marcio Reolon, o longa conquistou o prêmio de Melhor Filme do Teddy Award, concedido por um júri independente aos melhores filmes com temática LGBTQI+ apresentados no Festival Internacional de Cinema de Berlim. Já no domingo, o Touch exibe às 17h15 o romance Me Chame Pelo Seu Nome, vencedor do Oscar de Melhor Roteiro Adaptado.

O streaming de filmes do Telecine oferece os primeiros 30 dias gratuitamente para novos assinantes. A ação faz parte da campanha “Fique em casa com Telecine”. Acesse: telecine.com.br.

Nenhum comentário