Novidades

[News] Museu da Diversidade Sexual exibe trajetória visual da Parada LGBT+ de São Paulo


Por ocasião da 1ª Parada Virtual do Orgulho LGBTQIA+ que ocorrerá neste domingo, 14/6, o Museu da Diversidade Sexual – MDS, instituição vinculada à Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, irá exibir a exposição Com Muito Orgulho!, registro fotográfico que traça uma trajetória visual da Parada LGBT+ de São Paulo.

A iniciativa irá compor a programação do #OrgulhoCulturaEmCasa, atividades e conteúdos disponíveis na plataforma de streaming e vídeo #CulturaEmCasa (culturaemcasa.com.br) que reúne de forma gratuita o que há de melhor na programação cultural produzida por artistas e profissionais do setor.

O #OrgulhoCulturaEmCasa irá contemplar ainda a publicação do programa Memórias da Diversidade Sexual, com uma série de entrevistas colhidas em 2017 com ícones e grandes nomes da cena LGBT+ de São Paulo; exibição do vídeo-arte Duas Cartas para o Fim do Mundo (17h), com o casal Ricardo Corrêa e Davi Reis (Cia Artera de Teatro), que participarão de um bate papo em seguida; e show da cantora angolana Titica (21h30), musa trans e estrela-maior do estilo musical Kuduro.

Parceria com Google Arts & Culture
Para potencializar o alcance da mostra fotográfica Com Muito Orgulho!, o MDS firmou parceria com o Google que, através da plataforma Google Arts & Culture, irá hospedar a exposição que traz o acervo do Museu da Diversidade Sexual com registros de todas as edições da Parada LGBT+ que aconteceram em SP.

Em 1997 tinha início uma das histórias mais incríveis da luta pelos direitos da população LGBT+: na Avenida Paulista, centro financeiro da cidade, acontecia a primeira Parada do Orgulho de São Paulo. “Contando com algumas centenas de participantes na primeira edição, o evento se transformou em uma das maiores manifestações da população LGBT+ do mundo e foi catalizadora de um processo que deflagrou, nos anos seguintes, em uma onda de conquistas para a comunidade. A Parada representa um espaço genuíno e democrático de reivindicação, visibilidade e celebração do orgulho para o país inteiro”, diz Franco Reinaudo, diretor do Museu da Diversidade Sexual.

O Google Arts & Culture é uma plataforma que disponibiliza o acesso virtual a mais de 2000 museus, funcionando como uma porta para explorar a cultura, arte, história, maravilhas do mundo e patrimônios culturais de modo dinâmico e imersivo, desde às pinturas dos quartos de Van Gogh à cela de Mandela, passando por templos antigos, dinossauros, ferrovias indianas e a culinária do Japão. O aplicativo Google Arts & Culture é gratuito e está disponível na Web, no iOS e Android. Para acessar a mostra do Museu na plataforma, basta acessar esse link.

Toda a programação do #OrgulhoCulturaEmCasa compõe a celebração internacional em junho do mês do Orgulho LGBTQIA+. “Nosso objetivo é que o conteúdo cultural disponibilizado pelas plataformas nesta ocasião seja amplo e diverso. E o Museu da Diversidade Sexual contribui com essa iniciativa de forma criativa e emblemática”, afirma Danielle Nigromonte, diretora-geral da Amigos da Arte, Organização Social que gere a instituição.

Sobre o #CulturaEmCasa
Lançada no dia 20 de abril pela Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, a plataforma #CulturaEmCasa disponibiliza gratuitamente conteúdos inéditos das instituições de cultura do Estado de São Paulo. O acesso é por meio do site http://www.culturaemcasa.com.br e os conteúdos podem ser assistidos gratuitamente por televisão, computador, tablets e celulares. Em breve, serão lançados aplicativos para cada meio.

Sobre o Museu da Diversidade Sexual
Primeiro equipamento cultural da América Latina relacionado à temática, o Museu da Diversidade Sexual foi criado em maio de 2012 e é uma instituição vinculada à Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo. Sua missão é preservar o patrimônio sócio, político e cultural da comunidade LGBTI+ brasileira através da coleta, organização e disponibilização pública de referenciais materiais e imateriais. As atividades culturais, educativas e expositivas do MDS têm foco nas orientações, identidades e expressões de gênero dissidentes.

Sobre a Amigxs da Arte

A Amigos da Arte, Organização Social de Cultura responsável pela gestão do Museu da Diversidade Sexual (MDS), trabalha em parceria com o Governo do Estado de São Paulo e iniciativa privada desde 2004. Música, literatura, dança, teatro, circo e atividades de artes integradas fazem parte da atuação da Amigos da Arte, que tem como objetivo difundir a produção cultural por meio de festivais, programas continuados e da gestão de equipamentos culturais públicos como o Teatro Sérgio Cardoso e o Teatro Estadual de Araras. Saiba mais em: www.amigosdaarte.org.br.

Museu da Diversidade Sexual (MDS)
Estação República do Metrô, n° 24. R. do Arouche – República. São Paulo (SP).
O museu está localizado dentro da Estação República do Metrô, atrás da bilheteria. Piso Mezanino, loja 518.

Site:
www.culturaemcasa.com.br
www.amigosdaarte.org.br
www.mds.org.br

Redes Sociais:
https://www.facebook.com/culturaemcasasp/
https://www.instragram.com/culturaemcasasp/
https://twitter.com/culturaemcasasp

https://www.facebook.com/museudadiversidadeoficial/
https://www.instagram.com/museudadiversidadesexual/
https://twitter.com/mus_diversidade/

https://www.facebook.com/amigosdaartesp/
https://www.instagram.com/amigosdaartesp/
https://twitter.com/amigosdaartesp


Nenhum comentário