15 junho 2018

[News] Morre aos 58 anos o quadrinista e pesquisador Carlos Patati

Quadrinista, professor, roteirista e pesquisador, Carlos Patati morreu hoje no Rio de Janeiro. Nascido em 1960, Carlos Eugênio Batista começou a escrever roteiros para quadrinhos em 1979, nas revistas Spektro e Pesadelo, da editora Vecchi. Seu último trabalho, a HQ Couro de Gato – uma história do samba, uma parceria com o artista gráfico João Sanchez, foi publicado pela Veneta no ano passado. O livro fala sobre o surgimento do samba no Rio de Janeiro, nas primeiras décadas do século XX.
O enterro será no Memorial do Carmo, no cemitério do Caju, no Rio de Janeiro, às 16h

Repercussão
“O Carlos Patati era um dínamo. Não só um quadrinista, mas também pesquisador sobre quadrinhos, um descobridor de novos talentos, organizador de eventos, um agitador sempre entusiasmado” – Rogério de Campos, diretor editorial da Veneta e autor de Imageria – o nascimento das histórias em quadrinhos
“Perdemos um grande amigo, criador e campeão dos quadrinhos” – Paul Gravett, pesquisador inglês
“Patati, grande mestre dos quadrinhos. Cada conversa uma aprendizagem e troca riquíssimas” – Marcelo D’Salete, quadrinista, autor de Angola Janga, Encruzilhada, Cumbe
"Acaba de chegar a notícia do falecimento do nosso querido Patati. Uma perda sentida por qualquer um que tenha tido a felicidade de compartilhar momentos com ele, nos quais nos inundava com sua infinita paixão pelos quadrinhos… As palavras nunca são suficientes… Adeus, amigo." - Marcello Quintanilha, quadrinista, autor de Todos os Santos, Hinário Nacional, Talco de Vidro e Tungstênio.



Nenhum comentário

Postar um comentário