12 junho 2018

[Lista] 10 filmes de romances adolescentes LGBT's

Na era do amor, onde podemos ir e vir, tudo é possível? Nem sempre, afinal os gays, lésbicas, e outras tantas siglas ainda são agredidos e ofendidos, mas podemos tentar mudar o jogo não é mesmo?

Então, dê o play na super lista de filmes fofinhos para você se encantar e esquecer a LGBTfobia.

Com amor, Simon
Aos 17 anos, Simon Spier (Nick Robinson) aparentemente leva uma vida comum, mas sofre por esconder um grande segredo: nunca revelou ser gay para sua família e amigos. E tudo fica mais complicado quando ele se apaixona por um dos colegas de escola, anônimo, com quem troca confidências diariamente via internet.

Hoje eu quero voltar sozinho

Leonardo (Ghilherme Lobo), um adolescente cego, tenta lidar com a mãe superprotetora ao mesmo tempo em que busca sua independência. Quando Gabriel (Fabio Audi) chega na cidade, novos sentimentos começam a surgir em Leonardo, fazendo com que ele descubra mais sobre si mesmo e sua sexualidade.

Boys

Sieger (Gijs Blom) é um atleta de 15 anos de idade, em fase de treinamento para uma competição de revezamento. A rotina é alterada pela chegada de um novo membro da equipe, Marc (Ko Zandvliet). Os dois descobrem interesses em comum e se tornam amigos próximos, até perceberem que possuem sentimentos um pelo outro. Sieger tenta esconder a sua atração, mas logo descobre que seu amor é grande demais para ficar em segredo.

Centro do meu mundo

Após um período de férias de verão no acampamento, Phil (Louis Hofmann) retorna para casa e se depara com sua mãe tendo problemas familiares com a irmã. Junto da sua amiga Kat (Svenja Jung), ele retorna para a escola, onde um novo aluno entra em sua turma: Nicholas (Jannik Schümann). Apaixonado, Phil começa a paquerar Nicholas. O novato corresponde, mas a fragilidade do primeiro amor é colocada À prova.

Nunca fui santa

Megan (Natasha Lyonne) o protótipo da líder de torcida americana: linda, popular, tira boas notas e sai com o capitão do time de futebol. Um dia, porém, seus pais resolvem salvá-la de um possível desvio sexual, uma vez que ela vegetariana, tem um pôster da Melissa Etheridge no quarto, abraça demais suas amigas e foge dos beijos do seu namorado. Os pais de Megan decidem por enviá-la para o campo de homo-reabilitação "True Directions", dirigido pelo ex-gay Mike (RuPaul), que possui um programa infalível de "cura", em cinco passos.

Assunto de meninas
Ainda abalada pela perda da mãe, que morreu há 3 anos de câncer, a bela e sensível Mary Bradford (Mischa Barton) não consegue se comunicar com o pai e a madrasta. Alheios aos problemas emocionais dela, eles a enviam para um internato feminino. A recepção das novas colegas é ótima e ela é instalada no quarto das lindas Paulie Oster (Piper Perabo) e Tory Moller (Jessica Paré), a primeira rebelde e idealista e a outra insegura e rica. Aos olhos dos outros Paulie e Tory são boas amigas, mas na realidade elas são amantes. Apesar do espanto inicial, Mary, com seu jeito tímido, conquista a confiança das duas e se torna a única confidente do casal. Enquanto tenta se adaptar ao novo ambiente, Mary vê a dificuldade das amigas em lidar com alguns dos impasses do relacionamento, causados pelo preconceito de suas famílias e por suas profundas crises de identidade, principalmente quando Paulie e Tory são pegas na cama. Temendo uma reação contrária da família, Tory passa a ter uma relação heterossexual, para acalmar os ânimos. Além de tentar convencer a si própria que é só amiga de Paulie, que não se conforma com esta situação e não medirá conseqüências para a ter de volta. Caberá a Mary tentar impedir que algo trágico aconteça.

Jovem aloucada

Daniela (Alicia Rodríguez) é uma garota de 17 anos que foi criada em uma família evangélica, em Santiago, capital do Chile. Com uma rebeldia nata, ela não encontra uma válvula de escape, a não ser se envolver em diversas aventuras sexuais e depois partilhar tudo em um blog. Após uma noite de muitos excessos, Daniela sofre as consequências do que fez quando seus pais a castigam e entra em profundo autoquestionamento existencial.

Lírios d'agua

Subúrbio de Paris, durante o verão. Marie (Paulien Acquart), Anne (Louisse Blachère) e Floriane (Adele Haenel) são amigas e têm 15 anos. Elas praticam nado sincronizado e, enquanto convivem pelos corredores e vestiários da academia, começam a ter os primeiros sentimentos de desejo, amor e violência.

Azul é a cor mais quente
Adèle (Adèle Exarchopoulos) é uma garota de 15 anos que descobre, na cor azul dos cabelos de Emma (Léa Seydoux), sua primeira paixão por outra mulher. Sem poder revelar a ninguém seus desejos, ela se entrega por completo a este amor secreto, enquanto trava uma guerra com sua família e com a moral vigente.

Almas gêmeas
Nova Zelândia, 1954. Duas jovens, Pauline Parker (Melanie Lynskey) e Juliet Hulme (Kate Winslet), iniciam uma amizade que se torna uma relação extremamente obsessiva. Elas ignoram a preocupação dos seus pais, que são contra essa estranha união. Seguindo um pacto de vingança, as adolescentes começam a planejar um assassinato para evitar uma possível separação.


Nenhum comentário

Postar um comentário