Books Brasil Books

Novidades

[News]“Coisas Que Eu Só Falaria Brincando”, conheça o novo álbum de MC Sid

“Coisas Que Eu Só Falaria Brincando”, conheça o novo álbum de MC Sid


Em quarto álbum de sua carreira, Sid traz uma nova personalidade artística e explora elementos nunca antes utilizados ao longo de sua trajetória

MC Sid – Coisas Que Eu Só Falaria Brincando/Créditos: Divulgação


Saindo de sua zona de conforto e trazendo uma nova construção de si mesmo, o rapper Sid chega neste dia 11 de fevereiro com seu mais novo álbum “Coisas Que Eu Só Falaria Brincando”. O projeto, lançado em todas as plataformas digitais via ONErpm, traz um tom satírico e bem humorado, explorando sonoridades que variam entre o trap e o clássico boom bap que o artista interpreta. 


Ouça "Coisas Que Eu Só Falaria Brincando"Coisas Que Eu Só Falaria Brincando (onerpm.link)


Composto por 10 faixas e contando com apenas a participação do rapper NOG (Costa Gold), o disco trará uma nova musicalidade dentro da carreira do artista. Conhecido por faixas que abordam temáticas sérias como política, depressão, abuso, drogas, entre outras. Sid percebeu que ao longo de sua carreira deixou de alcançar um outro público, um público que busca mais leveza. 


Quando a gente vê a história do mundo todo, sempre que nasce uma nova vertente é preciso matar uma vertente antiga. O negacionismo e o renascimento não aconteceram simultaneamente. Matar o Sid não significa ‘nunca mais fazer um boom bap’, mas pra essa obra a ideia é essa. Matar algo que existe, ‘matar o Sid’, para poder criar algo com uma musicalidade diferente, uma proposta diferente e acima de tudo com uma leveza diferente”, comenta Sid.


Fugindo completamente de seus próprios padrões, buscando atingir novos públicos e trazendo experimentações para sua própria carreira, o projeto busca explorar de forma descompromissada novas sonoridades e versos. 


Ao longo da minha vida inteira como artista, sempre fui torturado pela arte. Sempre compus as coisas que me machucavam, que me maltratavam, que me incomodavam. A arte me torturava ao ponto de eu ser obrigado a fazer alguma coisa. Tenho até algumas músicas que eu cito isso ‘eu não faço isso porque eu quero, faço isso porque eu tenho que fazer’. Eu não tenho que fazer por um compromisso com o público ou com um próximo, mas como um compromisso comigo, de ter que me aliviar. Já essa nova proposta do CD é trazer o oposto disso, ao longo da minha carreira a arte sempre teve o direito de me torturar e agora eu quero ter o direito de torturar a arte”, conta o artista sobre o processo da idealização do álbum.


O álbum “Coisas Que Eu Só Falaria Brincando” inicia com o single “Funeral”, que esconde a metáfora da morte do artista e do renascimento de um novo Sid, que surge nas faixas a seguir. Ao longo da obra as reações individuais podem ser múltiplas, pois se trata de um trabalho que explora os absurdos de forma cômica, como uma forma de trazer reflexão em conjunto com uma sonoridade alegre e divertida. 


Dando sequência, a segunda faixa de trabalho do CD é “House Party”. Na música, o artista explora alguns elementos do Trap que se unificam ao seu estilo de rima. Sid surge trazendo uma nova estética de si mesmo e se desprendendo de seu antigo eu. Com versos fortes e flow característico, o artista mescla entre a dualidade da renovação musical em conjunto com sua personalidade artística.


Para apresentar o projeto completo ao público, Sid liberou o single “Playboy”. Com uma vibe bem humorada e cômica, Sid aborda na música, de forma totalmente satírica, um personagem privilegiado, com muito dinheiro e que possui atitudes duvidosas. Ao longo da música, o artista vai realizando críticas na primeira pessoa, deixando explícito os pontos negativos e mostrando outros que beiram o absurdo, mas que tornam a música engraçada e divertida. 


O terceiro single chega no dia do lançamento do álbum. Os videoclipes e animações das demais faixas do álbum serão distribuídos em lançamentos que irão ocorrer nos próximos dois meses.


A produção musical da obra foi construída por Ugo Ludovico, Pedro Senna, André Nine e Chiocki. A mixagem do álbum ficou nas mãos de André Nine, já a masterização é uma realização do produtor Brendan Duffey. O disco contou com a direção geral de Henrique Ale Franzosi, direção audiovisual de Conrado Susini, produção audiovisual de Saulo Dal Pozzo e direção artística de Marina Frechiani.


Assista “Playboy”Mc Sid - Playboy - Prod. Chiocki (Videoclipe Oficial) - YouTube





O álbum completo está disponível em todas as plataformas digitais via ONErpm. Os videoclipes podem ser encontrados no canal do YouTube da Bendita Gravadora.

MC Sid/Créditos: Divulgação



Instagram | Twitter | Facebook


Tracklist:


1- Funeral

2- House Party

3- Playboy

4- Only Fans

5- Papagaio de Autotune

6- Uh Damn

7- Sitio do Tio Harry feat. NOG

8- Chupa e Gama

9- Rodeado de Pateta

10- No Drugs


Sobre MC Sid: Nascido e criado em Brasília, Lucas Luan, mais conhecido como Mc Sid, é um dos grandes nomes do Rap Nacional. O rapper de 25 anos já foi campeão do Duelo Nacional de MCs, em 2016, e acumula quase 200 milhões de visualizações em suas batalhas e músicas. Com letras expressivas e cheias de reflexão sobre temas importantes na nossa sociedade, o rapper sempre oferece ao público muito conteúdo lírico em suas rimas.


Sobre a ONErpm: Considerada uma potência na redefinição da nova indústria da música, a desenvolvedora ONErpm é uma das empresas do ramo que mais crescem no mercado global. Com mais de 3 mil canais do YouTube que geram coletivamente mais de 8,5 bilhões de views por mês, a ONErpm é também a maior network de música da América Latina e uma das maiores do mundo.

Com escritórios e estúdios em Nova York, Nashville, Miami, Atlanta, Los Angeles, São Francisco, São Paulo, Rio de Janeiro, Recife, Lima, Santiago do Chile, Buenos Aires, Bogotá, Cidade do México, Kingston, Madrid, Kiev, Abuja e Moscou, a ONErpm ocupa um espaço único entre gravadora tradicional e distribuidora, aproveitando da sua tecnologia própria, análise de dados e time especializado de marketing e promoção, a empresa consegue fornecer, de forma única, soluções de negócios com suporte local e alcance global para mais de mais de 250.000 artistas, selos e criadores de vídeos em todo o mundo. 

Nenhum comentário