Books Brasil Books

Novidades

[News]Chemical Surf entra de vez para a história da música eletrônica brasileira, sendo uma das atrações do Tomorrowland 2022

 

Chemical Surf entra de vez para a história da música eletrônica brasileira, sendo uma das atrações do Tomorrowland 2022

Depois de uma turnê cheia nos Estados Unidos e um retorno incendiário dos shows no Brasil, Chemical Surf acaba de ser anunciado como uma das atrações do Tomorrowland da Bélgica em julho deste ano. 

Convidados pessoalmente pelo duo Dimitri Vegas & Like Mike - já eleito como melhor DJ do mundo pela revista britânica DJ Mag -, a dupla brasileira ocupará a programação do palco Smash The House, cuja curadoria é feita pelos próprios belgas.

Irmãos, Lucas e Hugo contam que receber essa notícia foi um momento super emocionante e marcante na carreira do projeto. “Além de ser uma realização pessoal e servir como grande incentivo após esse período conturbado de pandemia, acreditamos que estar no line-up ajuda bastante na carreira de qualquer artista. Afinal, o mundo inteiro acompanha o que acontece no festival”, contam. 

Os brasileiros já adiantam que a apresentação será repleta de emoção, pois há anos esperam por esse momento, que é o sonho de todo DJ. Para os irmãos que representam mundialmente a cena da música eletrônica brasileira desde 2013, isso tornou-se realidade: “Finalmente está chegando a hora dessa tão aguardada estreia, sempre acreditamos que um dia ia dar certo”, declaram.

Agora, Chemical Surf faz parte da seleta lista de artistas nacionais que já estiveram no Tomorrowland: Alok, Vintage Culture, Bruno Martini, FTampa, ANNA, Felguk e DJ Marky

Em sua 16ª edição, o Tomorrowland, maior e mais importante festival do globo de música eletrônica, ocorre pela primeira vez na história em três finais de semana: 15 a 17 de julho, 22 a 24 de julho e 29 a 31 de julho, em Boom, na Bélgica.

Para quem quer curtir o Chemical Surf no Brasil, ainda dá tempo: a dupla também está de volta no line-up do Lollapalooza Brasil, apresentando-se no sábado, 26 de março, no Autódromo de Interlagos, em São Paulo.
SOBRE CHEMICAL SURF

Naturais de Maringá, no Paraná, mas morando em Balneário Camboriú, em Santa Catarina, Lucas e Hugo Sanches iniciaram o projeto Chemical Surf em 2005, passando por uma pausa em certo período, mas retornando com tudo em 2013. De lá pra cá, eles lançaram um documentário - o primeiro longa metragem no país que conta a história de artistas da música eletrônica -; se apresentaram em grandes festivais, como Lollapalooza Brasil e Rock in Rio; lançaram faixas com grandes nomes da música global - “Pow Pow Pow” com Kaskade, “Siliwa Hay” com Steve Aoki, Zafrir e Max Africana e “Nossa Mente” com o brasileiro Gabriel O Pensador, só para citar alguns -; além de singles por gravadoras de relevância mundial, como Spinnin’ Records, STMPD RCRDS e Musical Freedom. 

Vale ressaltar que os irmãos tem sua própria gravadora, a R.I.P Genres Records, criando um som original e despreocupado em ser rotulado. Eles também acumulam mais de 100 milhões de plays somados em todas as plataformas digitais no hit “Hey Hey Hey”, que viralizou pelo mundo todo, tornando-se hino de diversos festivais. Outros sucessos da dupla são: “I Wanna Do” (colaboração com Dubdisko, com 50 milhões de transmissões) e “Feeling Good” (em parceria com Vintage Culture, com mais de 25 milhões de plays).

Nenhum comentário