Novidades

[News] Novembro Laranja é a campanha que leva informação de qualidade sobre o zumbido e as hipersensibilidades auditivas

 Novembro Laranja é a campanha que leva informação de qualidade sobre o zumbido e as hipersensibilidades auditivas



Zumbido e outras hipersensibilidades auditivas como Misofonia e Hiperacusia são temas abordados na 16ª edição da campanha Novembro Laranja.

 

A pandemia, a quarentena, o estresse e seus males também são temas a serem abordados pela primeira vez durante as atividades da campanha do Novembro Laranja. Isso porque houve um aumento significativo nos casos de hipersensibilidades auditivas e, com isso, aumentou também o sofrimento de quem já sofria com algum desses sintomas.

 

A Profa. DraTanit Ganz Sanchez, especialista reconhecida mundialmente como autoridade em pesquisas e tratamentos do zumbido, tem na bagagem mais de 25 anos de estudos sobre o tema, e é a idealizadora do Novembro Laranja – mês escolhido para chamar atenção para o zumbido e as hipersensibilidades auditivas.

Essa campanha nacional tem o objetivo de alertar e conscientizar sobre a ‘Quadrilha do Ouvido’ (Zumbido, Misofonia e Hiperacusia) por meio de informações que são passadas em todos os canais de comunicação do Instituto Ganz Sanchez e seus parceiros.

Outra função da campanha é chamar atenção para o aumento expressivo do número de casos de problemas no ouvido, aparecidos durante a quarentena, o quanto eles afetam a qualidade de vida, além de ressaltar a importância do diagnóstico precoce.

 

Os principais fatores são:

Ø  Isolamento social, visto que o convívio aumenta os incômodos e ressalta a hipersensibilidade auditiva (misofonia e hiperacusia)

Ø  A Covid-19 – são muitos os relatos do aparecimento de Zumbido nas pessoas que foram infectadas e desenvolveram a doença.

Ø  A vacina – tem aparecido casos de pessoas que relataram zumbido após tomarem a vacina.

Ø   

A otorrinolaringologista e idealizadora da campanha alerta: “Minhas observações durante atendimento clínico, presencial ou telemedicina, durante a pandemia me trazem a certeza desse aumento dos sintomas. Veja:

 1) a marcação de consultas médicas sobre zumbido e hipersensibilidades auditivas - considerando que somos um centro especializado de atendimento, pesquisa e divulgação, teve um aumento sem precedentes, gerando uma espera de dois meses para o atendimento;

2) cerca de 60% dos pacientes atendidos declaram que os sintomas COMEÇARAM OU PIORARAM em 2020, seja pelo isolamento social imposto no início do ano, seja pela própria Covid-19 e, em menor quantidade, pela vacina. Apenas 40% dos pacientes atuais dizem que já tinham sintomas antes da pandemia e não perceberam diferença neles.

Fato que levou a especialista a considerar a necessidade de incluir a pandemia como tema na campanha deste ano.

 

16a edição do Novembro Laranja - Campanha Nacional de Alerta ao Zumbido, Misofonia e Hiperacusia – suas implicações na saúde e o aumento de sua incidência durante a pandemia.

 

Objetivos:

 

Ø  Conscientizar a população sobre a realidade preocupante do aumento dos problemas do ouvido em pessoas de todas as idades, particularmente o Zumbido. Há quatro anos a Campanha aborda também os temas Misofonia e Hiperacusia.

 

Ø  Motivar mais profissionais da saúde a abraçarem essa causa, entendendo que Zumbido, Misofonia e Hiperacusia são sintomas de ouvidos mais frágeis, que precisam de mais cuidados com as agressões diárias, além da investigação criteriosa de suas causas.

 

Ø  Divulgar que o tratamento precoce do Zumbido, da Misofonia e da Hiperacusia pode fazer a diferença na recuperação da qualidade de vida.

 

Ø  Mudar pensamentos restritivos (“não há nada a fazer”, “isso não tem cura” ou “aprenda a conviver com isso”), ajudar a ampliar a atuação profissional e obter sucesso no tratamento e até cura do paciente.

 

Ø  Parcerias com empresas para conscientizar e alertar funcionários do RH e colaboradores sobre os sintomas, que interferem diretamente no desempenho das funções.

 

Ø  Alertar a população de que o tratamento adequado, caso a caso, é capaz de melhorar muito a qualidade de vida do portador de zumbido, hiperacusia e misofonia.

 

 

Muitas pessoas desconhecem os sintomas da Quadrilha do Ouvido:

 

hiperacusia: é o incômodo com o VOLUME dos sons (ex: TV, música, vozes, etc). 

misofonia: é o incômodo com sons baixos e repetitivos, como o clicar de uma caneta ou mesmo sons comuns como o respirar ou mastigar.

zumbido: é o som do SILÊNCIO, que algumas pessoas percebem antes de dormir ou o dia todo.

Nossa pesquisa de 2016 mostrou que as pessoas com Misofonia também apresentaram, na opinião delas, os seguintes problemas (em ordem decrescente): ansiedade, zumbido, transtorno obsessivo compulsivo, hiperacusia e perda auditiva.

 

Sobre a 16ª edição da Campanha do Novembro Laranja

Evento 100% digital, com a participação de médicos e outros profissionais da saúde dos quatro cantos do Brasil, como um movimento para a popularização da preocupante realidade do aumento de zumbido e hipersensibilidades auditivas, sintomas ainda pouco conhecidos que impactam a vida de milhões de brasileiros.

Todo conteúdo fica disponibilizado em nossas redes sociais - @zumbidonoouvido e Facebook.com/institutoganzsanchez, além de lives com pacientes que conquistaram a cura e bate papo com profissionais da área da saúde. 

Disponibilizamos nossos materiais de divulgação para profissionais de outras cidades fazerem download e implantarem ações locais (material disponível em www.institutoganzsanchez.com.br/novembrolaranja)

 

Sobre a especialista: Dra. Tanit Ganz Sanchez:

Graduada pela USP, a médica especializou-se em otorrinolaringologia, fez Doutorado e Livre Docência também pela USP.

Há mais de 25 anos, pesquisa os sintomas de ouvidos desvalorizados pela medicina, como zumbido, misofonia e hiperacusia, sendo reconhecida internacionalmente;        

Fundadora e Diretora do Instituto Ganz Sanchez que há mais de 10 anos é direcionado exclusivamente ao estudo e ao atendimento de pessoas com Zumbido, Misofonia e Hiperacusia;

Criadora e coordenadora do GANZ – Grupo de Apoio Nacional a Pessoas com Zumbido;

Criadora e coordenadora da ‘Campanha Nacional de Alerta ao Zumbido’, o Novembro Laranja,

Palestrante de eventos nacionais e internacionais, levando os resultados de suas pesquisas e disseminando conhecimento à comunidade científica internacional.

Fundadora da ‘TV Zumbido’, website destinado a oferecer conteúdo de qualidade sobre zumbido ao público em geral,

Autora do livro ‘Quem Disse Que Zumbido Não Tem Cura?’, que já está em sua segunda edição.

Incentivadora da criação do ‘Dia Nacional de Conscientização sobre Zumbido’ (11/11), do ‘Dia Nacional de Conscientização sobre Misofonia’ (12/11) e do ‘Dia Nacional de Conscientização sobre Hiperacusia’ (13-11) - todos englobados na campanha ‘Novembro Laranja’, movimento que vem crescendo com o engajamento da comunidade médica e demais profissionais da saúde.

Sumidade reconhecida pela comunidade médica internacional, Dra Tanit teve algumas pesquisas premiadas internacionalmente, o que justificou a conquista da inédita presidência do International Tinnitus Seminar, evento tradicionalmente realizado entre Europa e Estados Unidos, para trazê-lo ao Brasil. Assim, em 2011, foi realizado pela primeira vez no hemisfério sul.

Nenhum comentário