Novidades

[Crítica] Ainbo-A Guerreira da Amazônia

 

Sinopse:

Ainbo nasceu e foi criada na aldeia de Candámo, na floresta Amazônica. Um dia, ele descobre que sua tribo está sendo ameaçada por outros seres humanos. A garota enfrenta a missão de reverter essa destruição e extinguir a maldade dos Yakuruna, a escuridão que habita o coração de pessoas gananciosas.



            O quê eu achei?

Essa é uma daquelas animações que,embora o final seja previsível para a audiência mais madura,ainda cumpre sua função em divertir todas as idades.

Ainbo é uma índia de 13 anos do reino de Candámo,dentro da Floresta Amazônica.Sua mãe,Lizeni,morreu quando ela era pequena e ela nunca conheceu o pai.Quem a criou foi Huarinka,o líder da tribo e Chuni,uma anciã.A filha do chefe,Zumi,é a melhor amiga de Ainbo mas diferentemente dela,não é conectada com a natureza.

Quando Ainbo atinge uma certa idade,ela recebe a presença de dois guias espirituais,a anta Vaca e o tatu Dillo mas somente ela pode vê-los.O espírito da tartaruga Motelo Mama aparece e diz que somente ela pode salvar sua tribo-e para isso,é preciso encontrar uma pedra da lua.

Tudo vai bem até que o espírito maligno Yacuruna invade Candámo e para piorar ainda mais a situação,um homem branco chamado Cornell DeWitt,líder de uma expedição de mineradores para explorar o ouro da região,chega na área.

O visual da animação é belíssimo e passa uma mensagem importante,não apenas de conservação da natureza mas também sobre ganância e família.

                                   Trailer:


               


Nenhum comentário