Novidades

[News]Gabi Lins lança debut EP “Ultrarromântica”, com empoderamento, vulnerabilidade e faixa bônus

Gabi Lins lança debut EP “Ultrarromântica”, com empoderamento, vulnerabilidade e faixa bônus


“Rosé” fecha o EP que retrata as fases de um relacionamento tóxico com musicalidade e o tempero baiano da cantora



A baiana Gabi Lins lançou, no último dia 30, seu primeiro EP, o “Ultrarromântica”. Cantando os desprazeres de um relacionamento tóxico, a cantora completa o trabalho com quatro faixas: “Onde Há Fumaça Há Fogo”, “Fruta Estragada” e “Pura Imaginação” e a inédita “Rosé”, que fecha a história do debut EP e também chega acompanhada de videoclipe. 


Com referências que transitam entre Beyoncé, Rosalía, Duda Beat e Ivete Sangalo, Gabi Lins apostou no segundo período do Romantismo, que ocorreu na segunda metade do século XIX como o principal conceito do EP. Com características como escapismo, ironia, sentimentos em contraste e pessimismo, a cantora e compositora achou o elo entre as músicas no período da literatura Ultrarromântico.


Sobre as expectativas de seu primeiro trabalho finalizado, Gabi comenta: “As minhas expectativas já foram atingidas com os lançamentos dos três primeiros singles. Eu tô muito feliz com a repercussão porque eu consegui pessoas que me admiram, que admiram o meu trabalho e que respeitam o meu processo artístico. Isso já foi o suficiente! Eu quero mesmo tocar as pessoas, a minha única expectativa é essa. Tocar as pessoas de uma forma que elas se identifiquem e que elas se curem através da dor colocada ali na música”.


A faixa “Rosé”, que dá o toque final ao EP, é o 4º ato do Ultrarromântica, levantando de uma forma implícita o escapismo que algumas pessoas utilizam para fugir de relacionamento tóxico: o álcool e o vício. A cantora usou essa temática justamente para que o assunto não fosse tratado de uma forma romantizada e sim para ser analisado de um jeito real. 


Assista ao videoclipe de “Rosé”: https://www.youtube.com/watch?v=JeFpIkO539s&feature=youtu.be





Gabi Lins, assim como muitos artistas, produziu seu EP em meio a pandemia e teve a arte como forma de resistência. Referente ao processo de criação e inspiração, a cantora comenta: "O processo de criação para o álbum foi muito bacana e eu fiquei muito feliz com ele porque é o meu 1º disco. Foi algo muito novo, eu ainda estava me descobrindo na música e tenho a sensação de que acertei, então essa sensação deixou o projeto e o processo mais especial. Além disso, eu estava na época de pandemia, fechada em casa e eu tinha arte como consolo. Então, isso com certeza me serviu de inspiração muito grande também”.


O álbum relata todas as fases de um relacionamento tóxico, começando pela ideia de mudar por alguém até o fim do relacionamento e a forma de escapar do que foi vivido. A cantora baiana se inspirou em suas próprias vivências para as composições e debate o empoderamento, vulnerabilidade e a superação que muitas pessoas precisam passar em alguns momentos da vida. Com músicas em sequência e  apelo visual com videoclipe para todas as faixas, o primeiro álbum de Gabi Lins combina ritmos brasileiros com uma pitada de pop internacional. 


Ouça o “Ultrarromântico nas plataformas digitais: https://ingroov.es/ultrarromantica


Conheça a artista:

https://www.instagram.com/gabialins/ 

Nenhum comentário