Novidades

[Crítica] Algum lugar especial

 

Sinopse: 

Inspirado em eventos reais, este filme narra a história de John, um limpador de vidros de 35 anos, que dedicou sua vida a criar seu filho, depois que a mãe da criança os deixou logo após o parto. Quando John descobre ter apenas alguns meses de vida, ele tenta encontrar uma nova família que seja perfeita para seu filho de três anos, determinado a protegê-lo da terrível realidade da situação.



          O quê eu achei?

James Norton(Adoráveis Mulheres)estrela essa tocante história sobre John,um lavador de janelas de 35 anos,pai de Michael (DanieL Lamont), um menino de 3 anos que ele cria sozinho porque a mãe o abandonou pouco após o parto, retornando para a Rússia sem deixar nenhuma informação de contato.

Quando John estar sofrendo de uma doença terminal não-especificada que o deixa com apenas alguns meses de vida, ele tem a dura missão de conseguir uma nova família para seu filho. 

John entra em contato com assistentes sociais para entrevistar famílias para analisar seus perfis e ver qual se encaixaria melhor no perfil de Michael,quem seria o candidato mais adequado ao mesmo tempo em que ele prepara o menino a continuar sua vida sem ele.

Norton e Lamont tem muita química e o diretor Uberto Pasiolini apresenta momentos que vão ao mesmo tempo tocar seu coração e quebrá-lo em mil pedaços como a cena em que John menciona que sempre tentava não ser notado quando ia buscá-lo na creche em meio às mãe buscando seu filho. O processo de luto é abordado de forma muito delicada.

O tom geral da narrativa é melancólico mas em nada estraga a experiência. O título não se refere a nenhum lugar em especial mas sim aos esforços do pai em providenciar uma família decente.E o final apresenta um novo começo para Michael.


                       Trailer:





Nenhum comentário