Novidades

[News]Novos autores que você precisa conhecer ainda este ano

Novos autores que você precisa conhecer ainda este ano
Se você está disposto a conhecer novos autores e autoras do Brasil e explorar diferentes universos literários, essa lista veio em boa hora!



O mercado editorial tem uma paixão: jovens autores. Por isso, as editoras têm apostado todas suas cartas neles, que felizmente, trazem consigo histórias para lá de especiais. Trouxemos uma lista com algumas das apostas do mercado, todas com livros em pré-edição ou com lançamentos.

Isabela Zinn, de O reino da Rosa negra

A brasiliense Isabela Zinn, que sempre foi apaixonada por fanfics, estreou na literatura com o livro “O Reino da Rosa Negra”, pelo Grupo Editorial Coerência.

Sinopse: Para os gêmeos Lysander e Rosaline, a vida nunca foi simples. Destinada a ser a próxima rainha do prestigioso reino de Livingstone, ela enfrenta a reclusão do castelo e uma árdua rotina de treinamento que a tornará impecável para o futuro cargo. Ele, por sua vez, foi escondido do mundo e passa todos os dias, desde o nascimento, como o servo da irmã. Mas uma frase misteriosa e acontecimentos inimagináveis prometem mudar para sempre a vida de ambos, revelando que, talvez, um não saiba tanto sobre o outro quanto imaginam. Quando um passado há muito enterrado precisa retornar, cada mínima escolha pode ser fatal, como em um jogo de xadrez. Resta saber se eles estão dispostos a aceitar o xeque-mate.

Sobre a autora: Isabela Faria Zinn nasceu em Brasília em 2002. O amor incondicional pela literatura surgiu na infância, a partir da leitura de Fábulas de Esopo, mas decidiu que seria escritora em 2017, época em que trocava as aulas da escola pela companhia de seu fiel caderno de escritos. Atualmente, cursa Letras na Universidade do Distrito Federal, e vê na escrita uma certeza de futuro promissor. O reino da Rosa negra é seu romance de estreia.

Vanessa Barbara, de Operação impensável

Vanessa é jornalista e seu primeiro livro solo recebeu o Prêmio Jabuti na categoria Reportagem. O livro amarelo do terminal (2009) conta o dia-a-dia na Rodoviária do Tietê, em São Paulo. A paulista já escreveu, em parceria com outros autores, um romance, um livro infantil e uma história em quadrinhos. Também publicou os romances Noites de alface (2013) e Operação impensável (2015).

Sinopse: Operação Impensável foi o nome de um plano de ataque à União Soviética liderado pelo então primeiro-ministro britânico, Winston Churchill, logo após a Segunda Guerra Mundial. Segundo a historiadora Lia, essa foi a manobra que deu início à Guerra Fria, conflito entre os Estados Unidos e a União Soviética que durou 45 anos. Operação Impensável é também um plano de Lia para descobrir definitivamente o que há de errado em seu casamento com Tito. Para ela, o conflito dura 43 dias angustiantes.
Durante cinco anos, o casal viveu o que parecia ser uma história de amor, pontuada por e-mails espirituosos, muitos filmes comentados a dois e inúmeras partidas de jogos de tabuleiro. Mas aos poucos a paz conjugal é substituída por um clima de tensão em que as relações de poder são permeadas de ameaças implícitas. Como na Guerra Fria, não há um confronto bélico declarado. Algo parece prestes a explodir. E, no caso de Lia e Tito, a explosão realmente acontece.


Leandro Chagas, de Diáspora

O fisioterapeuta Leandro Chagas se inspirou nos jogos de MMORPG para começar a escrever a série “Diáspora”, que tem previsão de lançamento para os próximos meses. O autor de 26 anos assinou, recentemente, contrato com o Grupo Editorial Coerência e aos poucos se prepara para o lançamento de “Diáspora”, um livro de Alta Fantasia que marca o início de uma saga literária. Impedido de consumir histórias de fantasia quando criança devido à rigidez de seu pai, encontrou conforto e liberdade dentro de bibliotecas e, claro, nos MMOs.

Sinopse: O aprendiz Trizno é procurado pelo assassinato dos seus mestres: três dentre os mais poderosos magos existentes no mundo. Como se não bastasse, roubou armas lendárias e reuniu um grupo para se opor ao reino e impedi-lo de recuperar suas relíquias. O rei, frustrado por anos falhando em capturar esses criminosos, ordena uma investida impiedosa para subjugar o assassino e ladrão. Contudo, mesmo encurralado por centenas de soldados e magos, ninguém imaginava que Trizno poderia escapar usando uma magia quase esquecida e a mais antiga do seu mundo, a Diáspora.

Sobre o autor: Leandro Pontes Chagas se graduou em Fisioterapia pela Universidade Federal de Alfenas, onde produziu trabalhos científicos para eventos nacionais e internacionais. Criou Contos de Izyncor para seus irmãos e amigos, resultando na saga iniciada por Diáspora. Músico, mora em Mariana, Minas Gerais, onde atende como fisioterapeuta hospitalar e, nas horas vagas, cuida para que Apollo, seu cachorro, não devore Nina, a gata. Adora ganhar prestígio, o chocolate, mas não nega a admiração.



Daniel Galera, de Barba ensopada de sangue

Daniel Galera já conquistou importantes prêmios por sua prosa de ficção, entre eles o Prêmio São Paulo de Literatura e o 3º lugar do Jabuti na categoria Romance por Barba ensopada de sangue (2012). Suas obras já ganharam as telonas nos filmes Prova de coragem (2014), adaptado do livro de Mãos de cavalo(2006), e Cão sem dono (2006), adaptação de Até o dia em que o cão morreu(2003). O escritor também atua como tradutor de literatura contemporânea de língua inglesa.

Sinopse: Neste quarto romance de Daniel Galera, um professor de educação física busca refúgio em Garopaba, um pequeno balneário de Santa Catarina, após a morte do pai. O protagonista (cujo nome não conhecemos) se afasta da relação conturbada com os outros membros da família e mergulha em um isolamento geográfico e psicológico. Ao mesmo tempo, ele empreende a busca pela verdade no caso da morte do avô, o misterioso Gaudério, que teria sido assassinado décadas antes na mesma Garopaba, na época apenas uma vila de pescadores. Sempre acompanhado por Beta, cadela do falecido pai, o professor esquadrinha as lacunas do pouco que lhe é revelado, a contragosto, pelos moradores mais antigos da cidade. Portador de uma condição neurológica congênita que o obriga a interagir com as outras pessoas de modo peculiar, o professor estabelece relações com alguns moradores: uma garçonete e seu filho pequeno, os alunos da natação, um budista histriônico, a secretária de uma agência turística de passeios. Aos poucos, ele vai reunindo as peças que talvez lhe permitam entender melhor a própria história.


Carolina Reginatto, de Numbers

Carolina Reginato é formada em Economia e está completando sua pós em Coaching e Gestão de Pessoas, e foi após seu contato com este mundo que passou a entender que além de se conhecer, também precisava ouvir e conhecer os outros.

A autora publicou “Numbers – As Runas do Poder” por meio do selo Editora Livros Prontos. A história de fantasia transita em uma aventura recheada de reflexões motivacionais, na qual a jornada será narrada através de uma trilogia, os outros dois títulos serão lançados ao longo dos anos.

Sinopse: Um grande sacrifício foi concretizado. Milhares de vidas dizimadas para garantir a sobrevivência de apenas nove. Durante anos eles foram treinados pelos mentores para este momento. Para que pudessem lutar contra o mal que destruiu não só o mundo deles, mas agora ameaça o atual planeta em que estão: a Terra. Precisarão aprender o verdadeiro significado de amizade, a trabalhar em equipe, confiarem um no outro, dominar as paixões e unir forças para lutarem como um só contra a Rainha Vermelha. O destino de todos está nas mãos desse grupo de jovens poderosos e inexperientes, e eles só têm uma opção: Vencer.

Sobre a autora: Carolina Flores Reginatto nasceu em Santa Maria, em 10 de maio de 1995. Reside em Ijuí, uma cidadezinha no interior do Rio Grande do Sul. Gaúcha, economista de formação e gerente administrativa e financeira, o mundo de tabelas, relatórios, números sempre fora comum para si. Amante de música e livros, descobriu a arte de escrever suas próprias histórias aos dezessete anos. Autora de livros de aventura e fantasia, Carol acredita que a magia deve estar constantemente em nossas vidas, seja nos menores e mais simples momentos ou naqueles que nos fazem flutuar. Afinal, o mundo por si só é triste e cruel demais. E você, já teve a sua porção de magia hoje?

Antônio Prata, de Trinta e poucos

O escritor e cronista Antônio Prata, considerado um renovador da crônica brasileira, também escreve roteiros para televisão e cinema e já lançou livros infantis, entre eles Felizes quase sempre (2013), com ilustrações de Laerte. Seu último livro de crônicas, Trinta e poucos (2016), é um apanhado das colunas do autor na Folha de S. Paulo sobre os sentimentos que acompanham essa idade.

Sinopse: Mais que qualquer escritor em atividade, Antonio Prata é cultor do gênero -consagrado por gigantes do porte de Rubem Braga, Paulo Mendes Campos, Fernando Sabino e Nelson Rodrigues - que fincou raízes por aqui: a crônica. Pode ser um par de meias, uma semente de mexerica, uma noite maldormida, a compra de um par de óculos, a tentativa de fazer exercícios abdominais. Quanto mais trivial o ponto de partida, mais cheio de sabor é o texto, mais surpreendente é a capacidade de extrair sentido e lirismo da aparente banalidade. Trinta e poucos traz crônicas selecionadas pelo próprio autor a partir de sua coluna na Folha de S.Paulo. Um mosaico com os melhores textos do principal cronista do Brasil.

Samuel Alexandre, de Benjamin Pollux e o Medalhão da Lua

O desenhista Samuel Alexandre, de 21 anos, assinou contrato com o Grupo Editorial Coerência para publicar seu primeiro título, “Benjamin Pollux e o Medalhão da Lua”. Em período de editoração, Samuel já conta com todas as expectativas de ser um novo autor e carrega uma ansiedade intensa da parte dos futuros leitores.

Sinopse provisória: O que você faria se o mundo em que vive não fosse aquele que achava ser? Ou que seu passado escondesse segredos obscuros sobre si mesmo? Assim é a vida de Benjamin Pollux, um órfão que, ao ser transferido para um novo lar de adoção, pensa que finalmente encontrará a chance de uma vida melhor e uma família. O que ele não sabia era que seu novo lar revelaria que nosso mundo é o ponto de partida para mundos alternativos, bem como seus amigos, Annastacia e Dimitri, não são quem ele achava que fossem. Como se não fosse o bastante, as crianças também descobrem a existência de uma profecia e um mal que coloca em risco tudo que existe. Agora eles devem embarcar em uma missão que colocaŕa não só suas vidas em jogo, mas a vida de todos.

Nenhum comentário