Novidades

[News]Vencedores do Prêmio Tecna são anunciados no 48° Festival de Cinema de Gramado

Vencedores do Prêmio Tecna são anunciados no 48° Festival de Cinema de Gramado  

 As melhores produções irão utilizar a moderna infraestrutura do centro audiovisual   




O Prêmio Tecna foi concebido aos destaques do 48º Festival de Cinema de Gramado durante a cerimônia virtual de entrega dos Kikitos, realizada na noite de 26 de setembro, com transmissão direto do Palácio dos Festivais. A honraria, realizada pelo segundo ano consecutivo, tem como realizador o Tecna – centro de produção audiovisual da PUCRS –, considerado um dos mais modernos do país.   


O Tecna premiou os vencedores das categorias de melhores longas-metragens gaúcho e brasileiro do Festival. As equipes agraciadas receberão 15 mil Reais para utilizar em infraestrutura e serviços do centro.    

O filme pernambucano King Kong en Asunción, dirigido por Camilo Cavalcante, foi o melhor longa-metragem brasileiro. “Sem a arte a gente não sobrevive ao peso da vida. Seguimos com a vontade de construir um país e uma América Latina mais igual, mais justa e mais afetuosa”, comenta o diretor. Já o melhor longa-metragem gaúcho foi Portuñol, da diretora Thaís Fernandes, que trata sobre a intersecção de culturas. “É uma narrativa que fala da importância de conviver com as diferenças”, enfatiza.    




Outras produções também foram agraciadas. Durante o concurso interativo do Gramado Film Market foram escolhidos a Melhor Série e o Melhor Documentário brasileiros, exibidos em TVs aberta e paga, VoD (vídeo sob demanda), streaming e/ou internet em 2020. Tanto a indicação dos títulos para a votação quanto o voto em si, ocorreram de forma interativa com o público pela web.   


Com cinco produtos audiovisuais participando em cada categoria, o concurso mobilizou o público que assiste e curte o audiovisual brasileiro e obteve 6.785 votos válidos. Os vencedores foram Lupita pelo mundo, série de animação infantil produzida por Petit Fabrik e Druzina Contente, exibida no YouTube, e o documentário Sementes: Mulheres Pretas no Poder, dirigido por Éthel Oliveira e Julia Mariano, com produção da Noix Cultura, com exibição no YouTube.   


Lupita é uma coprodução que une o Brasil de norte a sul, tendo a PetitFabrik do Amazonas e Druzina Content do Rio Grande do Sul. Agradecemos o carinho e apoio de todos! A premiação do Tecna vai contribuir muito para nossas produções em animação, já que conta a mais moderna tecnologia desde o som até a renderização”, salienta Luciana Druzina, produtora executiva da Druzina Content.   


"Nosso filme é uma obra para figurar na história do cinema brasileiro como um registro histórico da luta antirracista. Somos gratas pela força coletiva que nos levou a esse prêmio!", diz Éthel Oliveira, uma das diretoras do Sementes: Mulheres Pretas no Poder. "Fizemos o filme com muito amor, dedicação e compromisso, e fico imensamente feliz de ver como ele está emocionando as pessoas! Viva essas mulheres maravilhosas que nos dão esperança!", celebra Julia Mariano, também diretora da obra.   


Os vencedores em cada uma das categorias receberão o valor de 5 mil Reais em serviços de infraestrutura do Tecna, além da possibilidade de negociação de licenciamento de exibição com a Box Brazil para seus canais de TV por assinatura e a plataforma Box Brazil Play.    


Resultado da votação popular do Gramado Film Market:   

Melhor série brasileira (votos)   

  • 55% – Lupita pelo mundo, de Petit Fabrik e Druzina Content  
  • 20% – Confessionário – Relatos de casa, de Luiz Alberto Cassol  
  • 9% – Afinal, quem é Deus?, de Thais Fernandes  
  • 9% – Todas as mulheres do mundo, de Patricia Pedrosa  
  • 7% – Scary Stories, de Pam Huber e Paula Martins   

Melhor documentário brasileiro (votos)   

  • 40% – Sementes: mulheres pretas no poder, de Éthel Oliveira e Julia Mariano  
  • 27% – Democracia em vertigem, de Petra Costa  
  • 14% – Humberto Mauro, de André Di Mauro  
  • 12% – Blitz – o filme, de Paulo Fontenelle  
  • 7% – Narciso em férias, de Ricardo Callil e Renato Terra  


Conexões com mercado audiovisual   

 

Visando estabelecer conexões entre o mercado audiovisual, o Gramado Film Market apresentou sete painéis temáticos com convidados de renome nacional e internacional como Débora Ivanov, Alessia Sonaglioni, Laís Bodanzky, Hebe Tabachnik, Luiz Bannitz, Miriam Henze, Roberto Gervitz, entre outros – conteúdo disponível no canal do YouTube do Festival – além de rodadas de negócios com importantes players do mercado como Disney Brasil, Canais Telecine e Globosat/Globoplay.    


O evento, em sua quarta edição com o apoio do Tecna, foi promovida em sinergia com o Fórum Brasileiro de Ensino de Cinema e Audiovisual (Forcine). “Esta edição valeu-se das adaptações necessárias ao formato remoto para ampliar as interações entre o mercado local e o internacional”, refere Aletéia Selonk, gerente do Tecna.   


"É sempre muito importante participar do evento de mercado do Festival de Gramado e, principalmente, conhecer a preferência do público e poder tratar diretamente com as produtoras sobre possíveis licenciamentos", diz Ramiro Azevedo, diretor da Box Brazil.   


Uma das estruturas mais modernas do país     

 

O Tecna tem um espaço de 3,3 mil metros quadrados de área construída e traz soluções que otimizam os processos produtivos desde a pré-produção, passando pela produção e evoluindo para a pós-produção. Possui três estúdios de cinema e TV com tecnologias como piso flutuante, condicionamento e isolamento acústico. Também tem um estúdio de mixagem de som com certificação THX e tecnologia Dolby Atmos, além de salas individuais para finalização de imagem, laboratório de animação e áreas de apoio à produção com camarins, sala de produção de figurinos, marcenaria, acervo e refeitório.    

  

No centro de produção audiovisual está localizado, também, o Laboratório de Pesquisas Audiovisuais – Lapav, estrutura de pesquisa vinculada ao Programa de Pós-Graduação em Comunicação da Escola de Comunicação, Artes & Design – Famecos da PUCRS.    

Nenhum comentário