Novidades

[Crítica] Influence

 

Sinopse:

Uma análise da expansão recente do universo da desinformação por meio de uma investigação exclusiva sobre a ascensão e queda de uma das maiores empresas de relações-públicas e e-reputação, a multinacional britânica Bell Pottinger.



O quê eu achei?

Há tantas informações em 1h433min que fica difícil sintetizar tudo. Vamos começar do início. Tim Bell, mais tarde conhecido como Lorde Bell, começou sua carreira trabalhando no setor de publicidade da Saatchi & Saatchi, uma multinacional de agências de comunicação. Ele ajudou o partido de Margaret Thatcher, os Tories (os conservadores) com a campanha do slogan ``Labor´s not working``(O Partido Trabalhista não está funcionando).O filme dá a entender que através dos métodos de manipulação de Bell, a era das fake news começou.

Depois partimos para a trajetória de Nigel Oakes, um dos fundadores do Strategic Communications Laborary,a empresa de pesquisas comportamentais que tinha a Cambridge Analytica como subsidiária e acompanhamos como ela vai se entrelaçando com a de Lorde Bell que também se envolveu com a política de países como Chile (durante a ditadura de Pinochet) e África do Sul, o país natal dos diretores Richard Poplak e Diana Neille,que é o foco da maior parte da narrativa.Lorde Bell começou a se envolver com a política sul-africana no começo dos anos 90, no final do apartheid, quando ele trabalhava com o presidente F.W.de Klerk,um dos entrevistados. Lorde Bell estava de volta na África do Sul durante o mandato de Jacob Zuma, agindo para financiadores como os irmãos Gupta- os multimilionários indianos que são amigos do ex-presidente Zuma que fazem negócios com todo mundo- e o trabalho da Bell Pottinger agravava as tensões raciais de lá-aliás, foi graças á esses escândalos que a empresa veio à falência em 2017.

O documentário mostra as ações da MP (Member of Parliament, Membro do Parlamento) Phumzille van Damme em trazer a Bell Pottinger à Justiça e o trabalho dos jornalistas investigativos Marianne Thamm e os funcionários do jornal online Daily Maverick.

A narrativa acaba com uma fala de Marianne, que acredita firmemente que ´`o arco moral do Universo se inclina em direção à Justiça.` `Levando em conta as revelações feitas no filme e a repercussão em coisas tão importantes como a campanha do Brexit e a Rússia de Putin, podemos apenas torcer para que ela esteja certa.

                           Trailer:


Nenhum comentário