Books Brasil Books

Novidades

[News]Projeto Microsséries sob a direção e produção do cineasta Nic Nilson

 PROJETO MICROSSÉRIES SOB A DIREÇÃO E PRODUÇÃO DO CINEASTA NIC NILSON


Reprodução Facebook - Série Dongo - Divulgação


O Projeto Microsséries produzido pela DMTV Produtora, RJ e a Cine On, SP, tem o maior prazer de apresentar as histórias brasileiras gravadas em no máximo 6 episódios de até 2 minutos em cada episódio.

São histórias que retratam as mazelas, as tristezas e também as felicidades de seres humanos que lutam para sobreviver no dia a dia. São temas que podem ser discutidos em qualquer conversa, como o Racismo, a Corrupção, o Futebol, o Casamento, o Marketing, os Idosos, as Crianças, os Jogos Clandestinos, a Bandidagem, entre outras centenas de assuntos que assolam a sociedade brasileira.

As Microsséries são escritas na Sala de Roteiristas Escrita Criativa, nas dependências da Rio Filme, sob o apoio da Cavi Produções, no Rio de Janeiro.

Fazem parte da sala dos roteiristas o Paulo Fernando Mello, que trabalhou bastante tempo como roteirista na Escolinha, no SBT e Record. Hoje se encontra na Praça É Nossa e no Condomínio do Tubinho. Outro premiado é Leandro José, que recebeu premiações nos mais importantes festivais de roteiro como Caw, FBCI, e Festival de Cinema Internacional.

O projeto conta com um dos melhores diretores de cinema e TV da atualidade, na produção executiva e na direção, Nic Nilson. Já conta com três projetos em andamento: Dongo, Quebrando a Banca e O Cafofo da Jovelina.


Reprodução Facebook - Série Dongo - Divulgação


Sobre a produção do projeto Microsséries:

O projeto Microsséries tem o objetivo de levar entretenimento a quem tem pressa, ou seja, uma pessoa no consultório médico, no aeroporto, no ponto de ônibus, no intervalo do recreio vê ela completa em apenas 10 minutinhos.

As gravações estão sendo feitas pelo Brasil todo. Foram gravadas no Rio de Janeiro (RJ), Uberaba (MG), Campinas (SP), Limeira (SP) e Umuarama (PR), e tem previsão de gravação em Brasília (DF) e no sul do Brasil.

As microsséries são apoiadas e patrocinadas por empresas, comércio e profissionais liberais de cada localidade. Não tem nenhum apoio de leis de incentivo dos governos.


Reprodução Facebook - Série Dongo - Divulgação


Projeto Microssérie:

Dongo: primeira microssérie gravada no Rio de Janeiro pela CINE ON e DMTV Produtora sob a direção e produção de NIC NILSON.

Sinópse:

Numa repartição pública municipal, as empresas pagam as guias de recolhimento dos impostos. As guias são autenticadas e registradas , porém, depois de 1 ano ou 2 as empresas são cobradas novamente, agora com juros e correção e ficam inadimplentes.


Essa corrupção é sistemática na repartição. Além do Chefe, de alguns funcionários que participam desse esquema, tem também a "gerência" desse esquema por uma pessoa de fora. Dono de algumas empresas.

O problema surge quando esse camarada de fora resolve achar um bode expiatório dentro da própria repartição, para “queimar arquivos”, pois está vindo à tona uma série de denúncias por parte de empresas lesadas pelo esquema criminoso.

O contador da repartição é um homem preto, de caráter limpo, que tem por apelido DONGO, que é um diminutivo de CAMUNDONGO. Todos os envolvidos no esquema decidem culpar e apagar o pobre homem. Mas, para isso, é preciso um estratagema onde eles nunca aparecerão como mandantes do crime e que nunca fizeram parte do esquema.

O mais incrível de tudo é que não achando nenhuma culpa no contador DONGO, eles o acusam de ter antecedentes criminais e se apegam numa miserinha, como sempre, coisa insignificante para o acusá-lo: só porque ele uma certa vez levou para casa uma caneta, pronto, já foi tachado como ladrão, criminoso, porque quem rouba uma caneta rouba qualquer coisa.


Então, o chefe resolve que a própria polícia vai matar o contador DONGO. Armam uma cilada onde dois policiais que fazem a ronda na praça vão atirar no DONGO ao vê-lo chegando com uma caixinha de isopor, que segundo o arquiteto da cilada é uma bomba prestes a explodir.

Pronto. Está feito. Agora uma pergunta: - Será que se ele não fosse um homem preto ele seria covardemente acusado da mesma forma? Será que não cabe aqui também um crime de racismo? Seria ele por sua condição humilde e sua cor o menor e o mais provável ladrão da repartição pública?

Atores e Atrizes Marcel Cândido Lu Gondim Katia Evens Paulo Fernando Melo
Leandro José Léo Williams Michel Santa’anna Produção: DMTV PRODUÇÕES e CINE ON DIGITAL Roteiro: SALA DE ROTEIRISTAS ESCRITA CRIATIVA, RJ. (Paulo Fernando Mello, Leandro Jozé, Nic Nillson) Direção: Nic Nilson


Divulgação


Sobre Nic Nilson NICOLAU NILSON BARBOSA Diretor/Roteirista/Ator/Produtor/Jornalista/Publicitário Sócio/proprietário da Cine.On.Digital
Objetivo social: Organização de eventos, organização e exposição de eventos musicais, atividades de produção cinematográfica, de vídeos e de televisão e distribuição, teatro, shows, conteúdos digitais, entre outros.


NIC NILSON firmou-se no mercado e colocou o seu nome nos principais eventos culturais e esportivos. Trabalhando em todo o Brasil, ele se firmou na área de institucionais para empresas, tendo como principais trabalhos a IC TRANSPORTES, EXPOFLORA, Prefeitura de Limeira, Prefeitura de Campinas, Sindicato dos Químicos Unificados, Partido político PSOL: Partido Socialismo e liberdade, SABESP-SP, SEBRAE e produção e direção de filmes para cinema e produtoras como HS/ DMTV/GLOBO CINE/CINE.ON.DIGITAL e Tvs locais e regionais.


Dando ênfase a eventos culturais, NIC NILSON realizou eventos internacionais como- Produtor e coordenador da MOSTRA INTERNACIONAL DE CURTAS BRASIL-ARGENTINA – CORTADOS, realizando a mostra itinerante pelas Secretarias de Cultura das cidades de Campinas, Limeira, Sumaré e Araras; Também Produziu e Coordenou a Exposição Internacional: 115 ANOS DE FOTOGRAFIA CUBANA – Fotógrafo MÁRIO DIAZ, pela SECRETARIA DE CULTURA E URBANIZAÇÃO DE CAMPINAS. Trouxe para Campinas, ocupando o espaço do Sindicato dos Químicos a MOSTRA DE FILMES POLÍTICOS com palestra proferida por SILVIO TENDLER em Utopia e Barbárie, e exibindo grandes filmes como Quase Dois Irmãos com Lucia Murat e Três Irmãos de Sangue com Angela Reininger e outros.


Na janela de cinema co produziu junto com a LPC LUZ PARA O CAMINHO o longa infanto-juvenil “A TURMA DO CAPI” e com a HS PRODUTORA o longa infantil “VILA DA ALEGRIA”; e o documentário educacional Van Gogh. Ao ganhar o prêmio de incentivo à produção da Prefeitura de Campinas, através do Fundo de Investimentos Culturais, FIC, produziu o documentário “Pedra, Bronze e História''. Participou e foi classificado no Festival do Minuto com o curtíssimo “ÁGUAS FURTADAS” e para cooperar com novos roteiristas e com o banco de roteiros produziu o 1º Roteiro Cinema Festival ACI Associação Campineira de Imprensa e Globo Cine.

Ao adquirir experiência no campo de produções de longas, bateu um voo solo e dirigiu e arregimentou profissionais para a produção independente do longa O LUCRO ACIMA DA VIDA, com a participação de AILTON GRAÇA/ ZEZÉ MOTA/ JOÃO VITTI e DEO GARCEZ, já pensando em sua produção : EU SOU BRASILEIRO, com a participação de FERNANDA VASCONCELOS/ CRISTIANA OLIVEIRA/DANIEL ROCHA e coprodução de LETICIA SPILLER. Ambos nas plataformas de streamings NOW e AMAZON. Nas produções, roteiros e direção de LEMBRANÇAS, através da LEI ALDIR BLANC e EL QUIJOTE DE MONTE MOR e produção e direção de microsséries para YOUTUBE/KAWAY/TIK-TOK.


Como Roteirista integra a SALA DE ROTEIRISTA ESCRITA CRIATIVA , no Rio de Janeiro onde com outros roteiristas premiados como PAULO FERNANDO MELLO (sbt) e LEANDRO JOZÉ. Colabora nas dependências das Casas Casadas/Rio Filme/Cavi produções. Ainda no Rio de Janeiro é parceiro da DMTV Produtora de conteúdos audiovisuais.


Nos eventos institucionais NIC NILSON vem colhendo grandes êxitos, tendo produzido o Documentário 20 anos Da Tomada Do Sindicato dos Químicos Unificados; O VOCÊ EM CAMPO PARA O GUARANI FUTEBOL CLUBE e O PORTUGUESA EXCELLENCE PARA A ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE DESPORTOS e eventos para a UNIPAZ Universidade da Paz no Brasil. .


No campo das artes, principalmente Teatro, NIC NILSON produziu espetáculos infantis como O GRILO E O VAGALUME, ALÉM DO ARCO-IRIS, A DAMA E O VAGABUNDO entre outros e na faixa adultos: DE DOIDO E LOUCO, O AMOR VENCEU, SEIS AUTORES EM BUSCA DE UM PERSONAGEM, LOUCURAS DO MACHADO DE ASSIS, O CORTIÇO, A VIDA CONTINUA, sempre em parcerias com grandes produtores e diretores.


NIC NILSON tem 40 anos de experiências e vivências, nas mais diversas áreas culturais desse país. Jornalista e publicitário, cineasta, roteirista e escritor com mais de 6 Títulos de livros editados pelas principais editoras do país como a LPC EDITORES, CPB BRASIL, XAMÃ EDIÇÕES, CALLIS EDITORA, PÁGINA DA CULTURA e outras e com uma visão clara e positiva para uma nova direção das artes e do novo cinema nacional que se impõe e precisa de produtores e cineastas que realmente realizem grandes filmes e peças teatrais, e eventos culturais com profissionais de primeira grandeza.


Contatos: @nicnilsondiretor (Instagram) @nicnilson (Facebook) Cel.: 19 9 8255 3234


Photo imagem: Divulgação
Assessoria de Imprensa Livia Rosa Santana da empresa Topssimo Assessoria

Nenhum comentário