Books Brasil Books

Novidades

[News]Instalação de artista inglesa, em prédio histórico do centro de São Paulo, chama atenção para a discriminação, durante a Parada LGBT+

 Instalação de artista inglesa, em prédio histórico do centro de São Paulo, chama atenção para a discriminação, durante a Parada LGBT+


Promovida em parceria da Diversa, Arte e Cultura e o British Council, a instalação de Annabel McCourt ocupará a fachada do Hotel Selina.



Crédito: Rick Walker


A Organização Social Diversa Arte e Cultura realiza, no dia 16 de junho, quinta-feira, uma visita guiada pelo centro de São Paulo em celebração ao mês do Orgulho LGBT+ que acontece em três horários - 11h, 13h e às 15h - , com concentração para o tour histórico no  Largo do Arouche, em frente à tenda do British Council. O trajeto será realizado até o Hotel Selina, antigo hotel Bourbon, onde o público se depara com o novo trabalho da artista britânica Annabel McCourt, chamado + love – hate = life (+ amor - ódio = vida), uma celebração à vida através de uma ideia lúdica que contém  uma mensagem poderosa. 


A Organização Social Diversa Arte e Cultura foi selecionada pelo British Council para fazer parte do programa Plural, que tem como foco a população LGBT+. Através do projeto Artists in Residence, a artista Annabel McCourt foi selecionada para participar de uma residência on-line com o objetivo desenvolver ideias, experimentar novas práticas e criar conexões. Annabel teve contato com a cultura brasileira, artistas e ativistas LGBT+ com a mediação da Diversa.

 

Na Semana do Orgulho LGBT de São Paulo, quando a sociedade se utiliza de símbolos como o arco-íris para demonstrar apoio e subverter sua responsabilidade coletiva em relação a violência praticada contra a população LGBT+, McCourt, com esta simples demonstração de espírito humano superando o ódio, deseja prestar homenagem às pessoas corajosas e pioneiras da comunidade LGBT+.

 

Annabel, uma mulher lésbica, cria no Hotel Selina uma instalação em que as pessoas se tornam parte da obra. Seu objetivo é enfrentar, por meio do discurso artístico, o ódio e a violência vividos pela comunidade LGBT+. “Com a explosão de cores e atmosfera de festa e orgulho, é importante lembrar de onde viemos, como chegamos aqui e nunca dar nada como garantido. Há um longo caminho a percorrer para a igualdade”, comenta Annabel McCourt.

 

A instalação, com um fundo preto e branco, reflete por meio do seu aspecto sombrio as práticas de rainbow-washing vividas na sociedade. A expressão diz respeito ao esvaziamento das pautas LGBT+ em prol da comercialização de produtos, capitalizando questões e símbolos caros para a comunidade.  

 

É por meio dessa reflexão sobre a culpa coletiva e também de uma demonstração de afeto superando o ódio que McCourt presta homenagem aos corajosos pioneiros da comunidade LGBT+. Durante a visita, os participantes conhecem fatos históricos e de resistência da população LGBT+, além de conhecer mais sobre os diversos espaços de convivência e interação emblemáticos da comunidade na região central da cidade.

 

Serviço:

Tour Histórico LGBTI+ e Instalação Annabel McCourt

Dia 16 de junho, quinta-feira, às 11h00, 13h00 e às 15h00

Local: Largo do Arouche, em frente à tenda do British Council.

Duração: Até 60 minutos

Classificação: Livre

Valor do ingresso: Entrada Gratuita.

 

English Version 

About Annabel McCourt

New work: ‘+ love – hate = life/+ amor - ódio = vidas’ is a celebration of life though a playful idea with a powerful message.
 

As part of her British Council ‘Plural’ art residency with Diversa, McCourt wants to confront the horrific hatred and violence experienced by the LGBT+ communities; via a subtle intervention where the people become the art. With the explosion of colour and party atmosphere at Pride it’s important to remember where we’ve come from, how we arrived here and to never take anything for granted… There's a long way to go for equality.

 

The ‘campaign’ with its black background and white text provides a clear and sombre point of reflection. It can be easy for society to ‘rainbow wash’ collective guilt, however, by this simple demonstration of human spirit overcoming hatred, McCourt wishes to pay homage to the brave LGBT+ community pioneers.


Sobre a Diversa, Arte e Cultura

Organização Social criada, mantida e gerida por pessoas LGBTI+. Sua principal missão é preservar a memória da população LGBTI+ através de práticas colaborativas e processos participativos. Ao longo de quase 10 anos de existência constituiu um acervo com mais de 60 mil itens de diversas tipologias, doados pela própria comunidade.

 

A Diversa também promove ações e atividades para valorizar e visibilizar a arte e a cultura LGBTI+, como a Feira de Arte Queer, voltada para a economia criativa e a renda de artistas LGBTI+, a Mostra Diversa que apresenta novos artistas LGBTI+ e o Museu Lusófono da Diversidade Sexual com a participação de entidades de todos os países de língua portuguesa.


Nenhum comentário