Books Brasil Books

Novidades

[News]Noite de lançamento do livro “Uma Breve História do Racismo – Intolerância, Genocídio e Crime contra a Humanidade” do antropólogo Jacques D’ Adesky

Noite de lançamento do livro “Uma Breve História do Racismo – Intolerância, Genocídio e Crime contra a Humanidade” do antropólogo Jacques D’ Adesky





Ontem à noite, na Livraria da Travessa em Botafogo, o antropólogo Jacques D’ Adesky lançou o livro “Uma Breve História do Racismo – Intolerância, Genocídio e Crime contra a Humanidade” pela editora Cassará. Por lá passaram políticos, ativistas, amigos e a editora do livro Barbara Cassará, que também lançou com o autor a obra “Percurso Para conhecimento, Igualdade e Respeito”

O autor que há décadas se dedica ao estudo e à produção acadêmica sobre esse tema no Brasil, deve ser recebido como uma contribuição significativa ao entendimento de um fenômeno demasiado importante para ser relegado à esfera do senso comum. “Cheguei ao Brasil há 40 anos, e o que me levou a escrever esse livro, foi que nunca imaginei que a descriminação social se tornasse emblemática em pleno século XXI” Afirmou o autor.

Jacques, fornece aos seus leitores uma visão ampla e atualizada de um fenômeno que continua a assombrar, com suas variadas facetas, muitas sociedades no mundo contemporâneo, este livro ganha ainda maior relevância por seu publicado num momento especialmente sombrio e preocupante para a humanidade.

“Não há dúvida alguma que a melhor forma de combater o racismo se faz necessário com maior investimento na educação escolar de qualidade e de ensino. É de fundamental importância o reconhecimento do aporte histórico para formação cultural. O livro do Jacques traz uma excelente reflexão e um melhor entendimento do tema, como a manipulação do conceito de raça, serviram de base e instrumentos seletivos sociais e como todo esse processo foi fundamentado, dando substância para prática de atitudes racistas e dessa afronta ao mito da democracia racial". Pontuou Ivanir dos Santos - Babalawô, Dr. Prof. do Programa de pós-graduação em História Comparada da Universidade Federal do RJ, interlocutor da Comissão de Combate à Intolerância Religiosa (CCIR) e Fundador do Centro de Articulação de Populações Marginalizadas (CEAP). Inclusive o sacerdote ficou surpreso ao saber que é citado na obra.

“Estou doida para ler, eu acompanho os livros do Jacques, o foco dele na história da construção social e ideológica do racismo é muito importante. Sua obra é crescente para abordagem, não só do contexto brasileiro nacional, mas como o debate do racismo de caráter global “comentou Wania Santana que é historiadora e militante de longa data do movimento negro.

"O livro é mais uma obra diferenciada. Jacques é um profundo pesquisar, sou grande admirador e seu discípulo" afirmou Ozias Inocência – docente, escritor e pesquisador.

Segundo Ozias Inocência, docente, pesquisador e também escritor - "O livro é mais uma obra diferenciada. Jacques é um profundo pesquisar, sou grande admirador e seu discípulo"

 

O autor recebeu inúmeros elogios, a fila para os autógrafos se estendeu por muito tempo. Jacquer ganhou presença de Carlos Alberto Medeiros - Doutor em História Comparada, Instituto de História, UFRJ. Autor "Na lei e na raça: legislação e relações raciais, Brasil-Estados Unidos e coautor de Racismo, preconceito e intolerância", Deborah Medeiros – psicóloga, a historiadora Wania Santana, o Babalawo Ivanir dos Santos. Além de Ney Santos - Ex presidente da Academia de Letras e Artes de São João de Meriti, escritor e compositor, Professor Rodney Albuquerque membro da Academia de Letras e Artes de São João de Meriti, Curador do FLIDAM (festival literário internacional da Diáspora africana), Diretor Geral da UFRJ Campus São João de Meriti, Dom Filó - Diretor do Cultne - O maior acervo digital de cultura negra da América Latina, entre outros entusiastas 

 

Credito foto: Divulgação

Nenhum comentário