Books Brasil Books

Novidades

[News]Manouche l programação de abril l aniversário de quatro anos

 https://lh6.googleusercontent.com/3J0IRa077nmP0hO89YkWsjYI7DAZ6hcKN3BF034m4DoEvIvW3U1ncoxhaXTRG6_ATKK8qDczLi1sWxRISE63FG2nxtn9cS2q3W0bDBRBI9fNY2iXfT-uTFzu0lcYuntEfW1hKDHe

 

 

Em abril, além de comemorarmos um mês com nossas luzes acesas novamente,  é o mês em que este palco celebra também quatro anos de existência, dois deles causando - como a memorável temporada de Maria Bethânia depois de décadas em que a cantora não fazia show em palcos pequenos e projetos autorais, espaço para novos nomes, poesia, teatro e palestras de filosofia, política e saberes ancestrais, entre outros feitos -,  e outros dois com as portas fechadas. 

 

Portanto, certas comemorações pedem brindes no gargalo. 

Podem descer as garrafas, porque estamos de pé, a despeito dos vendavais, e cada vez mais intrépidos e convictos do significado de um palco aberto e do papel da arte, sobretudo agora.  Queremos muito mais noites de ideias jogadas no ar quanto de corpos acesos.  

Porque corpos acesos (ainda) mudam o mundo.

 

Alessandra Debs

Direção artística (e faz-tudo) Manouche

 

 

PROGRAMAÇÃO DE ABRIL

 

 

 

07 E 21 de ABRIL, QUINTAS,  21H

THE SILVA´S

LIMINHA, JOÃO BARONE, TONI PLATÃO E PEDRO DIAS

TOCAM SURF MUSIC Y OTRAS COSITAS MÁS

 

Quando grandes nomes do rock brasileiro se juntam para tocar apenas  por diversão e esta diversão atende pelo nome de surf music e rocks atemporais, that´s the way we like it! 

 

Depois de lotar a casa em março, eles voltam para duas datas em abril. Liminha (guitarra), João Barone (bateria), Toni Platão (vocais) e Pedro Dias (baixo) tocam clássicos de Dick Dale, The Ventures e The Shadows e temas de “Missão Impossível”, “Havaii 5-0” e “00&” intercalados por rocks dos anos 60 e 70 em versões explosivas.

 

Ingressos: 

R$ 60 (solidário - levando um kilo de alimento não perecível ou livro que será doado pra ONG Instituto da criança) ou meia entrada

R$ 120,00 (inteira) 

 

08 E 22 DE DE ABRIL, SEXTAS, 22H 

FESTA ALENTO l DJS RODRIGO PENNA E HELEN SANCHO

PARTICIPAÇÃO ESPECIALNO DIA 22:  DJ MARKY 

 

Rebolantes e afetuosos somos mais fortes.

Os DJs Rodrigo penna, criador da festa bailinho,  e Helen Sancho reestreiam a Alento, nossa festa-xodó, prometendo grandes clássicos, novos hits e aquele set delícia para dançar juntinho em duas edições especiais: dia 08 e 22. O dia 22, edição especial de carnaval, tem como convidado ninguém menos que Marky, um dos mais djs mais incensados no Brasil e lá fora, deixando seu set habitual de beats eletrônicos para tocar os grooves e black music que influenciaram sua carreira. 

 

Ingressos (quinto lote de vendas):

R$ 100,00 R$  (solidário - levando um kilo de alimento não perecível ou livro que será doado pra ONG Instituto da criança) ou meia entrada

R$ 200,00 (inteira) 

 

13 DE ABRIL, QUARTA, 20H30

GILDA MATTOSO 

“ASSESSORA DE ENCRENCA, O SHOW” 

 

Gilda Mattoso é uma das mais queridas assessoras de imprensa do showbiz, com mais de 30 anos de experiência. Atuou nas principais gravadoras nos anos de ouro do mercado fonográfico, assessorou  artistas como Maria Bethânia e Caetano Veloso e atualmente tem como clientes Gilberto Gil, Cacá Diegues, Elba Ramalho, Marcelo D2 e Frejat, entre outros. Ela foi também a última companheira de Vinicius de Moraes, com quem foi casada nos anos 80. 

 

Baseada em sua experiência rica de vida e em sua verve natural para narrativas bem humoradas, ela lançou em 2006 o livro que tem o nome hilário de “Assessora de encrenca”, que agora leva para o palco em formato talk show, com prefácio de ninguém menos que Caetano Veloso, e um texto de contracapa assinado pelo gênio Pedro Almodóvar.

 

Almodóvar diz o seguinte: “Poucas pessoas são tão positivas como Gilda Mattoso, com tanta garra de viver, tanto otimismo e tanta vontade de compartilhar sua felicidade.  Conheci-a por intermédio de Caetano, mas desde o primeiro dia tive a impressão de conhecê-la desde sempre.  É difícil encontrar pessoas boas, é muito difícil encontrar pessoas inteligentes; e pessoas que tenham um senso de humor similar ao seu só acontece de vez em quando.  Que todas essas qualidades se encontrem na mesma pessoa é, simplesmente, um milagre. E Gilda é assim.  Tem sido uma anfitriã insuperável para apresentar-me aos seus amigos músicos, nesse tesouro incomensurável que é a música brasileira. Gilda Mattoso é uma superdotada para viver o melhor da vida e fazer com que assim também vivam os demais”.

 

Ingressos: 

R$ 40 (solidário - levando um kilo de alimento não perecível ou livro que será doado pra ONG Instituto da criança) ou meia entrada

R$ 80  (inteira) 

 

15 DE ABRIL, SEXTA, 22H

BAILE CHARME BLACK TIE 

DJ CORELLO E WILLIAM VORHEES

 

Nas pickups, ninguém menos que dj corello, o papa do charme. Ciceroneando a noite, Wiliam Vorhees, figura emblemática da cultura carioca. 

 

Ingressos: 

R$ 50 (solidário - levando um kilo de alimento não perecível ou livro que será doado pra ONG Instituto da criança -  ou meia entrada)

R$ 100,00 (inteira) 

 

16 DE ABRIL, SÁBADO, 21H

“DE SINATRA A WANDO E OUTRAS BOSSAS”

MARCELO SERRADO E BANDA CONEXÃO RIO 

 

Apaixonado pelo repertório elegante de Frank Sinatra desde pequeno, quando seus pais o ouviam em casa, o ator, cantor, diretor e produtor Marcelo Serrado mostra seu lado crooner no show “Sinatra a Wando e outras bossas”.

 

Acompanhado da banda Conexão Rio, Marcelo passeia com sensibilidade e humor também por clássicos de Tom Jobim e ainda pela irreverência de Sidney Magal e Wando, entre outros artistas, já que humor é preciso.

 

O grupo Conexão Rio é formado por André Cechinel (piano), Fernando Barroso (baixo), Fernando Clark (guitarra) e Zé Mário (bateria).

 

Ingressos: 

R$ 90 (solidário - levando um kilo de alimento não perecível ou livro que será doado pra ONG Instituto da criança -  ou meia entrada)

R$ 180  (inteira) 

 

20 DE ABRIL, QUARTA, 20H30

“POESIA E MÚSICA”: VIVIANE MOSÉ E JONATHAN FERR

 

A filósofa e poeta Viviane Mosé se reúne a Jonathan Ferr,  novo talento afrofuturista do jazz, em uma noite em que poesia e música se emaranham despudoradamente.

 

Ingressos: 

R$ 50 (solidário - levando um kilo de alimento não perecível ou livro que será doado para a ONG Instituto da criança -  ou meia entrada)

R$ 100 (inteira) 

 

26 DE ABRIL, TERÇA, 21H

FLAMINGOS

 

A nova banda de baile de Kassin, criador  da Orquestra Imperial e requisitado produtor musical, junto alguns dos melhores músicos da cidade - Rodrigo Suricato (Barão Vermelho/ guitarra e voz),  Marlon Sette (trombone), Sedê Silva (bateria), Danilo Andrade (teclados),  Diogo Gomes (trompete) e Jorge Continentino (saxofone) - , toca clássicos irresistíveis e  bem humorados pra  fazer quadris espertos dançarem. 

 

Ingressos: 

R$ 50 (solidário - levando um kilo de alimento não perecível ou livro que será doado para a ONG Instituto da criança -  ou meia entrada)

R$ 100 (inteira) 

 

27 DE ABRIL, QUARTA, 20H30

‘MULHER MULTIDÃO”

MARIA REZENDE

 

Poeta e performer, Maria é figura bem conhecida da cena cultural carioca desde que leu seu  poema “Pau Mole” no extinto projeto “CEP 20.000” no início dos anos 2000. 

 

Desde então, publicou quatro livros, que ganharam elogios de nomes como Manoel de Barros, Eduardo Galeano e Ferreira Gullar. “É poesia substantiva mesmo. A mulher inteira dentro das palavras”, escreveu  Manoel de Barros. 

 

Ao se aprofundar no movimento feminista, nos últimos anos, ela sentiu a urgência de criar um espetáculo que, com profundidade e humor, mostrasse as forças e fragilidades da mulher contemporânea

 

“Quero jogar luz sobre a constante pressão sofrida pelas mulheres, os ideais inatingíveis de beleza, a exigência da perfeição do corpo e da juventude, a a transformação do desejo de “poder ser tudo” na obrigação de “ter que ser tudo” e também a força do feminino e a delicadeza dos afetos”, diz ela. Tudo isto com a força da palavra que lhe é peculiar. 

 

Ingressos: 

R$ 40 (solidário - levando um kilo de alimento não perecível ou livro que será doado para a ONG Instituto da criança -  ou meia entrada)

R$ 80 (inteira) 

 

28 DE ABRIL QUINTA, 20H30

ASSUCENA:

“MINHA VOZ E EU”

 

Cantora, compositora, intérprete, atriz e uma das expressões no Brasil contemporâneo da reinvindicação dos direitos para as trans, Assucena ficou 

conhecida por ser uma das vocalistas  da banda As Bahias e Cozinha Mineira (atualmente chamada As Baías),  projeto com o qual foi indicada duas vezes ao Grammy Latino (2019 e 2020) e conquistou duas categorias no 29º Prêmio da Música Brasileira. 

 

Agora estreia no Rio sua carreira solo. “Minha Voz e Eu” é uma conversa entre a voz, a distorção, a melodia e a tecnologia. O show passeia por beats, violão e guitarra, com um repertório autoral que se mescla à tradição da música popular brasileira, incluindo canções consagradas de Gonzaguinha, Caymmi, Gal, Luiz Melodia e Tom Jobim com a contemporaneidade de sua alma e sua voz potentíssima. 

 

Ingressos: 

R$ 60 (solidário - levando um kilo de alimento não perecível ou livro que será doado para a ONG Instituto da criança -  ou meia entrada)

R$ 120 (inteira) 

 

29 DE ABRIL, SEXTA, 21H30

SILVIA MACHETE

LANÇAMENTO DO ÁLBUM “RHONDA”

 

Silvia Machete é uma das artistas mais originais que o Brasil tem visto nas duas últimas décadas. Cantora, compositora, atriz, corajosa, com uma inquietação constante e ativa em relação ao seu trabalho musical - quem não se lembra da cena dela rodando bambolê e fumando, tudo ao mesmo tempo, em seus shows? 

 

Mas já que podemos chamá-la da nossa Bowie de saias, no hay mais bambolê. Rhonda é sua mais nova e inspirada persona, que chega seis anos depois do último lançamento autoral e no embalo de uma mudança de ares, do Rio de Janeiro para São Paulo, onde foi morar e gravou o novo álbum. 

 

Todo cantando em inglês com a licença para tal de quem morou anos em Nova York, “Rhonda”, lançado no ano passado com unânimes elogios da crítica, é cool, grave, sexy, nos deixando ouvir melhor a voz e composições por trás do bambolê e dos aparatos cênicos que marcam sua carreira. Este veludo foi feito pra você, Silvia.

 

Ingressos: 

R$ 80 (solidário - levando um kilo de alimento não perecível ou livro que será doado para a ONG Instituto da criança -  ou meia entrada)

R$ 160 (inteira) 

 

30 DE ABRIL, SÁBADO, 20H30

CAMILLE BERTAULT (FRANÇA]

 

“A nova voz do jazz”, diz a revista americana Vanity Fair. 

 

Inicialmente descoberta nas redes sociais, a cantora e compositora francesa Camille Bertault despontou para o mundo em vídeos caseiros cantando solos dos maiores mestres do jazz.  Sua interpretação de “Giants Steps”,  de John Coltrane, causou furor, lembrando da vocação original do gênero: ser inovador. 

 

Em 2016, assinou com a gravadora nova-iorquina  Sunnyside Records, que distribuiu seu primeiro álbum, “En vie”,  e a fez descobrir a cena jazzística da cidade. Lá ela conheceu Dan Tepfer, Michael Leonhart, Jeff Ballard e Joe Sanders com quem, sob a Sony France, gravou seu segundo álbum, em 2018, “Pas de Géant”, que recebeu excelentes elogios da imprensa. Camille então faz uma turnê pelo mundo e lança seu 3o álbum, “Le tigre”,  em 2020. Ela está atualmente trabalhando em seu novo álbum, que será lançado ainda em 2022. 

 

Sua música passeia pelo piano clássico, chanson francesa e Serge Gainsbourg, sem esquecer o teatro, os musicais, Michel Legrand, Jacques Demy e é claro, jazz e música brasileira, influências muito fortes em suas composições.

 

Ingressos: 

R$ 120 (solidário - levando um kilo de alimento não perecível ou livro que será doado para a ONG Instituto da criança -  ou meia entrada)

R$ 240 (inteira)

 

Manouche

Rua Jardim Botânico, 983 (subsolo da Casa Camolese)

A casa abre sempre uma hora antes do espetáculo com cardápio

de petiscos e drinks da Casa Camolese.

 

IMPORTANTE:

*Pedimos que sempre publiquem o valor do ingresso solidário, por favor. É o preço efetivamente pago pelo público, além de uma ação de arrecadação coletiva de alimentos para quem precisa através da arte. 

 

*Nossos agradecimento à imprensa que, como nós, faz seu papel respectivo no propósito de servir arte ao Brasil como forma de embelezar e desejar um mundo mais bonito para todos nós vivermos. 

Nenhum comentário