Books Brasil Books

Novidades

[Crítica] Cesária Évora

 

Sinopse:

A vida e carreira da cantora cabo-verdiana Cesária Évora, com imagens inéditas.







O quê eu achei?

Confesso que antes de conferir a programação do Festival É Tudo Verdade, eu nunca tinha ouvido falar da cantora Cesária Évora, que é a mais famosa de seu país, Cabo Verde-provavelmente você conhece esse país de nome por ser um dos que tem a língua portuguesa como oficial.

Intérprete mais famosa mundialmente do gênero musical cabo-verdiano conhecido como morna, caracterizado por temas como o amor pela pátria, a partida para o exterior, amor, etc. Foi declarado Patrimônio Imaterial da Humanidade pela UNESCO.

Vemos uma breve representação da infância de Cesária; nascida em agosto de 1941 na cidade de Mindelo, na ilha de São Vicente, teve uma infância pobre, porem feliz. Sua ascensão ao estrelato ocorreu de forma gradual: ela se apresentava pelas ruas da cidade, depois foi convidada a se apresentar em bares e hotéis, até alcançar a fama em Portugal, na França e em vários outros países.

A identidade de Césaria se tornou tão enraizada na cultura cabo-verdiana que passou a ser indistinguível diferenciar uma da outra. Algumas turnês de sua carreira são mostradas, assim como depoimentos de outros artistas que a conheceram- incluindo os brasileiros Seu Jorge e Marisa Monte.

Cesária partiu em dezembro de 2011, aos 70 anos, vítima de insuficiência cardiorrespiratória aguda e tensão cardíaca elevada. Atualmente, sua neta Joana é porta-bandeira do bloco onde sua avó se apresentava. Cesária deixou um legado imensurável-tanto para Cabo Verde, tanto para a humanidade.


                      Trailer:






Nenhum comentário