Books Brasil Books

Novidades

[Crítica Festival É Tudo Verdade 2022] Navalny

 
Sinopse: Um “thriller” documental sobre como um dos líderes da oposição russa ao regime autoritário de Vladimir Putin sobreviveu a uma tentativa de assassinato por envenenamento em 2020, identificou os responsáveis pelo atentado e apesar de tudo retornou à Rússia para prosseguir em sua militância democrática.

O que achei? O documentário “Navalny” dirigido por Daniel Roher e lançado em 2022 e produzido pela HBO Max e CNN Films, não é um documentário comum sobre Alexei Navalny. Navalny – blogueiro, advogado e político russo – foi a oposição de Putin ao lançar sua candidatura à presidência da Rússia para as eleições em 2018.

O que faz esse documentário diferente é que ele não apenas mostra Navalny e sua oposição à Putin. Ele é um trabalho investigativo de Navalny e uma equipe para descobrir o envolvimento do governo russo em um atentado contra sua vida em 2020, durante uma viagem à Sibéria.

A principal evidência é o agente tóxico criado na extinta União Soviética que afeta o sistema nervoso – novichok – com o qual Navalny foi envenenado. Ele passou meses em Berlim, se recuperando do ataque. Navalny e sua esposa voltaram à Moscou em janeiro de 2021, onde ele foi detido assim que chegou ao aeroporto. 
 

O documentário mostra também a popularidade e o carisma de Navalny, mostrando o que o fez se tornar uma figura popular entre o povo russo. Isso explica porque o governo russo tinha um certo medo de Navalny ao ponto de atentar contra sua vida, não apenas por causa de sua crescente popularidade, mas também por denunciar a corrupção do Kremlin.

Navalny foi julgado e condenado à dois anos e meio de prisão e ele está cumprindo pena em uma prisão de segurança máxima perto de Moscou, sob a alegação de violar uma sentença de acusação de fraude em 2014.

O documentário enaltece Navalny como um herói – o que pode ser um viés imparcial até demais – já que o documentário tem produção americana e não é nenhum segredo que os EUA tem um histórico complicado de oposição à Rússia desde a época da Guerra Fria, que se tornou mais acentuada com a aliança de Trump e Putin durante as eleições presidenciais de 2016 e agora com a guerra da Rússia contra a Ucrânia. 


O fato de Navalny ter feito alianças com a extrema-direita russa para derrubar Putin já é um motivo para desconfiar de sua ideologia e propostas de governo caso fosse eleito, já que a Rússia tem um histórico de discriminação contra minorias.

O lado positivo desse documentário é que ele é dinâmico, possui uma linguagem atual e Navalny – por ser um blogueiro – sabe como usar os meios de comunicação ao seu favor para atrair um público mais jovem para a sua causa, como é mostrado em uma cena onde ele faz um vídeo para o TikTok sobre a investigação do atentado contra a sua vida.

E é isso que faz de Navalny um oponente poderoso contra Putin, que é contra a liberdade de expressão, que não consegue silencia-lo nem quando o coloca em uma prisão de segurança máxima.

Navalny faz parte do Festival É Tudo Verdade 2022. 
 
Trailer:
 


Escrito por Michelle Araújo Silva
 

 


Nenhum comentário