Books Brasil Books

Novidades

[News]Livro “Paz” da escritora Jô Ramos recebe prêmio de melhor Livro Infantojuvenil 2021

Livro “Paz” da escritora Jô Ramos recebe prêmio de melhor Livro Infantojuvenil 2021




Obra recém lançada pela editora ZL Books, faz parte do Projeto Jovens Escritores e ganha prêmio da Academia Brasileira de Letras Campos RJ

 

 Em tempos obscuros de guerra, a escritora e jornalista Jô Ramos, traz para a cena literária o Livro “Paz”. Uma coletânea de textos que traz a reflexão sobre os dias atuais, através do olhar de crianças e adolescentes, membros da Academia Infantojuvenil Campos dos Goytacazes RJ. Lançado no ano de 2021, a obra acaba de ganhar o Prêmio Melhor Livro Infantojuvenil de 2021.

 Participaram deste projeto 58 jovens, previamente selecionados pelo Projeto Jovens Escritores, idealizado por Jô Ramos, que também é diretora da ZL Books e desenvolve um importante trabalho de incentivo ao escritor. Com assunto atual, o livro fala de forma leve sobre a paz, pela ótica de jovens, pretendendo apresentar ao leitor uma visão sobre o mundo e a importância da paz, nos dias de hoje.

 O Projeto Jovens Escritores existe desde 2013, e pretende incentivar a leitura e a escrita através da poesia, conto, crônica e memória literária. O livro “Paz” é o sétimo livro do projeto, que incentiva estudantes de todos os países de Língua Portuguesa, numa tentativa de tirá-los das ruas, da miséria, da falta de educação e cultura, resgatando a memória afetiva com o seu bairro, sua família, seu país e sua história.

 Jô, pernambucana, moradora do Rio de Janeiro, conta que o objetivo é apontar perspectivas de abordagem literária para leitores jovens, e principalmente, fortalecer a autoestima, encorajar os participantes a escreverem seus sentimentos, suas vitórias, suas esperanças.

 Com vasta experiência e vivência pelo Brasil afora, a escritora acredita que quando vivenciamos a experiência de escrever sobre nós mesmos, podemos aprender a nos conhecer melhor e o jovem precisa ser incluído neste processo.  Para ela, essa é uma forma de garantir que o livro não saia da vida dos nossos jovens após a fase escolar.

“A Literatura é um meio privilegiado para despertar o amor pela nossa língua e nossa cultura. Não existe nada mais revolucionário do que a leitura para formação de cidadãos participantes dentro do seu país, por isso, a Editora ZL Books busca contribuir com jovens, no crescimento cultural e intelectual, através da leitura e da escrita. Estamos felizes em ter possibilitado a publicação de 7 livros, quatro no Brasil, dois em Portugal, e um nos EUA”, conta Jô Ramos.

 

Do Brasil para o mercado internacional

 

O projeto Jovens Escritores busca estar em todos os estados brasileiros, já aconteceram publicações de livros sobre cidadania, escola e agora, sobre a Paz. A ideia tem conquistado outros continentes, e desde o ano de 2018, alcançou o mercado europeu, indo para Lisboa, em Portugal, onde lançou o quarto livro do Projeto Jovens EscritoresFilhos do Mundo, no mês de outubro de 2018. Os participantes são filhos de imigrantes de Cabo Verde, Angola, Brasil, Croácia, Rússia, São Tomé e Príncipe, Portugal, Guiné-Bissau, etc, que escreveram sobre temas complexos como: violência contra mulheres, direitos humanos, bullying, moral, ética, racismo, mutilação genital feminina e desigualdade racial.  No ano de 2019, Jô Ramos voltou para Lisboa onde realizou o quinto salão do livro, na Fundação Casa de Macau, e lá lançou o livro “Escrever, Um Ato de Liberdade”, com textos de crianças portuguesas. No mesmo ano, este projeto se realizou nos EUA, em Massachusetts e Connecticut, com crianças/jovens, filhos de imigrantes e alunos dos cursos de Língua Portuguesa como Herança.

 

Conheça mais da ZL Books no site: https://zlbooks.com.br/ 

Nenhum comentário