Books Brasil Books

Novidades

[News]"Visitinha Nas Artes"



Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro, Secretaria Municipal de Cultura,Cidade das Artes e Riotur apresentam

“VISITINHA NAS ARTES”

Mila Schiavo e Carolina Ribeiro - foto Saulo Soares
 

Projeto infantil gratuito promove oficina de musicalização aos domingos de 11h às 13h

na CIDADE DAS ARTES

 

Programa voltado para as crianças, o ‘VISITINHA NAS ARTES’, foi criado por Mila Schiavo, percussionista, baterista, produtora e empresária musical e primeira mulher em 90 anos, a ser convidada para ser julgadora no quesito Bateria no Desfile das Escolas de Samba em 2022.

 

Ao idealizar o projeto, Mila criou a personagem Batutinha, menina negra que almeja ser maestrina e caminha batendo os pés no ritmo das músicas, como se estivesse batendo num tambor. Seu amor pelas artes a levou a se abrigar na Cidade das Artes e lá ficou, servindo de exemplo de representatividade, inclusão e inspiração para jovens artistas.

 

Selecionado pelo edital FOCA da Secretaria de Cultura do Município do Rio de Janeiro, a “Visitinha nas Artes'', apresenta temática infantil e oficina de musicalização.

 

Mila explica: "A Visitinha nas Artes'' é uma forma lúdica de apresentar a Cidade das Artes para as crianças, para isso foi criada a personagem Batutinha, o fio condutor dessa história. Em um primeiro momento, as crianças poderão conhecer a história do complexo, sua arquitetura, e as salas de espetáculos e ensaios, que estão entre as melhores do mundo. A segunda parte do programa é a oficina de musicalização infantil, onde iremos trabalhar com conceitos musicais como regência, naipe, ritmo, melodia e harmonia."

 

A ‘Visitinha’ conta com roteiro de Massimo Ferrarese, conduzido pela Professora de Musicalização Caroline Ribeiro, que interpreta a Batutinha.

 

O programa é dividido em duas partes:

Visita guiada na Cidade das Artes, vai despertar o interesse das crianças nas artes e questões urbanas, tendo como partida o projeto do arquiteto francês Christian de Portzamparc, também responsável pelo Cité de La Musique de Paris. O roteiro criado por Massimo Ferrarese, apresenta a personagem Batutinha acompanhada de um guia profissional de turismo para a comunicação entre os participantes.

Oficina de Musicalização Infantil com duas professoras. Uma das professoras será a Batutinha e a outra o músico amigo, que estará ensaiando com ela. Existe uma relação entre a Batutinha andar marcando os pés no ritmo das músicas e seu desejo em ser maestrina. Antes do surgimento da figura do maestro, os músicos das orquestras eram "guiados" por uma marcação de tempo, ou seja, a marcação de tempo é, de forma bem simples, a primeira função do maestro em um coro ou orquestra. A aula ensinará de forma lúdica a importância do ritmo através de brincadeiras, percussão corporal e canto.

 

Assim, a ‘VISITINHA NAS ARTES’, cumpre a vocação da CIDADE DAS ARTES, de inclusão, despertar e incentivar a cultura ao reunir famílias com crianças da cidade do Rio de Janeiro, visitantes e proporcionar um programa leve, alegre, com conteúdo capaz de divertir a todos!

 

Serviço:

FamTour & Ensaio Final Aberto (2 Visitinhas)

50 lugares em cada Visitinha

Todo domingo às 11h

Ingresso: gratuito, com ingressos disponíveis no Sympla

Duração:  90 minutos (45 de visitação e 45 de oficina)

Periodicidade: março a dezembro de 2022

Capacidade: 50 pessoas com capacidade máxima de 20 crianças e com a exigência de pelo menos um responsável durante todo programa.

Serão disponibilizados no site do Sympla 45 ingressos (5 tickets são para a Secretaria de Cultura do RJ, como contrapartida.)

Acessibilidade: A Cidade das Artes tem acessibilidade e a ‘Visitinha’ conta com profissional intérprete de libras.

Classificação etária: 3 a 12 anos (Crianças de colo podem ir com os pais, sem participar da aula)

Atenção: O público deve levar documentação e comprovante de vacinação para pegar os fones de ouvido e participar da ‘Visitinha’.

 

Maiores Informações no site: Cidade das Artes

 

Equipe:

Direção, criação e produção executiva: Mila Schiavo 

Roteiro: Massimo Ferrarese

Produção: Bianca Calcagni

Oficina de Musicalização: Caroline Ribeiro

Figurinos: Renato Carneiro (Katuka Africanidades)

Direção de Arte: Isadora Marzano

Ilustrador: Guilherme Cavalcante

Tradutor de Libras: Marlon Soares

Assessoria de Imprensa: Ana Paula Romeiro / Luiz Menna Barreto

Som & Luz: Leandro Darski

Assessoria Jurídica: Maria Teresa Schmidt

Assessoria Contábil: Edgard Kawasaki 

 

Sobre Mila Schiavo:

Graduada em percussão pela Berklee College of Music (Boston/EUA), Mestrado em Administração pela PUC RJ e MBAs em Gestão Pública e Agenciamento Cultural pela Fundação CECIERJ – SEC/RJ e em Gestão Empresarial pela PUC/RJ

Reconhecida no meio musical, Mila Schiavo trabalhou com Roupa Nova, Barão Vermelho, Leny Andrade, The Brooklyn Philharmonic Orchestra, Titãs, Iza, Guilherme Arantes, David Byrne, Howard Levy, Paulo Moura, Virgínia Rodrigues, Caetano Veloso, Nelson Motta, Vinicius Cantuaria, Nico Rezende, Bebel Gilberto, Antonio Adolfo, Roberto Gnattali, entre outros. 

Aprovada pela LIESA para atuar como julgadora no quesito bateria nos desfiles das Escolas de Samba do Grupo Especial no Carnaval 2022. É a primeira vez, em 90 anos de desfiles, que uma mulher julga o quesito bateria.

Pioneira na divulgação e ensino da percussão no Rio de Janeiro, foi produtora do Festival de Percussão da UERJ no ano 2000, o primeiro no gênero no Rio de Janeiro e fundou no mesmo ano a primeira escola de percussão e bateria da cidade, a Maracatu Brasil.  

Abriu sua escola, Mi La Musica, e durante a pandemia criou os cursos The Brazilian Virtual Choir Lab (Laboratório de Coral Virtual Brasileiro) e o Bossa Nova BootCamp, programas online de imersão cultural na música brasileira voltado para alunos estrangeiros. O curso já teve alunos da Austrália, EUA, França, Holanda, Itália e Brasil. Além dos cursos internacionais, a escola tem cursos de percussão, bateria, Canto Coral, entre outros.

Nenhum comentário